Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Administração Escolar, conceito geral

Seminário de Gestão
by

Marina Vieira

on 9 November 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Administração Escolar, conceito geral

O conceito de administração em geral Administração Escolar Amanda Eid
Daniele Pires
Isis Marques
Marina Vieira
Soraya Rombach Grupo: A Consciência - Sanchez Vázquez, 1977: 208 "Em toda atividade Humana
encontra-se presente a consciência"

- Práxis é toda atividade material, transformadora ajustada a objetivos.

- Mais consciência na práxis criadora do que na práxis reiterativa (imitativa)

- A práxis criadora é determinante, permite o homem enfrentar novas
situações, a criação é necessidade.

- Novas necessidades = novas soluções

- Enquanto a validade dessas soluções não mudam, o homem as repete.

- Segundo Marx e Hegel (dentro de suas visões), criando o homem muda
o mundo e se faz homem. Relações do homem com a natureza
e relações dos homens entre si - O homem se relaciona com a natureza pelo trabalho como “atividade orientada a um fim” (Marx, 1983:150 v. 1, T. 1)

- O homem não transforma apenas a natureza externa, mas também sua própria natureza.

-Marx considera meios de trabalho todas as condições objetivas necessária à realização do processo de trabalho, portanto são meios de produção todos os elementos materiais que participam direta ou indiretamente do processo de produção.

- “Recursos conceptuais”
Conhecimentos e técnicas que o homem acumula historicamente. - Teoria geral da administração: representa a passagem do nível da administração espontânea para o nível da administração reflexiva;

- O surgimento da administração enquanto disciplina teórica não significa que toda atividade humana administrativa passa a ser reflexiva;

- A atividade administrativa participa das contradições e forças em conflito em cada período histórico e em cada formação social determinada -> Sua realização concreta determina ao mesmo tempo em que é determinada; Sociedade - conjunto de instituições que realizam tarefas sociais
Tarefas complexas -> necessidade de coordenação e controle de pessoas ou órgãos com funções administrativas Na escola administração = diretor
Natureza da atividade administrativa - análise sem estrutura social e sem construção histórica (captar a "essência")
Administração -> utilização racional de
recursos para realização de
determinados fins Atividade somente humana,
pois somente o homem é capaz
de estabelecer objetivos a serem cumpridos (aranha vs tecelão/ abelha vs arquiteto -> Marx) Uma vez que se tenha objetivos o homem precisa utilizar meios racionais para realizá-los
Atividade administrativa é então necessária à vida do homem,
O animal age conforme apenas às suas necessidades (físicas, biológicas) - ações determinadas pela natureza

Homem - ação livre, transcende
sua situação natural
- (Saviani) Utilização racional de recursos = recursos sejam adequados aos fins visados + economia.
Os objetivos devem nortear as ações para que não ocorram desvios em sua realização
e devem se concretizar no menor tempo possível e com o menor gasto de recursos. Essas relações ocorrem em mútua interdependência. Relação do homem com a natureza Relações dos homens entre si - O relacionar-se dos homens entre si é condição essencial da existência humana.
“Os indivíduos “partiram”, sempre e em quaisquer circunstâncias, “deles próprios”,
mas eles não eram únicos no sentido de que não podiam deixar de ter relações entre si;
pelo contrário, as suas necessidades, portanto a sua natureza, e a maneira de as satisfazer,
tornava-os dependentes uns dos outros (relação entre os sexos, trocas, divisão do trabalho):
era portanto inevitável que se estabelecessem relações entre eles(..)
Verifica-se de fato, que o desenvolvimento de um indivíduo está condicionado
pelo de todos os outros, com quem se encontra em relações diretas ou indiretas...”
(Marx e Engels, 1974-5, v. II, p. 300).
- Essas relações se manifestam no processo de trabalho por força da própria natureza
do processo de produção no qual estão envolvidas mais de uma pessoa,
ou pela divisão social do trabalho.
- As relações dos homens entre si em ambos os casos para produzirem sua existência material
envolvem a utilização do esforço humano. As relações do homem de acordo
com o conceito de administração - Os recursos materiais e conceptuais precisam se utilizados de maneira racional com vista à realização de objetivos.
- “Racionalização do trabalho”

Engloba as relações do homem/ natureza no interior do processo de administração. Relação com a Natureza: Relações dos homens entre si: - A administração não se ocupa do esforço despendido por pessoas isoladamente, mas com o esforço humano coletivo.
- A utilização racional desse esforço humano coletivo é chamada “Coordenação do esforço humano coletivo”. - A administração pode ser vista, tanto na teoria quanto na prática,
como dois amplos campos que se interpretam: a “racionalização do trabalho
e a “coordenação”, um em dependência do outro.

- É a partir de seu domínio sobre a natureza que o homem se torna humano,
portanto as relações entre os homens não podem ser de dominação
e sim de cooperação.

- A expressão “recursos humanos” precisa ser entendida no sentido específico
de recurso do homem e não do homem como recurso. Práxis Criadora - A criação do ideal é inseparável da criação do real.
- As modificações no processo os tornam diferentes. A resistência na concretização.
- Processo de criação é marcado por incertezas. Práxis Reiterativa - A práxis reiterativa diferentemente da práxis criadora é passível de ser repetida.
- O objeto real é o mesmo que o ideal, pois já se conhece os caminhos da realização.
- Não é imprevisível.
- Torna-se negativo quando sua ocorrência faz com que a criação não seja mais possível, é o processo de burocratização.
- Por mais que seja pequena, existe consciência na repetição, pois ela tem um fim prático. A Administração e as práxis A Administração e as práxis
- Administração criadora e administração reiterativa
- As duas coexistem: assimilando o que já foi feito, e criando novos procedimento ao passo que as necessidades surgem
- Consciência prática: é a transforma o objeto ideal em real. É a que acompanha todo processo. Teoria geral da administração Caráter progressista e contraditório
da atividade administrativa - é a partir desta relação com as contradições que aparece o caráter progressista da atividade administrativa -> passagem de um modo de produção para outro historicamente mais avançado;

- “[...] não se pode pretender que esta se constitua, por si, numa força revolucionária autônoma”;

-caráter contraditório: é compatível tanto com um projeto revolucionário quanto com as forças conservadoras interessadas em manter tal estrutura;

-para que atue na direção da transformação social, é necessário que a atividade administrativa se torne uma práxis reflexivamente revolucionária; - Mas não basta ter a inserção da consciência
no processo prático. - é preciso levar em conta também o grau de consciência dessa inserção que tem o sujeito : consciência da prática ou autoconsciência prática.

- Dois novos niveis da praxis:

Práxis reflexiva: alta consciência da atividade prática
Práxis espontânea: quase não existe consciência da atividade prática. - Não se identificam nem precisam necessariamente cincidir com os dois níveis anteriores.

-Pode existir, então, uma prática administrativa espontânea e uma
prática administrativa reflexiva.

-Em termos históricos, essa autoconsciência prática da administração
não aparece imediatamente acabada na vida dos homens, surgindo somente como decorrência de um longo desenvolvimento histórico da práxis humana. 118055 118686 073217 101408 116556
Full transcript