Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Clinical features, evaluation, and diagnosis of neonatal sei

No description
by

bruna viana

on 8 September 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Clinical features, evaluation, and diagnosis of neonatal sei

Classificação
DIAGNÓSTICO
CARACTERÍSTICAS CLÍNICAS
Diagnóstico Diferencial
Diagnóstico Etiológico
Convulsão x Tremores

Não acompanha oculares
Sensível a estímulos externos
Ritmico de mesma frequência e
amplitude
Interrompidos por uma flexão passiva
Não se acompanham de sintomas
autonômicos
Padrão de EEG: definitivamente anormal que evolui > 2 microvolt (mV) de amplitude, e tem uma duração de ≥10 segundos
Vídeo EEG - O padrão ouro.
Etiológico:
HG: normal > sangramentos, leão anoxia, macrossomia, obesidade
HM: aborto, DM, DST, DROGAS coagulação. HF
Exame Neurológico: EG PC tônus motor
RNM US

$1.25
Literature review current through: Jun 2015. | This topic last updated: Mar 17, 2015.
INTRODUÇÃO
Literature review current through: Jun 2015. | This topic last updated: Jun 08, 2015
Treatment of neonatal seizures
O primeiro, e talvez o único sinal clínico, de uma desordem do sistema nervoso central (SNC) no recém-nascido.

Difícil de ser reconhecida

Etiologia Potencialmente tratável - determinar a causa e iniciar o tratamento .

Epidemiologia:
Mais freqüência no período neonatal
primeiras semanas de vida
1,5-5,5 por 1000 em recém-nascidos [2-4] e pode ser ainda maior em prematuros
BP, 20X
Convulsão TCG incomum por mielinização incompleta.
1: ESTABILIZAÇÃO
Assegurar ventilação e perfusão adequada

2: TERAPIA ETIOLÓGICO
Distúrbios metabólicos (por exemplo, hipoglicemia, hipocalcemia, hipomagnesemia e) e com o sistema nervoso central (SNC) ou infecções sistémicas.

3: TERAPIA ANTICONVULSIVANTE
Primeira linha: Fenobarbital e Fenitoína
Ataque: 20 mg/kg EV por 10 a 15 min * 5 ou 10mg/kg a cada 10/15m até 40.
eficaz em 70%
Manutenção: 3 a 5 kg/dia
Clinical features, evaluation, and diagnosis of neonatal seizures
Etiologia
Encefalopatia hipóxico isquêmica: Secundária a Asfixia perinatal
Causa mais comum 60% inicício do quadro 12 oras

Hemorragia Intracraniana: Frequênte - RNPT
DD EHI ou lesão traumática *associadas
Primeiros 3 dias
Sudural: contusão - 48hrs Subaracnóide: 2 dias, comumente sem
manifestação.

Hipoglicemia: 50% PIG
Hipocalcemia : 3% isolodamente.
Hipomagnesemia, hipo e hipernatremia
hipo: meningite, hemorragia, IR, encefalopatia

Deficiência de piridoxina

Infecção intracraniana : meningite

Erro Inato do Metabolismo, AVC
Crises convulsivas sutis : RNPT não EEG
Fenômenos oculares : desvio horizontal tremor fixo
Orais bucais linguais mastigação
membros: pedalar nadar boxear
Autonômicos: HAS hiperpneia vasomotor
Apneia sem bradicardia * outros cima.
Clônicas: rítmicos, focal/ multifocal
com fase rápida de contração e lenta
de retorno
diafragma faringe alterações no EEG
Tônicas:
Flexão ou extensão mantida
alterações no EEG
Mioclônicas: rápidos e desordenados podendo ser generalizados, focais ou multifocais, axial
apendicular mais em flexores
mais associada EEG
West: espasmos no
despertar
Subclínica
● Em um estudo, unidade de terapia intensiva (UTI) neonatal enfermeiros e médicos foram treinados para gravar cada evento suspeito para uma amostra de recém-nascidos de alto risco que foram submetidos à EEG convencional.

Apenas 9 % (48 de 526) de todas as convulsões confirmados pelo EEG teve manifestações clínicas constatadas no leito.

78 % (129 de 177) dos eventos paroxísticos anormais documentados por clínicos correlato EEG (ou seja, o eventos documentados não eram convulsões)
Fenitoína:
Após 40mg/kg --- 15 a 20mg/ kg como ataque.
Manutenção: 3 a 5 mg/kg/dia.

Diazepínicos:

15% são refratários
Diazepam, lorazepam, midazolam e clonazepam.
LORAZEPAM: 0.05 - 0,10kg EM 2 a 5 min.
MIDAZOLAM 0.15mg/kg
CLONAZEPAM 0.1 a 0.2


SEGUNDA LINHA:
Thionembutal
Lidocaína: 1mg/kg/dia reduzir 1mg/kg/h a cada dia
Acido Valpórico

novas: Leviracetam VIgabatrina Topiramato
Full transcript