Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Assistência de Enfermagem as Vítimas por Animais Peçonhentos

No description
by

Izabelle Carvalho

on 11 July 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Assistência de Enfermagem as Vítimas por Animais Peçonhentos

Assistência de Enfermagem às Vítimas de Animais Peçonhentos
Universidade Federal do Rio Grande do Norte Departamento de Enfermagem
Atenção Integral à Saúde III

Orientador: Averlândio Wallyssom Soares da Costa
Discentes: Bárbara Ivone
Izabelle Carvalho
Izabelle Jamyle
Jéssica Kamila
Larissa Moulin
Millâny Kivia

Animais Peçonhentos
São aqueles que produzem
veneno
e possuem algum aparato para
injetá-lo
na sua presa ou predador.

Os principais animais peçonhentos que causam acidentes no Brasil são:
Serpentes
Aranhas
Escorpiões
Lagartas
Abelhas

Referências
Serpentes:
Elapídico
(Coral Verdadeira)

Botrópico
(Jararaca)
Crotálico
(Cascavel)
Lachético
(Surucucu)

Cascavel - Crotalus
Essas serpentes apresentam uma alta letalidade, devido as várias toxinas, em especial a crotoxina.

Sinais e Sintomas:

Local: Edema discreto e parestesia.
Sistêmico: facies miastênicas, turvação visual, alteração do olfato e do paladar, mialgia generalizada, urina escura e sangramento discreto.

Surucucu - Lachesis
Os acidentes são raros;
É a maior serpente da América Latina;
Habitam áreas florestais.


Sinais e Sintomas:

Local: dor, edema, eritema, equimose e bolhas.
Sistêmico: aumento no tempo de coagulação, hipotensão arterial, bradicardia e diarreia.



Tratamento
O tratamento é feito com
soro específico
para cada tipo de envenenamento.

Abelhas e Vespas:
Abelha
Mamangava
Marimbondos
Abelhas -Hymenoptera
Ao picar perdem parte do aparato inoculador (ferrão), morrendo em seguida;
Este aparato possui músculos próprios e continuam injetando o veneno;
Coloridos, odores e sons as irritam facilmente;
As primeiras abelhas ao picar, liberam um feromônio que faz com que outras ataquem o mesmo alvo.

Sinais e Sintomas:

Inflamação local; Choque anafilático; Prurido, hipotensão, taquicardia e Insuficiência respiratória aguda.


Tratamento
Não há soroterapia para o caso de acidentes por abelhas, o tratamento é sintomático.

Assistência de Enfermagem
Brasil. Ministério da Saúde . Acidente por animais peçonhentos. Portal Saúde [site]. 2014.

Disponível em: http://portalsaude.saude.gov.br/index.php/o-ministerio/principal/secretarias/svs/acidentes-por-animais-peconhentos
Aranhas:
Loxosceles
(Aranha marrom)
Phoneutria
(Aranha armadeira)

Latrodectus
(Aranha viúva negra)

Aranha marrom - Loxosceles
A picada ocorre quando pressionada contra o corpo;
Esconde-se em telhas, tijolos e madeiras.

Sinais e Sintomas

Lesão cutânea, edema, palidez, necrose, dores de cabeça e insuficiência renal.


Assume a posição de defesa e salta até 40cm de distância;
É agressiva;
Pode encontrar-se atrás de movéis, cortinas e dentro de sapatos.

Aranha armadeira- Phoneutria
Aranha viúva negra - Latrodectus
Não é agressiva;
É encontrada em ambientes sombreados, como frestas e mesas de jardim.

Sinais e Sintomas

Dor imediata e progressiva, sudorese,
taquicardia, alterações na pressão arterial,
insônia e ansiedade.
Epidemiologia
Tratamento
Administração do soro antiaracnídeo;
Medicamentos para aliviar a dor e outros sintomas.
Assistência de Enfermagem
Epidemiologia
Atingem mais os adultos;
Do sexo masculino;
E os profissionais apicultores
são mais expostos.

Ano de 2013

Brasil:
9.717
casos de acidentes por abelhas
Rio Grande do Norte:
335
casos de acidentes com abelhas
Escorpiões:
Tityus serrulatus
Tityus bahiensis
Tityus paraensis
*Fonte: DATASUS atualizado em 12/2/2015
Sinais e sintomas
Gravidade leve: dor e parestesia local.

Gravidade moderada: dor intensa, vômitos, náuseas, sialorréia e sudoreses discretos, agitação, taquipnéia e taquicardia

Grave: sintomas da moderada mais presença de um ou mais dos sintomas seguintes: vômitos profusos e incoercíveis, sudorese profusa, sialorréia intensa, prostração, convulsão, coma, bradicardia, insuficiência cardíaca, edema pulmonar agudo e choque.
Tratamento
Casos leves: Anestésico sem vaso constritor (lidocaína 2%) ou analgésicos sistemáticos.

Casos graves: Soro antiescorpiônico.
Assistência de Enfermagem
Lagartas:
Epidemiologia
Sinais e Sintomas

Edema discreto, náusea, vômito, dor imediata, alteração na pressão arterial e sudorese.

Epidemiologia
Epidemiologia
Lagarta-de-fogo, chapéu-armado,
taturana-gatinho
Dois tipos de cerdas: as verdadeiras, que são pontiagudas contendo as glândulas basais de veneno e cerdas mais longas, coloridas e inofensivas;
Tem hábitos solitários.

Sinais e sintomas

Dermatite urticante benigna - dor em queimação intensa irradiada para outras partes, prurido, eritema, edema e lesões puntiformes, vesículas, e bolhas e necrose.

Lonomia sp.
Espinhos ramificados e pontiagudos de aspecto arbóreo, com glândulas de veneno nos ápices;
Causadoras de Síndrome Hemorrágica;
São popularmente conhecidas por orugas ou rugas, beijus-de-tapuru-de-seringueira;
De hábitos agregários.

Sinais e sintomas:

Equimoses, principalmente em locais de contusões, gengivorragia, epistaxe, náuseas, hematúria, cefaléia, dor abdominal, hemorragias intensas, choque e IRA. O óbito pode ocorrer por sangramento intracerebral.

Tratamento
O tratamento é essencialmente sintomático;
Nos acidentes hemorrágicos, o tratamento deverá ser feito com soro antilonômico desenvolvido e produzido pelo Instituto Butantã.
Assistência de Enfermagem
Lavar a região com água fria;
Realizar compressas mornas;
Elevar o membro acometido;
Administração de medicamentos, conforme prescrição.

Hospital Giselda Trigueiro
Hospital referência para o Estado do RN em: Doenças Infecciosas, Informação Toxicológica e Imunobiológicos Especiais;
Oferece Urgência e Emergência (24h) em Doenças Infecciosas, profilaxia anti-rábica, antitetânica, antipeçonhenta.

Coral verdadeira - Elapidae
É uma cobra venenosa, que em caso de acidente, pode causar a morte de uma pessoa se não for aplicado o soro em tempo;
Habitam no sul da África e Ásia, Austrália, Américas do Sul e Central e no Sudoeste dos Estados Unidos.

O veneno da coral causa: dor local, náuseas e dores corporais, após 2 horas (as vezes menos tempo) o veneno mata a pessoa, pois ataca o sistema nervoso central.

Sinais e Sintomas:

Pequena reação no local da picada, visão dupla,
pálpebras caídas, falta de ar e dificuldade para engolir.
Objetivos
Caracterizar os tipos de animais peçonhentos com maior prevalência de agravos;
Apresentar o perfil epidemiológico, bem como os sinais e sintomas;
Mostrar a assistência de enfermagem como maior enfoque.
Jararaca - Bothrops
A jararaca é uma serpente peçonhenta, que pertence a Classe Reptilia;
O veneno é altamente letal para animais e seres humanos.;
É encontrada com mais frequência em terrenos agrícolas, embora sejam também encontradas na zona urbana;
As jararacas têm hábitos noturnos.

Sinais e sintomas:

Inchaço, hemorragia no local da picada
ou na gengiva, e dor local.

Limpeza do local afetado;
Elevar membro acometido;
Verificar sinais vitais;
Puncionar um acesso;
Remover o ferrões raspando com lâmina, não utilizar pinças;
Aplicar compressas morna para diminuir as propriedades do veneno;
Administrar medicamentos, conforme prescrição;
Monitorar o paciente.
Mais comuns nos meses quentes e chuvosos;
Acidentes por Lonomia frequentes no Sul;
Trabalhadores rurais mais atingidos;
Crianças do sexo masculino são mais acometidos;
Casos graves e óbitos em idosos com patologias prévias.
Rio Grande do Norte :
68
casos em 2011;
28
em 2012;
41
em 2013.
No ano de 2013, segundo os dados do DATASUS, foram registrados no Brasil
27.125
casos de acidentes por aranhas, sendo
162
casos no estado do Rio Grande do Norte.
Dentre os acidentes por animais peçonhentos no RN, os acidentes com aranhas é o quarto mais frequente, sendo superado apenas pelos acidentes com escorpiões, abelhas e serpentes (SINAN).
Limpar o local da picada;
Aferir sinais vitais;
Administrar medicamentos, conforme prescrição;
Monitorar o paciente;
Se houver reação alérgica, usar anti-histamínicos e corticoides prescritos;
Realizar o exame físico direcionado;
Avaliar a intensidade e frequência da dor.

Monitorar sinais vitais;
Administrar oxigênio;
Controlar a diurese;
Administrar medicamentos, conforme prescrição ;
Realizar curativo no local da picada;
Manter o paciente em repouso.
Predominam o sexo masculino, com idade entre 20 e 39 anos e 40 a 59 anos; sendo a maioria trabalhadores rurais;
A OMS (2010) calcula que ocorram no mundo uma faixa de
421.000
a
2,5
milhões de acidentes causados por serpentes venosas, com
20.000
a
100.000
mortes por ano, e que o número de pessoas com sequelas permanentes por esses acidentes seja mais elevado que o número de mortes.

Ano de 2013
Segundo os dados do DATASUS, foram registrados no Brasil
25.302
casos de acidentes por serpentes, sendo
240
casos no estado do RN.
Assistência de Enfermagem
Proporcionar um ambiente terapêutico;
Avaliar a intensidade e frequência da dor;
Manter o membro numa posição confortável;
Oferecer apoio e compreensão;
Aplicar compressas mornas;
Administrar analgésicos, conforme prescrição.

No Rio Grande do Norte, segundo DATASUS (2013), os escorpiões são os principais responsáveis por acidentes causados por animais peçonhentos. Sendo Tityus stigmurus a espécie característica da região.

Ano de 2013
Brasil:
69.036
casos de acidentes por escorpiões
Rio Grande do Norte:
3.404
casos de acidentes por escorpiões

Dialogando com a Profissional
Eliane Fernandes - Enfermeira do CEATOX/RN
O CEATOX oferece plantão 24h para casos de intoxicação por animais peçonhentos, plantas tóxicas, medicamentos e drogas;
Os pacientes que ligam para o CEATOX recebem orientações de primeiros socorros; classificação do caso pelos sinais e sintomas e orientação para procurar serviços de saúde;
Atendem também dúvidas de profissionais, como médicos e enfermeiros durante a assitência hospitalar;
Acompanham o paciente durante a internação, até a resolução do quadro;
Possuem uma ficha de notificação própria - DATATOX.
Full transcript