Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Untitled Prezi

No description
by

Luís Mendes

on 17 May 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Untitled Prezi

-Subjectivismo Estético-
Immanuel Kant (1724 - 1804) O Juízo Estético é diferente do juízo científico (conhecimento universal) e do juízo moral (dever). A experiência é, no entando,
desinteressada. Aspiração à Universalidade No juízo estético, o belo assume um carácter subjectivo, no entanto não se reduz a uma preferência pessoal - há uma aspiração à universalidade, isto é, considera-se que os outros experimentam uma sensação idêntica estando na mesma situação. IDEIAS FUNDAMENTAIS - O Juízo Estético é subjectivo;

- Aspira à universalidade;

- Enquanto que as teorias estéticas tradicionais são objectivistas (Platão), isto é, normativas; as teorias estéticas contemporâneas (linha de pensamento de Kant) englobam o sujeito e a maneira como ele vivencia as experiências. Comunicabilidade da Experiência
Estética A possibilidade do sentimento de belo ser partilhado por todos abre portas à universalidade, porém, o gosto é subjectivo. (Ver texto Abbagnano, pág. 177) O Juízo Estético é subjectivo: -Depende da maneira como o sujeito se sente e é afectado pelo objecto que percepciona. "Se digo que este quadro é belo é porque aspiro a que todos o reconheçam como tal" (pág.176, Compêndio)
Full transcript