Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

9º ano - 1º bimestre (parte II)

Colégio Ciman
by

Milena Fernandes da Rocha

on 14 April 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of 9º ano - 1º bimestre (parte II)

Pronomes pessoais do caso oblíquo
1º bimestre
Colocação pronominal
revisão de análise sintática

Pronomes:
substituem ou acompanham substantivos.

Pessoais:
referem-se às 6 pessoas do discurso (123 + SG/PL)

Do caso oblíquo:
exercem função sintática de objetos ou adjuntos.

Obs.: os pronomes pessoais
do caso reto
exercem função sintática de sujeito.
próclise
revisão
bimestral
Colocação pronominal
Sintaxe do período simples
Sintaxe do período composto por coordenação
ênclise
passo a passo período simples
Passo a passo período composto
Análise sintática do período simples e do período composto por coordenação
Mesóclise
ênclise:
fatores repulsivos (4)
Próclise:
fatores atrativos (10)
Função sintática dos PO
mesóclise:
uma raridade
FUnções sintáticas (11 + 1)
Termos essenciais (2)
Sujeito
Predicado
Adjunto adnominal
Predicativo do sujeito e complementos verbais
Predicado
Sujeito
Predicativo do objeto
Colocação pronominal
SINTAXE do período simples
Complementos e predicativos (5)

OD, OI, CN, PS, PO
Adjuntos e apostos (3 + 1)
AA, aa, AP, aposto (explicativo/especificativo/resumitivo/enumerativo)
Termo independente (1)
Vocativo
o que é período?
sindéticas (ECAAA!!!)
assindéticas (vírgula)
conjunções
Coordenação
Assindética
Sindética
Explicativa
Conclusiva
Aditiva
Adversativa
Alternativa
relembrando...
passo a passo
SINTAXE DO PERÍODO COMPOSTO por coordenação
9º ANO
Complemento nominal
O QUE É?
É o estudo da posição que devem ocupar os pronomes oblíquos átonos (me, te, se, o, a, lhe, nos, vos, os, as, lhes) em relação ao verbo.
Me, te, se, nos, vos: OD ou OI

O(s), a(s): OD

Lhe(s): OI
O pronome pode ser colocado antes (próclise) ou depois (ênclise) do verbo e, em alguns casos específicos, entre o radical do verbo e suas desinências (mesóclise).
Palavras de sentido negativo
Não me diga!
Nada o fará contar a verdade...
Ninguém te chamou na conversa, ok?

Advérbios
Sempre me vem à cabeça aquele dia.
Vez ou outra o vejo passar por aqui.
Eu realmente a amo.
Início de período
Disseram-me que você iria faltar.

Oração reduzida com verbo no gerúndio
Cumprimentou os presentes, retirando-se mudo.
O professor entregou o prêmio ao filho, abraçando-o emocionado.

Imperativo
Estou mandando: entregue-me a prova.

Vírgula
Aqui, estuda-se com amor.
Ontem, pediram-me que trouxesse os livros.
Futuro do presente ou futuro do pretérito do indicativo + fator impeditivo de próclise.
Eu vou dar
um presente

a Mariana
.

Eu vou dá-
lo

a ela
.

Eu vou dar-
lhe

um presente
.
Quando são proibidas a próclise e a ênclise.
Variações dos pronomes oblíquos

Verbos terminados em R, S ou Z + o(s)/a(s) = sai o R-S-Z, vem o acento no verbo e o "L" no pronome.

Verbos terminados em M, ÃO, ÕE + o(s)/a(s) = vem o "N" no pronome.

Verbos terminados em MOS + nos/vos = sai o S.
Exemplos

Vou
dar
um presente à Mariana.
Um presente = "o".
Vou
dar-o
à Mariana.
Vou
dá-lo
à Mariana.
Exemplos

Antigamente,
davam
brindes aos participantes.
Brindes = "os".
Antigamente,
davam-os
aos participantes.
Antigamente,
davam-nos
aos participantes.
Pronomes relativos
Mãe, essa é a mãe do Pedro, que me buscou ontem.

Conjunções subordinativas
Quando o recebo em minha casa, fico feliz.

Preposição em + gerúndio
Em se tratando de obrigações, estudar é a menor delas.
Tudo que está dentro da caixinha, mas fora do círculo.
adjunto adverbial e agente da passiva
Acompanham verbos transitivos que emitem opinião/julgamento, atribuindo uma característica ao objeto.
aposto e vocativo
Uma sentença que se organiza em torno de um ou mais verbos, visando à transmissão de uma mensagem.
(coordenação)
Explicativa
Conclusiva
Aditiva
Adversativa
Alternativa
1. Sublinhar o verbo.
2. Identificar o sujeito e, de acordo com o seu núcleo, classificá-lo.
3. Identificar se o verbo é de ação (VS) ou de estado (VL) e classificar o predicado de acordo com as fórmulas apresentadas.
4. Classificar o verbo quanto à sua transitividade.
5. Identificar os complementos verbais, quando o verbo for transitivo.
6. Classificar os termos que “sobraram”.
a. Adjuntos adnominais: tudo que está em uma função sintática e não é núcleo.
b. Adjuntos adverbiais: relacionados ao verbo, indicando circunstâncias (ou intensificando verbos/adjetivos/advérbios).
c. Aposto explicativo: entre vírgulas, acrescenta informação para esclarecer um termo anterior.
Termo que se relaciona a um verbo, a um adjetivo ou a um advérbio, acrescentando informações quanto às circunstâncias (tempo, lugar, modo, companhia, instrumento etc.) ou à intensidade da palavra à qual se refere.
Aposto:
termo que explica, esclarece, resume ou identifica o nome ao qual ele se refere (substantivo, pronome ou equivalentes).
Vocativo:
termo que invoca ou chama um interlocutor; não faz parte do sujeito nem do predicado; não tem posição fixa na oração, mas aparece sempre separado por vírgulas do restante da frase.
Sempre preposicionado; preenche o significado de nomes (substantivos, adjetivos e advérbios) que, sozinhos, não transmitem a informação completa.
Termo que modifica um substantivo, caracterizando-o ou determinando-o; atribui características relativamente permanentes; sintaticamente, é tudo aquilo que está dentro de uma função sintática e não é núcleo. Obs.: pode ocorrer em todas as funções sintáticas, não somente no sujeito.
O que se diz sobre o sujeito; possui sempre um verbo, que deve concordar em número e pessoa com o sujeito da oração.
Protagonista da oração; a respeito de quem se diz alguma coisa; pode praticar ou sofrer uma ação; não tem posição fixa na oração, podendo aparecer antes, depois ou no meio do predicado.
Exemplos
Respeitamos
a nós mesmos.
A nós mesmos = "nos".
Respeitamos-nos
.
Respeitamo-nos
.
Orações exclamativas
Quanto sangue se derramou inutilmente!

Orações optativas
Deus te abençoe!
Pronomes interrogativos
Quem te contou isso?!

Pronomes indefinidos
Todos me perguntaram se você iria.
Cada um se responsabiliza pelo próprio celular.

Pronomes demonstrativos
Isso me obriga a recusar o seu convite.
A morte e a doença, esta me assusta mais do que aquela.
Nunca
se pospõe o pronome átono a um verbo flexionado
no futuro
(do presente ou do pretérito).
Entregar-
te
-ei à polícia.
praticando...
"
Pedro Guedes da Costa
disse que
Brasília
era uma cidade que
Pedro Guedes
queria muito conhecer, acrescentando que achava
Brasília
bonita", afirmou a florista Anália Domingues, que ofereceu água e conversa para
Pedro Guedes
.

Pedro Guedes
contou suas aventuras aos comerciantes locais.

Nas redes sociais, algumas pessoas relataram que tinham visto
Pedro Guedes
em uma pastelaria próxima ao Park Way.

Um leitor afirmou ter visto
Pedro Guedes
perto da Candangolândia.

Uma leitora
garantiu que
Pedro Guedes
caminhava pela Epia na hora em que
a leitora
ia trabalhar.

Idoso sai de Caruaru com
uma grande cruz de madeira
nas mãos, carregando
a grande cruz de madeira
em direção a Trindade-GO.
Ainda em Santa Maria-DF, um policial fotografou
Pedro Guedes
.

Nas terras d
a presidenta Dilma
,
Pedro Guedes
disse que queria aproveitar para conhecer
a presidenta Dilma
.

Buscamos, o tempo todo,
respostas
para nossas inquietantes perguntas. Muitos fiéis vão à Basília do Divino Pai Eterno para encontrar
respostas
.

Pedro Guedes
, como muitos cristãos, afirma que o local é considerando um ambiente onde
se
comunica com Deus.

Todo ano, 2,5 milhões de
pessoas
vão à Basília do Divino Pai Eterno, que recebe
as pessoas
de portas abertas e com muitas festividades locais.

Pedro Guedes
leva
com Pedro Guedes
um cartaz com o resumo da longa viagem.

Perguntarão a
Pedro Guedes
qual o motivo da promessa feita.
por prof.ª MIlena fernandes
Full transcript