Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Ética e Educação

No description
by

Kelly Phoenix

on 20 April 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Ética e Educação

Ética e Educação
Angelo Vitório Cenci e
Cláudio Almir Dalbosco - ambos da UPF/RS
Introdução

O texto defende a HIPÓTESE de que a relação entre ÉTICA E EDUCAÇÃO só pode ser pensada de modo produtivo quando a EDUCAÇÃO for concebida como FORMAÇÃO.

A hipótese é investigada em 3 pensadores: ARISTÓTELES, ROUSSEAU E KANT.
O que seria tal formação?
Essa formação aqui é compreendida como PROCESSO PERMANENTE E INESGOTÁVEL DE CULTIVO DE SI MESMO NA FORMA DE UM DOMÍNIO DE SI.

Ou seja, ela pode ser compreendida como um PROCESSO DE AUTONOMIA.
Cenário Cultural Contemporâneo
APELOS INDIVIDUALISTAS +
APELOS HEDONISTAS +
APELOS CONSUMISTAS
_________________________________________
Subjetividade centrada em si mesma com uma consequente FORMAÇÃO REDUZIDA, que inviabiliza pensar a EDUCAÇÃO DO SER HUMANO COMO UM TODO.
Rousseau e o Domínio de si contra os vícios de caráter (Jean-Jacques Rousseau 1712-1778)
* A base da concepção educativa aristotélica era o CULTIVO DE SI COMO DOMÍNIO DE SI.

* O estagirita traz a premissa de que os homens tendem a buscar o PRAZER e evitar o SOFRIMENTO e reconhece que não é fácil se desfazer dessa tendência.

* Nesse caso, é preciso colocar a RAZÃO para administrar os desejos/ paixões.

* Aristóteles defende que a "verdadeira educação" consiste em aprender a administrar prazer e sofrimento. Para tanto, a grande questão é COMO ORIENTAR CORRETAMENTO O DESEJO, pois "o bem real pode ser confundido com o bem aparente".
Aristóteles e o domínio de si - exercício de hábitos consoantes com a Virtude Moral (384 - 322 a.c.)
* Sua obra "Emílio" contém os fundamentos da pedagogia moderna;

*Compreende a educação moral como problema de formação virtuosa do caráter, que exige:
a) busca incansável pelo domínio de si (exercício que progressivamente promove o domínio das paixões)
b) combate permanente aos vícios.
Kant e o domínio de si vinculado à solidez do caráter e à virtude (Immanuel Kant (724-1804)
* Kant toma a educação como a mais árdua das tarefas humanas.

* É um processo que precisa levar em conta as experiências deixadas de uma geração para outra.

* Por essa ótica, a educação do homem é pensada numa perspectiva aberta e integral.

* Pensou formação como EDUCABILIDADE HUMANA: Educação física e Educação Prático-Moral.
Posição do Problema
- É razoável considerar que a educação comporta uma dimensão ética: ambas respondem pela AÇÃO HUMANA e se referem à MANEIRA DE AGIR das pessoas.

- Pressupõem-se que ÉTICA e EDUCAÇÃO dispõe de algum senso moral comum (oriundo do processo de socialização).

- Educar pessoas pode significar EDUCAR MORALMENTE - ou seja, considerar o APRIMORAMENTO DO SER HUMANO MEDIANTE PRINCÍPIOS E VALORES (referência normativa do ser).

- A tradição da Paideia grega contemplava a FORMAÇÃO INTEGRAL DO HOMEM, e para isso uma das dimensões constituitivas da educação seria a FORMAÇÃO CULTURAL.

- A tradição da
Bildung
moderna também concede importância à formação cultural. Kant e Rousseua foram filiados a essa tradição.
Logo, tanto na Paideia Grega quanto na Bildung moderna, FORMAÇÃO ASSUME UM SENTIDO COMPLEMENTAR E DISTINTO. NÃO SE REDUZ À INSTRUÇÃO e ainda menos ao sentido contemporâneo de "APRENDIZAGEM" introduzido pelas psicologias do desenvolvimento.
INSTRUÇÃO
* Transmitissão de conhecimentos
* Aparato Intelectual
* Incide sobre o aspecto cognitivo
* INSTRUIR = ENSINAR
formação
* Implica a pessoa como um todo, acionando outras potencialidades humanas.
Lembrando o pedagogo alemão Herbart, que elaborou uma Reforma Pedagógica, distinguindo:

EDUCAÇÃO
- Formação do caráter e aprimoramento humano

INSTRUÇÃO
- Representação do mundo - Transmissão de conhecimentos novos - Aperfeiçoamento de aptidões preexistentes, fazendo despontar capacidades úteis.
Atualmente:
§ uma educação sem preocupação com a FORMAÇÃO é efetivada em diversos contextos educativos;

§ a base de sustentação da relação entre ÉTICA E EDUCAÇÃO é reduzida à esfera da INSTRUÇÃO ou simplesmente ignorada;

§ há um "progressivo encurtamento da própria noção de formação cultural".
* O exercício de bons hábitos é um fator decisivo para a formação de um SUJEITO COM CARÁTER VIRTUOSO.

* Logo, o hábito é o meio de educação para a VIRTUDE MORAL.
VIRTUDE MORAL não é inata nem pode ser transmitida, tem que ser aprendida e aperfeiçoada pelo hábito;

A aprendizagem da virtude moral é de ordem prática (exercícios virtuosos), ou seja: a prática de ações em que o sujeito tem de engajar-se com outras pessoas (VIVÊNCIAS);

Resumindo, é o cultivo da alma por meio de hábitos que permite ao sujeito aprender a rejeitar ou a querer o que é correto.
EDUCAR = EDUCAR NAS VIRTUDES (dsde tenra idade)
Boa educação no Emílio é a formação de modo a poder encontrar seu lugar na ordem das coisas, tanto na NATUREZA como na SOCIEDADE.
porém, há 3 aspectos da educação moral rousseauniana que a diferenciam da aristotélica:
1-

NOÇÃO DE "PERFECTIBILITÉ"
- potencializa a força inventiva e criativa que possibilita distanciar-se da luta pela sobrevivência imediata; impulsiona o ser humano à cultura, à criação artística e lhe permite a vida em instituições sociais.

2-

DISTINÇÃO ENTRE AMOR DE SI E AMOR PRÓPRIO
-
Amor de si:
sentimento natural com o qual se nasce e que mantém a abertura ao outro e à humanidade, regulado pela COMPAIXÃO. Conduz cooperação, respeito mútuo, empatia.

Amor Próprio:
sentimento que brota da sociabilidade e está profundamente vinculado à vontade humana de querer ser superior aos demais. Instrumentaliza o outro em benefício próprio.

3-

NOÇÃO DE INFÂNCIA
- Descoberta da criança como criança - características emocionais e cognitivas singulares, que exigem um cuidado formativo próprio.

Resumindo, em Rousseau temos:
EDUCAÇÃO NATURAL + EDUCAÇÃO MORAL+
EDUCAÇÃO POLÍTICA
______________________________________

Formação do homem-cidadão capaz de viver autonomamente em uma sociedade republicana a partir do DOMÍNIO DE SI E CAPACIDADE DE PENSAR POR CONTA PRÓPRIA.
Educação Física
Formação do homem no que diz respeito à sua natureza. Subdivide-se em:

Educação do Corpo
- cuidados da criança, cultivo de suas faculdades sensitivas e desenvolvimento de suas forças.

Educação do Espírito (Intelectual)
- Abrange faculdades intelectuais inferiores (memória, engenhosidade, imaginação) e superiores (entendimento, juízo e razão).
Educação Prático-Moral
* Formação do homem a respeito de sua liberdade:
- visa seres que ajam livremente;

- tenham capacidade para pensar e agir de forma autônoma;

- funda-se em princípios que pressupõe certa maturidade psicológica e educativa do sujeito.

- Visa liberdade e dignidade do ser humano.
Para Kant, o FIM ÚLTIMO da educação é a CONSCIÊNCIA MORAL RACIONAL, relacionado à LIBERDADE, e cada período da educação deve estar voltado para ele.
Considerações Conclusivas
- Aristóteles, Rousseau e Kant deram claro destaque à FORMAÇÃO MORAL em suas propostas educativas.
- Formar o homem, para Aristóteles, era formar na VIRTUDE.
- Para Rousseau, formá-lo dentro de um ESCLARECIMENTO CRÍTICO.
- Para Kant, formá-lo em vista de um estado de coisas melhor no futuro.
- Em comum, os três defendem que o CARÁTER só pode se constituir quando o sujeito for firme em seus propósitos e determinações, o que possibilita constância nas decisões e ações pessoais; e também que a educação implica uma dimensão ética como algo intrínseco e associado ao domínio de si.
Questões para Reflexão
- "A palavra alemã Bildung (formação, configuração) designa a essência da educação grega, contendo ao mesmo tempo a configuração artística e plástica e a imagem normativa que se descobre na intimidade do artista. Essa ideia aparece sempre que o espírito humano abandona a ideia de um ADESTRAMENTO em função de fins exteriores."
- "Os especialistas em educação para o crescimento econômico não se limitam a ignorar as disciplinas artísticas e humanísticas. É necessária uma moral obtusa para colocar em prática os planos de crescimento econômico que ignoram a desigualdade. Torna-se mais fácil tratar as pessoas como objetos aptos para serem manipulados se alguém nunca aprendeu a vê-las de outra maneira. Portanto, a educação para o crescimento econômico se oporá à presença das artes e das humanidades como ingredientes da formação elementar mediante um ataque que, hoje em dia, pode ser observado em todo o planeta."
Full transcript