Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

ditadura militar no Brasil

No description
by

luíza Albuquerque

on 30 August 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of ditadura militar no Brasil

Ditadura Militar no Brasil
Anos de chumbo ou milagre econômico?
Governo JK
Governo João Goulart
Governo Jânio Quadros
Contexto: Guerra Fria
Governo Castelo Branco
Governo Costa e Silva (67 - 69)
Atos Institucionais
AI-1
Cassou mandatos e suspendeu a imunidade parlamentar, a vitaliciedade dos magistrados, a estabilidade dos funcionários públicos e outros direitos constitucionais
AI-2
Eleição direta para presidente, extinção de partidos políticos e permição ao Executivo de cassar mandatos.
AI-3
Fixou eleições indiretas para governador, vice-governador, prefeito e vice-prefeito.
AI-4
Fechou o Congresso e determinou
as regras para a aprovação
da nova Constituição.
O milagre econômico
Governo Médici
Repressão
Produção Musical
Letra da música Cálice
Pra frente Brasil
música tema da copa de 70 e marca do ufanismo
Obras faraônicas
Fim Do Milagre
O fim do milagroso crescimento exponencial do Brasil aconteceu em 73 e teve como motivo vários acontecimentos, porém 3 foram marcantes e definitivos para a queda da nossa economia:
Resultado da Ditadura
O governo JK foi caracterizado por grandes avanços na industria e na economia. O plano de metas (50 anos em 5) trouxe grandes vantagens porém também prejudicou o Brasil. Dívidas e inflação dominaram o país após empréstimos com o FMI para financiar suas obras.

Jânio Quadros foi eleito em 1960 junto com seu vice, João Goulart, porém renunciou após apenas 7 meses no poder. O povo, ao eleger João Goulart, esperava uma mudança na economia Brasileira, que afundava em dívidas e inflação.
Jango assumiu o poder em 61 logo após Jânio Quadros renunciar a presidência. Seu mandato já começou com instabilidades políticas pois os militares viam nele uma ameaça socialista ao país. Jango logo ganhou a confiança do povo e dos políticos de esquerda graças ao seu discurso reformista, porém ganhou a aversão da igreja, dos militares e das classes altas da população, já que estes apoiavam a direita política. Mas, qual seria o motivo de tanta preocupação dos militares com a esquerda no poder?
A real preocupação com a esquerda no poder foi devido ao período da Guerra Fria, que se baseou no conflito político entre capitalismo e socialismo (EUA x URSS). Essa disputa ideológica abalou todo o mundo, não excluindo o Brasil. Com o grande poder e influência dos Estados Unidos na América, o Brasil deveria cumprir a importante missão de manter a esquerda política longe do poder.
Para reforçar tal objetivo, os governo americano usou de recursos como espionagem, suborno aos militares, uma política de boa vizinhança e até mesmo sua força militar, chegando a cercar o país com sua marinha para manter sua influência.
Política da boa vizinhança entre Brasil e EUA
Corrida política e armamentista entre EUA e URSS
O Golpe Militar
Os militares, que já estavam insatisfeitos com o governo do Jango, não puderam suportar as propostas de reforma de base, que envolviam os setores educacional, fiscal, político e agrário. Essas propostas envolviam desconcentração de renda e de terras, criando a imagem de uma ameaça comunista. Em 1964, os militares expulsaram Jango do poder e deram início a ditadura militar que durou de 64 até 85, que começou com Castelo Branco do poder. *
Assumindo com a promessa de que haveria uma curta intervenção, com a devolução do poder aos civis logo após a superação do país aos problemas que levaram ao golpe, prorrogou seu mandato.
Editou o AI-2
Instituiu o bipartidarismo (Aliança Renovadora Nacional e Movimento Democrático Brasileiro)
Criou o SNI (Serviço Nacional de Informações)
Editou o AI-3 e o AI-4
Plano de Ação Econômica - Política Recessiva
O período da ditadura militar também foi caracterizado pelo surgimento de grandes construções, conhecidas como obras faraônicas, principalmente no governo de Médici. Essas obras ficaram conhecidas pelo seu porte e pelas novas técnicas de engenharia e construção. Exigiram grande quantidade de dinheiro e tempo para serem construídas. Algumas dessas obras foram focadas para o setor de energia, como a hidrelétrica de Itaipú e tucuruí. Itaipu é considerada a maior hidrelétrica do mundo e junto com a outra são responsáveis por 25% da energia do Brasil e também do Paraguai. Outro objetivo por trás das obras faraônicas era o investimento no setor nuclear, graças a corrida bélica que acontecia no mundo. A criação de Angra 1 e 2 foram com essas intenções, porém posteriormente essas usinas serviram como suporte na produção de energia.
Outras obras:
transamazônica
BR - 210 (perimetral Norte)
Ponte rio Niterói
Itaipu Binacional
1984
Construção da ponte Rio Niterói
1968
Repressão Musical
Crash de 71 - Brasil sofre com a bolha especulativa
Crise do Petróleo em 73
Chegada de Jimmy Carter á presidencia dos EUA em 77
paradoxalmente, a década do milagre econômico contribuiu principalmente para agravar a desigualdade econômica. Houve um aumento de renda, porém somente da elite, e na classe inferior os salários só caíam. Principais aspectos negativos:
Concentração de renda foi a pior da história Brasileira
Salários mínimos insuficientes
Dívida externa quadruplicada chagando em 12,5 bilhões
Inflação fora de controle.
Pai, afasta de mim esse cálice
Pai, afasta de mim esse cálice
Pai, afasta de mim esse cálice
De vinho tinto de sangue

Como beber dessa bebida amarga
Tragar a dor, engolir a labuta
Mesmo calada a boca, resta o peito
Silêncio na cidade não se escuta
De que me vale ser filho da santa
Melhor seria ser filho da outra
Outra realidade menos morta
Tanta mentira, tanta força bruta

Como é difícil acordar calado
Se na calada da noite eu me dano
Quero lançar um grito desumano
Que é uma maneira de ser escutado
Esse silêncio todo me atordoa
Atordoado eu permaneço atento
Na arquibancada pra a qualquer momento
Ver emergir o monstro da lagoa
De muito gorda a porca já não anda
De muito usada a faca já não corta
Como é difícil, pai, abrir a porta
Essa palavra presa na garganta
Esse pileque homérico no mundo
De que adianta ter boa vontade
Mesmo calado o peito, resta a cuca
Dos bêbados do centro da cidade

Talvez o mundo não seja pequeno
Nem seja a vida um fato consumado
Quero inventar o meu próprio pecado
Quero morrer do meu próprio veneno
Quero perder de vez tua cabeça
Minha cabeça perder teu juízo
Quero cheirar fumaça de óleo diesel
Me embriagar até que alguém me esqueça


Esse governo foi caracterizado pelo avanço do processo institucional da ditadura. O que antes era somente um regime militar difuso, transformou-se em uma ditadura que eliminava todo e qualquer movimento das liberdades públicas e democráticas.
Assim que assumiu a Presidência da República, Costa e Silva intensificou a repressão policial-militar contra grupos e focos de oposição política. Em seu mandato, o general cogitou a volta da democracia no país, porém, justificou a permanência dos militares no poder como uma resposta perante os avanços das oposições.
Já a oposição, por sua vez, culpava o próprio governo pela situação de tamanha instabilidade política vivenciada pelo país. Existiam três principais focos de oposição que incomodaram o governo de Costa e Silva:
A frente Ampla
Os grupos e organizações de esquerda
O movimento estudantil
O golpe militar de 1964 instaurou no Brasil uma forte censura, praticada através dos Atos Institucionais (AI’s) criados para aumentar a repressão do Estado sobre a população ou qualquer manifestação que fosse contrária ao governo imposto no país. Não demorou para a música – enquanto manifestação artístico-cultural de forte teor político – estar entre os principais alvos da censura. Mas nem isso calava a voz dos artistas. Dentre um mundo de músicas criadas durante esse período, encontra-se aqui, 10 delas:
Alegria, alegria - Caetano Veloso
Caminhando (Pra não dizer que falei das flores) - Geraldo Vandré
Cálice - Chico Buarque
O bêbado e o equilibrista - foi composto por Aldir Blanc e João Bosco e gravado por Elis Regina
Mosca na sopa - Raul Seixas
É proibido proibir - Caetano Veloso
Apesar de você - Chico Buarque
Acender as velas - Zé Keti
Que as crianças cantem livres - Taiguara
Jorge Maravilha - Chico Buarque
O milagre econômico Brasileiro começou em 68 e foi caracterizado pelo exponencial crescimento econômico. A taxa de crescimento do PIB saltou de 9,8% a.a. em 1968 para 14% a.a. (maior do que o crescimento da China atualmente) Durante o milagre, a alta nas bolsas de valores brasileiras iniciada ao final da década de 1960 resultou em um clima de euforia generalizada, gerando um pensamento de "Brasil potência", seja, instalando um pensamento ufanista sobre o Brasil.
O General Médici assumiu o vigésimo período governo republicano, datado de 30 de outubro de 1969 a 15 de março de 1973. Era um dos simpatizantes do golpe militar de abril de 1964. Com o presidente Arthur Costa e silva afastado do cargo, o nome de Médici é indicado pelo alto comando do exercito a sucessão presidencial. Atravéz de uma eleição indireta, Médici assume o poder em 1969.
Dois aspectos caracterizam o governo de Médici: no campo econômico, o progresso avançava no país,pertindo ao governo de médica conquistar altos indíces de popularidade. Por outro lado, a repressão aos opositores eram cada vez mais intensas, e todos os aspectos, atingindo até mesmo a carta magna.
Médici tem a grande vantagem de assumir o poder no Auge do milagre econômico. Sendo assim boa parte do seu comando se caracteriza pela estabilidade econômica, ajudando o governo na alienação ao conjunto da
população que é alheia as torturas e repressões que ocorriam nos porões da ditadura.
Médici
Com a entrada do novo presidente também começava a entrar em vigor a contituição de 1969, que praticamente reescrevia a constituição de 1967, incorporando medidas de excessão previstas no ato
intitucional número 5 (AI­u) que dizia: o Executivo ampliava seus poderes sobre o Legislativo, outorgando­se o direito de fechar o Congresso Nacional, as assembléias legislativas e as câmaras de vereadores, de cassar mandatos parlamentares e direitos políticos e de legislar sobre qualquer matéria.
Com o governo de Médici também aumentaram o número de perseguições e o poder da repressão, que já extrapolava os limites dos direitos Humanos.
DOI­-CODI
O mais conhecido e importante órgão de repressão dos anos de chumbo seria o DOI­Codi (Destacamento de Operações e Informações e Centro de Operações de Defesa Interna), o principal centro de investigação e
repressão utilizado pelo governo militar.
Em sua sede, em São Paulo, inúmeros presos políticos foram violentamente torturados, levando sequelas de tal agressão para o resto de suas vidas, ou ainda pior, morreram devido à tortura, muitas vezes sendo enterrados em valas comuns, sendo que tais mortos eram registrados como "desaparecidos", uma tentativa do regime de esconder o trabalho sujo realizado nos bastidores de um regime que propagava a grandeza do país. DOI-CODI capturou e prendeu o jornalista Vladmir Herzog, alegando que ele disseminava ideais comunistas. Depois de torturá-lo violentamente e assassiná-lo, apresentaram seu corpo à imprensa, argumentando que ele se suicidou ao se enforcar. Entretanto, seus pés estavam praticamente caídos no chão e o cinto que simulava o enforcamento não estava em uma altura suficiente para que Herzog cometesse aquele ato. Além disso, Herzog estava terrivelmente machucado, resultado dos espancamentos dos agentes do DOI-CODI.
Vladmir Herzog, executado no DOI-CODI
Controle Sobre o Povo
Para manter o controle sobre a pupulação, o governo militar utilizava de outras estratégias além da violência. A alienação do povo foi essencial nesta época, e vamos ver agora algumas estratégias usadas:
Marcha da família com Deus
Esta foi uma das primeiras estratégias dos militares, e aconteceu antes mesmo da ditadura, enquanto Jango estava no poder. Ela consistia em afirmar que o socialismo ia contra os princípios da Igreja e da família.
Vários grupos sociais, o clero, as famílias e os setores políticos mais conservadores se organizaram em
marchas, levando às ruas mais de um milhão de pessoas, no intuito de derrubar o presidente João Goulart do poder.
Ufanismo
O ufanismo esteve presente em toda a ditadura militar. A estratégia era manter o sentimento de "Brasil potência" enquanto a máxima era: "Brasil, ame-o ou deixe-o". Enquanto o povo mantesse esse sentimento de amor pela pátria, não se atentaria aos problemas, autoritariasmo, repressão e dívidas que estavam presentes no ´país. Um dos maiores facilitadores desse sentimento ufanista foi a copa de 70 que aconteceu no méxico, onde o Brasil se tornou Tri campeão mundial. Ao vencer o campeonato, o sentimento ufanista se instaurou no país, fazendo o brasileiro acreditar cada vez mais em seu governo.
Globo na ditadura
A globo foi responsável por parte da alienação presente na ditadura pois omitia fatos e manifestações que iam a favor do socialismo.Não há provas concretas do envolvimento da Globo no golpe militar de 1964, porem foi descoberto nos EUA, um documento secreto que confirma a influência de Roberto Marinho, fundador da Globo, nos bastidores da ditadura militar no Brasil
No documento, o então embaixador dos EUA Lincoln Gordon relata a seus superiores suas conversas com o então presidente das Organizações Globo. Ambos discutiam a sucessão de Castelo Branco e o endurecimento do regime.
Transamazônica
1972
Selo "alunos do Marcelo Alonso" de qualidade!
AI-5
Deu ao presidente amplos poderes
para cassar mandatos, suspender
direitospolíticos, demitir e aposentar
juízes efuncionários
Acabou com a garantia do
habeas corpus
Ampliou e endureceu a repressão policial e militar.
Como seria sua vida, na época da ditadura?
http://super.abril.com.br/jogo-ditadura-militar/
A Comissão da Verdade investiga violações
contra os direitos humanos, havendo um maior
foco no período da ditadura militar, quando violações
eram ocorridas através de torturas, assassinatos,
desaparecimentos e sequestros dos opositores
ao regime. Já identificou dezenas de agentes da
repressão.
Relação Contemporânea
Full transcript