Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

OS MUNDUGUMOR HABITANTES DO RIO(mead,margaret. sexo e temper

No description
by

Genival Conrado

on 14 November 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of OS MUNDUGUMOR HABITANTES DO RIO(mead,margaret. sexo e temper

(pp.165-176)
Os Mundugumor habitantes do Rio.
“Que dois povos que compartilham tantos traços econômicos e sociais, que são parte de uma mesma área cultural e vivem separados por apenas cem milhas, aproximadamente, possam representar tamanho contraste no ethos, na personalidade social, e em si de grande interesse.” (p.168)
“As crianças servem como reféns porque, se houver traição entre aliados e os reféns forem mortos, tratar-se-á, afinal de contas, apenas de uma criança,” (p.173)
Tratando dos Andoar, um grupo próximo aos Mundugumor .
As relações dos Mundugumor eram de desconfianças, sem muita integração entre os membros da tribo.
Os Mundugumor são descritos com uma tribo espantosa e enigmática, assim como incompreensíveis, violentos, um estilo de vida hostil, áspero e com laços afetivos incongruentes.
“vagueiam pelos campos distantes, não apenas em busca de inimigos para emboscar mas também em busca de conhecidos-de-troca e de objetos valiosos.” (p.172)
OS MUNDUGuMOR HABITANTES DO RIO (MEAD,Margaret. Sexo e Temperamento, segunda parte,pp.163-225).

- Vivem em locais irregulares e temporários;

- corda;

- Pai para filha, mãe para filho;

- família políginea – poder;

- hostilidade, agressividade, desconfiança;

-Intercâmbio irmã-irmão;

(pp. 177 – 187)
- O filho pode trocar a irmã por uma
esposa, o pai também pode;
- mãe favorece o filho;
- vários cultos organizados a vontade de um grande homem ou vários, ideia de exclusão;

- O filho pode trocar a irmã por uma esposa, o pai também pode;

- mãe favorece o filho;

- vários cultos organizados a vontade de um grande homem ou vários, ideia de exclusão;
- as meninas pode escolher entre a iniciação e a não iniciação;

-Iniciação: Escarificações, dentes de crocodilo, queimaduras;

-os mundugumor tentaram entrelaçar cordas num tipo
de sociedade cooperativa;

-relações amistosas entre o menino e o irmão da mãe;
- líderes “verdadeiros homens maus”;
- trégua temporária;
(pp.189-203)

Desenvolvimento do Mundugumor característico

Características :
* A criança Mundugumor nasce em meio a hostilidade e ao conflito, onde começa a ser preparada para uma vida sem amor.

*Rejeição aos filhos, principalmente meninos.
* Individualismo desumano, a peculiar sexualidade agressiva e a hostilidade intra-sexual;

* Para os Mundugumor, os filhos não são de forma alguma valiosos, mas sim desprezados. Meninos por serem rivais, e as meninas retiradas da família.

*O pai prefere uma menina pois poderá futuramente lhe trocar por outra esposa. A mãe prefere um menino pois será quem ficará ao seu lado.
* Para o homem Mundugumor o que lhe traz prestígio e força é o número de esposas, que trabalharão para ele e darão meios de se fortalecer.
* Mostra-se claramente a característica Mundugumor de não querer preservar seus filhos vivos, porém não lhes é dado o poder suficiente para que evitem a reprodução de sua sociedade.
*Como que por zombaria a população Mundugumor aumentava, pelo nascimento de gêmeos e a prática de adoção. A taxa de nascimento de gêmeos supera de qualquer tribo já conhecida naquela parte da Nova Guiné.
* A relação entre familiares nos Mundugumor se divide em três: aqueles com quem gracejam, quem evitam por vergonha e aquelas que tratam com graus variados de intimidade comum.

*. Se apresenta em sua sociedade relações fixas, com um padrão de comportamento diferenciado conforme a classificação.

*A criança cresce em meio a relações de corda que devem aprender e respeitar, saber quais casas podem entrar, a quem pode pedir comida e água, tudo regulamentado e ainda com restrições devido a brigas paternas.
* Incentivo a violência desde o nascimento;

* Até mesmo nas brincadeiras entre as crianças existe a violência. Para a tribo essas atitudes fazem com que a criança adquira um forte grau de independência, valorizando sua liberdade.

* O mundo Mundugumor gira em torturas e conflitos, o homem sabe que terá de lutar por uma esposa, lutar com o pai ou com o irmão pela irmã, e a mulher sabe ser o centro disto tudo.
(pp.204-217)
A violencia na pré-adolescência e a relação de paretesco
brinquedo, parentesco, a defesa do irmão mais novo.
" os meninos mais velhos vivem beliscando,empurrando,maltratando os menores(...). Entretanto, se um 'irmão da mãe' de doze anos, levar as lágrimas o' filho da ïrmã' de quatro anos,um de seus próprios imãos (...)usar este fato com pretexto para solvá-lo vigorosamente".(p.204)
As meninas, o comportamento social mais flexivel. A atmosfera de brigas, intrigas, a relação íntima entre uma menina e a outra por quem foi trocada.
O casamento ideal é de um marido e várias esposas..(p.204)
A violação do tabu e as consequências para as mulheres. A união em grupos maiores facilita ou diminue a hostilidade entre elas.
A liberdade física é conquistada golpe a golpe tanto para as meninas quanto para os meninos.(p.205)

A única poteção oferecida a criança Mundugumor. O sentimento de vingança, a vigilancia sobre as meninas, violência,agressividade e ciúmes e o papel da gravidez para as mulheres
(pp.205,206)
Juventude e casamento entre os Mundugumor. A discrepância, em relação a dois jovens de mesma idade, na relação social . A ocupação usual do menino e da menina. A luta pela vida desde as primeiras gotas de leite.As aventuras amorosas dos solteiros.O tempo e a descoberta.(pp.209,210,211)
Alguns conselhos dos antigos,(mais velhos)
"Quando você encontrar uma menina na mata e copular com ela, tome cuidado em voltar depressa à aldeia e com uma explicação para justificar seu sumiço.(....). Caso contrários os outro rirão de sua cara quando voce voltar".(p.211)
O musquiteiro e seu papel na vida dos Mundugumor.
A reserva e a franqueza e as relações jocosas nesse caldeirão da vida e relações entre os Mundugumor.
As formas de casamento: a troca, a fuga e o arranjo.(pp.212-214)
(pp. 219-225)
Os que se desviam do ideal mundugumor.

- embora o ideal seja que todo homem deve ser violento, agressivo, na pratica nem todos são assim;

- Ombléams e Kwendas;

- esses homens que tornam possível a continuidade da sociedade mundugumor;

- os mundugumor esperam uma morte violenta;



UFFS-Chapecó,Cinciências Sociais III, noturno
Livro:MEAD,Margaret.(1901-1978)Sexo e temperamento em três sociedades primitivas,São Paulo: Perspectiva,2006
GRUPO 5: Os mundugumor habitantes do Rio.
Mairara Karine,
Márcia pappis,
Dalvana Fachini
Genival Conrado
fim!
Full transcript