Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Sociologia Jurídica

O Mundo do Crime
by

Aline Ligeri

on 18 March 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Sociologia Jurídica

- Uma das regras claras do crime é não caguetar;

- A caguetagem deve ser punida com a morte. Mas como toda ordem podem existir algumas exceções;

- O cagueta pode inverter a situação e se transformar em vítima;

- Todos os alegam que foram presos por caguetagem, até mesmo quando não existe um cagueta real. Obstacle 1 Obstacle 2 Obstacle 3 A Influência da Renda e de Outros Fatores sobre se os Réus Criminais Vão para a Prisão A CASA DOS ALBERGADOS - Ouvir suas histórias e ver o cotidiano;

- Caminho entre a cadeia e a rua, provisória ou condicional;

- Requisitos: Estuprador Sociologia e Direito Mundo do Crime VAGABUNDO! CAGUETA - Malandragem limita os personagens principais e mais poderosos no mundo do crime. Iran Bento Nascimento, 31, art. 213 Bandido e Malandro CONCLUSÃO- LEVEL I - Objetivo: questionar o Direito na sociedade. - Desafio: mundo do crime como uma ordem com aspectos jurídicos? - OH NÃO! O que devo fazer? deixar a lógica das leis de lado. - Frase de efeito: " Direito como a criação e a imposição social de regras de comportamento." - E o Estado? deixa de ser a fonte exclusiva de produção de direito. - Oi? COMO ASSIM? Ah, por meio do Pluralismo jurídico. Estado Lei Direito O mundo do crime Direito Nova forma de juricidade 1. Ter cumprido pelo menos 1/3 da pena; 2. Atestado de bom comportamento; 3. Residência fixa; 4. Proposta de emprego; 5. Parecer positivo. - Deveres: 1. Trabalhar durante o dia; 2. Dormir na Casa todas as noites úteis; 3. Não poderia ingerir bebida alcoólica; 4. Não fazer uso de drogas; 5. Não ficar na rua após as 22h. "A rua como um espaço nebuloso da liberdade e uma pletora de dúvidas sobre o futuro." NIKINHO (Japonês) - art. 57 - Sujo; bêbado; apanhou da polícia mesmo não tendo marcas de surra.
- Não tinha emprego e conversava com a polícia;
- Não tinha dinheiro; vivia de favores dos presos;
- Sem família; "Vai morrer... vai morrer... vai morrervaimorrer..." - Ordem rígida e inflexível; "Entrou como estupro, é estuprado. Não tem chance!" - Após passar pelo processo judicial, o preso passa novamente por um processo de julgamento e sentença; - Estupro= peverso e anormal; - Não tem mediações, abrandamentos ou a possibilidade de recuperação; - O vagabundo e o estuprador não são considerados integrantes da malandragem; Juíz Noticiário Estuprado Apanhar Enfermaria CELA FORTE MORTE - Definições de Malandro:
Antônio Cândido;
Roberto Da Matta;
Ruben Oliven.

- Malandro x Bandido - Objetivo do trabalho;
- O mundo do crime cria uma forma de direito que, apesar de não ser reconhecido pelo Estado, funciona como um ordem jurídica;
- O problema das normas do crime são a sua aplicabilidade;
- Apesar, do Estado não reconhecer as leis do crime em alguns casos são coniventes com elas. Exemplo: estuprador;
- O crime não tem mecanismos de controle da violência. LEVEL II GO ON... - Cumprir ou não uma sentença ativa de prisão? - QUEM VOCÊ É? OU O QUE VOCÊ PRATICOU? - Prisão= punição e estigma! - A lei afetada pelo julgamento. VARIÁVEIS E HIPÓTESES Réu preso por roubo ou furto saiu do tribunal com uma sentença Resultado-
Prisão 1. Aqueles que foram condenados
e receberam sentenças de prisão.
2. Aqueles que não receberam
sentenças de prisão. Tabela. SEXO Masculino

Feminino Prisão Não-prisão Total 146 (20%) 1 (1%) 582 (80%) 69 (99%) 728 (100%) 70 (100%) IDADE < 20 anos

> 21 anos Prisão Não-prisão Total 62 (19%) 85 (18%) 260 (81%) 391 (82%) 322 (100%) 476 (100%) RAÇA Negra Branca e Outras Prisão Não-prisão Total 99 (23%) 48 (13%) 340 (77%) 311 (87%) 439 (100%) 359 (100%) RENDA Baixa
Alta
NC
Alta ou NC Prisão Não-prisão Total 104(24%) 19 (10%) 24 (14%) 43 (12%) NC= NÃO CLASSIFICADO 330 (76%) 171 (90%) 150 (86%) 321 (88%) 434 (100%) 190 (100%) 174 (100%) 364 (100%) EMPREGO Empregado ou Estudante
Desempregado
NC
Desempregado e NC Prisão Não-prisão Total 70 (15%) 40 (27%) 37 (22%) 77 (24%) 409 (85%) 109 (73%) 133 (78%) 242 (76%) 479 (100%) 149 (100%) 170 (100%) 319 (100%) TIPOS DE ACUSAÇÃO Roubo fora de Residências
Roubo em Residências
Furto Agravante
Furto Leve
Outros Furtos Prisão Não-prisão Total 59 (36%)
35 (20%)
12 (8%)
41 (14%)
53 (12%) 105 (64%)
140 (80%)
145 (92%)
261 (86%)
406 (88%) 164 (100%)
175 (100%)
157 (100%)
302 (100%)
459 (100%) ANTECEDENTES CRIMINAIS (prisões anteriores) Sem Antecedentes
Com Antecedentes Prisão Não-prisão Total 38 (12%)
109 (23%) 282 (88%)
369 (77%) 320 (100%)
478 (100%) RAPIDEZ DA PRISÃO No Mesmo Dia do Crime
Em Dia Posterior 71 (22%)
76 (16%) 253 (78%)
389 (84%) 324 (100%)
474 (100%) Prisão Não-prisão Total TIPO DE DEFESA Advogado Particular
Defensor Público
Sem Advogado Prisão Não-prisão Total 40 (12%)
85 (38%)
22 (9%) 300 (88%)
141 (62%)
210 (91%) 340 (100%)
226 (100%)
232 (100%) Enfim... - Fatores relacionados com o fato de receberem ou não sentenças de prisão;

- Fatores que não revelaram influência sobre o resultado-prisão;

-Condição econômica. (tudo o que acarreta). ALINE LIGERI, DANIELLE VENDRAMINI, GIOVANNA CARDOSO, THAIS DE CASTRO Malandro marginal e o bandido & Malandro e bandido no albergue -Bandido – Base ‘matar’ – Residente, vive no crime;
-Malandro – Base ‘ganhar dinheiro’ – Esporádico, quer sair da vida criminosa;
- Perfis diferentes, figuras diferentes. ANÁLISE ADCIONAL SOBRE O EFEITO DA RENDA DO RÉU •Fator renda :
- Condenação – não afeta;
- Sentença – Afeta (delitos mais graves).

•Defensoria Publica:
- Alta renda – 26%;
- Baixa renda - 36%.

•Aguardar julgamento em cárcere:
- Alta renda – 19%;
- Baixa renda – 33%.
Full transcript