Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

"Guerra cibernética: inteligência e espionagem"

Participação no painel no 3º CyberSecurity 2013 realizada na cidade do Rio de Janeiro no dia 29 de Outubro de 2013. + Informações: http://goo.gl/95G6YG http://goo.gl/kZ8IF7
by

Lincoln Werneck

on 30 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of "Guerra cibernética: inteligência e espionagem"

“Guerra cibernética: inteligência e espionagem”
Em rota de colisão?
O Brasil devassado
O velho mundo
Brasil, um longo caminho
O inicio de tudo
The Guardian
junho/2013
O PRISM e a sociedade do controle.
Google e Facebook negam colaboração
A revelação e a fuga do informante
Gigantes da internet foram obrigadas a ceder dados para grampos do governo dos EUA
06 a 09 de junho/2013
23 de junho/2013
NSA - 2009 até 2013
Larry Page | Mark Zuckerberg
Edward Snowden
Senador Saxby Chambliss
Senador Lindsey Graham
Deputado Mike Rogers
Não vejo problemas nessa prática, por ser “imperativa” na “guerra ao terror”.
A medida da NSA ajudou a impedir um número significativo de ataques terroristas domésticos
“Os números são basicamente coletados por computador”
http://coaliza.org.br/blog/pesquisa-do-senado-mostra-que-882-dos-brasileiros-considera-espionagem-um-desrespeito/
EUA monitoraram ligações de 35 líderes mundiais
Senadora Dianne Feinstein
Chefe do comitê dos serviços secretos do Senado
"Parece-me claramente inaceitável que certas atividades de vigilância tenham sido levadas a cabo ao longo de mais de dez anos sem que a comissão senatorial dos serviços secretos tenha sido informada de maneira satisfatória"
http://www.dn.pt/inicio/globo/interior.aspx?content_id=3502436&seccao=EUA%20e%20Am%E9ricas&page=-1
Democratic
“O Projeto Bullrun usa habilidades da NSA para decodificar a criptografia utilizada em tecnologias de comunicação específicas. O Bullrun envolve várias fontes, as quais são extremamente sensíveis.”
HTTPS, VoiP e TLS/SSL
INTELIGÊNCIA CIBERNÉTICA
+ CriptoGOV: Software utilizado para troca de e-mail's (1o escalão);

+ cGov: Sistema de transmissão de dados seguro que permite aos usuários enviarem documentos uns aos outros sem risco;

+ Telefone fixo seguro: Linha com criptografia de voz desenvolvida pela Abin. Usada pela Presidência, Ministérios da Defesa e Relações Exteriores, Polícia Federal, Forças Armadas, Abin e Petrobrás, entre outros;

+ Telefone móvel seguro: Sistema análogo para celulares. usado pela presidência, Defesa e Itamaraty, entre outros;

+ Plataforma Criptográfica Portátil (PCP): Plataforma de criptografia portátil, em formato de pen drive, que cria zonas seguras, onde podem ser feitos documentos criptografados.
Criptografia NACIONAL
APOIO ESTATAL E CONSTANTE DESENVOLVIMENTO
Empoderamento do cidadão digital
Desenvolver e apoiar iniciativas em Educação Digital
https://prism-break.org/
Fomento do Software Livre
http://www.softwarepublico.gov.br/
http://www.softwarelivre.gov.br/
Inclusão digital como direito fundamental
http://seminarioprivacidade.cgi.br/
Aprovação da Lei
Elaboração: Ministério da Justiça e Fundação Getúlio Vargas

Colaboração: Ministério Comunicação, Desenvolvimento, Fazenda e Ciência e Tecnologia
Decálogo com princípios para a governança da internet no Brasil.

1. Liberdade, privacidade e direitos humanos;
2. Governança democrática e colaborativa;
3. Universalidade;
4. Diversidade;
5. Inovação;
6. Neutralidade da rede;
7. Inimputabilidade da rede;
8. Funcionalidade, segurança e estabilidade;
9. Padronização e interoperabilidade;
10. Ambiente legal e regulatório;
http://www.cgi.br/regulamentacao/pdf/resolucao-2009-003.pdf
Lincoln Werneck
http://about.me/lincolnwerneck
http://coaliza.org.br/
lincolnwerneck@coaliza.org.br
@LincolnWerneck | @Coaliza
INTEGRAÇÃO NACIONAL
- Universidades/Faculdades;
- Centros de pesquisas;
- Hackerspaces;
- Comunidade SegInfo (Eventos);
- Incentivo ao desenvolvimento de tecnologia nacional (auditável).
Agência Nacional de Segurança Cibernética
O Governo Brasileiro e a educação
TIC nas escolas 2012
Difundir o uso da criptografia
As noticias indicam o caminho
Diga não a vigilância digital
Uso de e-mail seguro
O Brasil não possiu ALGORITIMO popular para uso do cidadão.
DSIC possiu ALGORITIMO para uso governamental.
Governo
Cidadão
Full transcript