Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

como ficar livre de dívidas

No description
by

dag henrique gabler

on 29 May 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of como ficar livre de dívidas

avaliação financeira 1

Como ficar livre de dívidas

benefícios de viver livre de dívidas
definindo liberdade financeira
discernindo entre ferramentas e brinquedos
(necessidades x desejos)

compreenda que o trabalho e o nome de Deus são afetados quando você tem dívidas.

viver sem pressões desnecessárias

liberdade para utilizar os seus recursos financeiros.

reduzir drásticamente a fonte de conflitos na família.
simplificar o orçamento doméstico.
liberdade de planejar investimentos a longo prazo sem preocupar com a falta de recursos.
liberdade para doar conforme a direção de Deus.
experimentar a provisão divina.
liberdade do julgamento das pessoas.
ausência de dívidas
ausência de transações financeiras desonestas

ausência de preocupação por falta de dinheiro necessário.
liberdade para doar segundo a orientação de Deus.
ferramentas
- cooperam no exercício de seu serviço.
- multiplicam ganhos.
- liberam tempo
- aumentam a eficácia.
brinquedos

servem para distrair, brincar.
(nada contra ter um brinquedo se temos condições para tal).

o que difere um brinquedo de uma ferramenta é o seu uso. alguma coisa pode ser um brinquedo para uns e ferramenta para outros.
faça uma avaliação financeira, avalie cada gasto com base em como isto irá beneficiar o trabalho de Deus.
comece a comprar à vista, dê à Deus a chance de prover os recursos, antes de comprar.
compreenda que Deus é capaz de prover o dinheiro, quando a conta precisa ser paga.
tenha muita cautela em ser fiador.
não conceda empréstimos para coisas supérfluas, mas doe para necessidades básicas.
cultive uma resistência às compras. (na maioria das vezes a vontade de comprar passa se resistimos à primeira oferta).
utilize suas aptidões manuais para serviços de manutenção do lar
procure descobrir porque Deus permite que os meios sejam insuficientes.
Deus está testando minha fé.
não preciso do dinheiro.
o dinheiro foi providenciado e mal gasto.
há pecado.
a diminuiçaõ dos meios é a maneira que estou sendo treinado.
avaliação financeira 2
Sinais De Estar Muito Endividado
atitudes práticas
gastar mais que 20% da renda mensal com créditos não relacionados com a habitação.
gastar mais que 30% dos rendimentos com habitação.
• Apenas conseguir pagar o mínimo das suas dívidas
• Não conseguir sequer pagar o mínimo das dívidas
• Não saber exatamente quanto dinheiro deve
• Pedir dinheiro emprestado a um credor, para pagar outro
negociando as dívidas
1- faça uma lista com TODAS as dívidas, mesmo as de troco.
2- crie um fundo (plano) de recuperação, de onde sairão os recursos para pagamento.
3- sorria e comece a telefonar aos credores e propor uma negociação, ofereça aquilo que tem condição de cumprir.
5- pague o que foi combinado.
4- passe para o papel o que foi acertado com os credores antes de iniciar qualquer pagamento.
priorizando pagamentos.
Primeiro as pessoas físicas, trabalhadores, empréstimos de amigos e parentes.
procure zerar todas as dívidas menores, pois representam pouco numerário e muito aborrecimento.
Segundo impostos que configurem apropriação indébita, pois podem levar à prisão. se for continuar trabalhando, faça parcelamento dos demais, apenas se impedirem seu funcionamento, caso contrário aguarde algum tipo de REFIS.
busque ajuda competente e conheça seus direitos como devedor, não se deixe intimidar.
Fornecedores, se pretendemos continuar trabalhando, precisam ser priorizados, tudo que um credor deseja é ver que seu devedor é sério, está comprometido com pagar o devido e tem um plano para tal; lembre-se é melhor para ele que sua empresa sobreviva.
bancos são os últimos com quem devemos nos preocupar.
considerações finais
Só se admite parcelar coisas que se valorizem com o passar do tempo, ex imóveis, pois no caso de impossibilidade de pagamento o bem responde pelo débito. Em princípio a valorização do bem tem que ser maior que o pagamento dos juros, ou ferramentas que multiplicarão os ganhos e assim pagarão o seu próprio financiamento.
Nenhum credor admite ser enrolado, isto vai provocar a sua fúria.
Prepare-se para uma longa jornada, enrolar é fácil, resolver é complicado.
A maneira correta de se obter as coisas é fazer uma poupança programada, para pagar o bem à vista.
Ninguém pode vencer os juros compostos, se um homem aos 30 começa a poupar para a aposentadoria e o outro dez anos depois, aos 60 o 1° terá o dobro que o 2°.
lembre-se, a maneira que você lida com o dinheiro tem influência direta no Reino de Deus. seja fiel no pouco.
quem toma emprestado é escravo do que empresta.
a ninguém fiqueis devendo coisa alguma.
se não vos tornastes fiéis na aplicação do alheio, quem vos dará o que é vosso? Lc 16;12
orçamento mensal
cuidado com as armadilhas;
cartão de crédito
cheque pré datado
cheque especial
cdc, etc...

- Fazer dívida é como construir um submarino, pode até flutuar, mais foi feito prá afundar.

dívida é a maneira de se usar um futuro poder de aquisição no presente antes de que uma soma tenha sido ganha.

Dívida é aquilo que se deve, e tem de pagar.
Full transcript