Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

MODERNISMO NO BRASIL

No description
by

Gabriella Silva dos Santos

on 25 July 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of MODERNISMO NO BRASIL

Marcos do modernismo na arte
- 1917.Anita Malfatti- Brasileira que expõe obras com tema antiacadêmico.
- " Paranoia ou mistificação? "Monteiro Lobato.

MODERNISMO NO BRASIL
- Incentivador e Participante da Semana de Arte Moderna. Participa da seção de pinturas com 12 trabalhos.
- Influenciado por Gauguin, Matisse e Braque.
- Adotou uma temática
nacionalista
, de forte acento
social
.

O nascimento de Vênus
, 1940.
- Escultura moderna
- volumes geometrizados de linhas simples

Monumento às bandeiras,
1954.


Tocadora de Guitarra
,1933.
- Suas obras são consideradas as primeiras realizações de um artista brasileiro dentro da estética
cubista
. Participa da Semana com 10 trabalhos.

Pietá
, 1966.

Atirador de arco,
1925.

O SÉCULO XX NO BRASIL
- Início da produção industrial
- Imigração
- Crescimento econômico
- Transformações sociais
PRECURSORES DA SEMANA
- 1913. Lasar Segall- Exposição de obras com características expressionistas.

Duas amigas
, 1913.
Menino com lagartixas
,1917.
PRECURSORES DA SEMANA
A mulher de cabelos verdes,
1915.
O homem amarelo,
1915.
Questão 01.
(UNIUV/2010. Adaptada) O texto a seguir é do início do século XX por um conhecido escritor brasileiro, Monteiro Lobato:
“Há duas espécies de artistas. Uma composta dos que veem normalmente as coisas e em consequência disso fazem arte pura, guardando os eternos ritmos da vida, e adotados para a concretização das emoções estéticas, os processos clássicos dos grandes mestres. (...) A outra espécie é formada pelos que veem anormalmente a natureza, e interpretam-na à luz de teorias efêmeras, sob a sugestão estrábica de escolas rebeldes, surgidas cá e lá como furúnculos da cultura excessiva. São produtos do cansaço e do sadismo de todos os períodos de decadência: são frutos de fins de estação, bichados ao nascedouro.”
O autor referia-se:
A) Às novas escolas artísticas de vanguarda europeia que influenciam a cultura literária brasileira.
B) À Semana de Arte de São Paulo de 1922.
C) À produção artística dos jovens brasileiros, entre eles Anita Malfati.
D) À distinção entre artistas acadêmicos, que dão à representação tratamentos formais e aqueles de vanguarda, que inovam propondo com maneira de compor.
E) A exposição de Lasar Segall em 1915.

ORIGENS DA SEMANA DE 22
- Inspiração nos salões parisienses.
- Apoio financeiro de latifundiários de café.
- Marca a emancipação artística
- Comemoração ao centenário de sua independência.

“A luta por uma nova arte, uma arte independente”
Oswald de Andrade.

ARTISTAS DA SEMANA
DI CAVALCANTI
Pescadores
,1925.
VICENTE DO REGO MONTEIRO
Menino e ovelha,
1925.
TARSILA DO AMARAL
- Figura de destaque do Modernismo Brasileiro
- Não Participa da semana de 22

- Fase Pau- Brasil, 1923=
temas tropicais
brasileiros, a exaltação da fauna, flora, as máquinas, os trilhos símbolos da modernidade urbana que contrastavam com a riqueza e
diversidade
de todo o país. "O mamoeiro".

- Fase Antropofágica, 1928=
devoração
simbólica da cultura do colonizador europeu, sem com isso perder nossa identidade cultural. "Abaporu".

- Fase Social, 1930= Preocupação com os problemas
sociais
e com os trabalhadores- "Os operários".

TARSILA DO AMARAL
Abaporu
, 1928.

O mamoeiro
, 1925

O
Questão 03.
Observe a figura que mostra a pintura de Tarsila do Amaral, “Operários”, realizada em 1933.


Com base na análise da imagem, assinale a alternativa que traduz as características da obra em questão.
a) Tarsila se refere às diferentes etnias que constituíram o corpo de trabalhadores, possibilitando o desenvolvimento industrial de São Paulo.
b) Tarsila se refere às raças e culturas que compõem o país, especialmente na cidade de Belo Horizonte.
c) Tarsila recorre ao tema étnico para dar vazão ao sentimento xenófobo que vigorava na arte brasileira, na década de trinta.
d) Tarsila reflete sobre o valor da indústria nacional, pois as pessoas estão na frente da fábrica esperando para ir trabalhar.
e) Tarsila faz uma crítica social ao mostrar as pessoas empilhadas na frente da fábrica como se fossem produtos para serem vendidos

VITOR BRECHERET
Bailarina
,1920.
CÂNDIDO PORTINARI
- Aluno da AIBA
- Desenvolve a pintura mural

Características:
- corpo volumoso
- pés enormes- relação do homem com a terra.
- terra em tons avermelhados

Café
, 1934.
CÍCERO DIAS
- Pernambucano

Características:
- uso do azul e vermelho
- dá tratamento pessoal às cenas da vida nordestina.
Eu vi o mundo... ele começava no Recife
, 1920.
BRUNO GIORGI
- São Paulo
Características:
*1950
- Sugestão de movimento e vazios,
- linhas curvas e formas angulares.
- Uso do bronze
*1960
- Fomas geométricas
- Uso do mármore branco



Os guerreiros
, 1959
Meteoro
, 1967.
GRUPO SANTA HELENA
- Edifício Santa Helena
- Grupo de amantes da pintura
- Francisco Rebolo, Fluvio Pennachi, Aldo Bonadei, Clóvis Graciano e Alfredo Volpi.
FRANCISCO REBOLO
- Criador do Grupo Santa Helena
- Pintor de paredes
- 1930- Pintura documental
Características:
- Temas- retratos, naturezas-mortas e paisagens de São Paulo.

Real Parque
, 1944.
ALFREDO VOLPI
- Italiano
Características:
-Primeiros quadros- paisagens, retratos e interiores.
- 1950- Valorização das linhas e cores.
Fachada com bandeirinhas
, 1950.
Bandeiras e mastros
, 1960.
ARQUITETURA MODERNA
Casa de Gregori Warchavchik
Predio Martinelli, SP.
- Primeiro arranha-céu do Brasil.
- Giuseppe Martinelli, 1922 a 1929.
GRAVURA
Pescadores.
Xilogravura. Goeldi.1950
- Carlos Oswald- 1950. Atelier de Arte.
- Osvaldo Goeldi- Xilogravura. Ilustração de Livros.
-Poty- desenhista, gravurista e ilustrador, muralista e escultor.

“A presença desse moço expressionista (Segall, em 1913) era por demais prematura para que a arte brasileira, então em plena unanimidade acadêmica, se fecundasse com ela”.
Mário de Andrade



“ Quando Cheguei à Europa, vi pela primeira vez a pintura. Quando visitei os museus fiquei tonta”.
Anita Malfatti

Candido Portinari.
Guerra e Paz.14 x 1,(1952 e1956).

CRIOLO
Os operários,1933.
Full transcript