Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

USO DE FITORREGULADORES NA FRUTICULTURA

No description
by

Erica Munique

on 2 April 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of USO DE FITORREGULADORES NA FRUTICULTURA

INTRODUÇÃO
ETILENO
ÁCIDO ABSCÍSICO
USO DE FITORREGULADORES NA FRUTICULTURA
GIBERELINAS
AUXINAS
Substancias naturais ou sintéticas
Pequenas concentrações
Emissão de raízes, elongação de caules, abscisão de folhas e frutas
Pesquisas no mundo
Efeito fisiológico

SÚMARIO
Auxinas
Giberelinas
Citocininas
Ácido abscísico
Etileno
Ácido indolacético (AIA)
Produzido em locais de crescimento ativo
Transporte basal
Ácido indolacético (AIA), o ácido indolbutírico (AIB), o ácido naftalenoacético (ANA) e o ácido 2,4-diclorofenoxiacético (2,4-D)
A inativação e por enzimas oxidases e foto-oxidação

AUXINAS
AUXINAS
Efeitos da sua aplicação ou produção
AUXINAS
Concentração
AIB
Estabilidade à fotodegradação
Primórdios radiculares
ANA
Desbaste de tangerinas e bagas de uvas
Indução da floração em abacaxizeiro
Raleio químico em macieiras
AUXINAS
ÁCIDO 2,4-D
Herbicida seletivo
Fixação de frutas cítricas
Retarda o amarelecimento da casca
Amadurecimento de bananas
Raízes laterais e adventícias
Auxinas sintéticas
CITOCININAS
GIBERELINAS
GIBERELINAS
GIBERELINAS
Gibberella fujikuroi
Extrato do fungo
80 tipos diferentes
Sementes em germinação
Endosperma e frutas imaturos
Ápices de caules e raízes
Transporte via xilema e floema
Crescimento vegetativo
Germinação de sementes
Retardar a senescência e abscissão
Induzir a partenocarpia
Alongamento de entrenós

GIBERELINAS
Caule e folha
Taxas de alongamento e divisão celular
Parede celular
Produção em plantas anãs
Frutos sem sementes
Comprimento do pedúnculo
Retardam a senescência
Juvenilidade
Iniciação floral, a determinação do sexo e promovem a frutificação
CITOCININAS
Divisão e diferenciação celular
Controle do desenvolvimento Controle senescência
Germinação de sementes
Maturação dos cloroplastos


Cinetina
Regulador de crescimento
Degradação do DNA
Zeatina
Endosperma de milho
Sintéticas
Benziladenina (BA)
Tetrahidropiranilbenziladenina (PBA).


CITOCININAS
CITOCININAS
Meristema apical das raízes
Sintetizadas nas partes aéreas das plantas
Transporte via xilema e floema
Cultivo “in vitro”
Material propagativo
ÁCIDO ABSCÍSICO
Vegetais superiores, algas e fungos Retarda o crescimento Desenvolvimento das plantas
Folhas, gemas, frutas e sementes
Condições de estresse
ÁCIDO ABSCÍSICO
Transporte se dá via floema e xilema
Ligação com glicose ou oxidação
Fenômeno da dormência
Adaptação ao estresse
Controle estomático
Abscisão e senescência de folhas, flores e frutas
CONCLUSÃO
Fitorreguladores essenciais
Naturais ou Sinténticos
Indispensáveis na Fruticultura
Excelentes resultados
BIBLIOGRAFIA
Hormônio do amadurecimento
Regulador vegetal gasoso
Amadurecimento das frutas
Floração em abacaxi; dormência de sementes, gemas, esporos, pólen, expansão de órgãos, epinastia senescência de folhas e flores, abscisão, entre outros.

ETILENO
ETILENO
Produzido por todas as partes da planta
Aumentadas por ferimentos
Frutas não-climatéricos
Aumento na respiração
Frutas climatéricas
Pico
FACHINELLO, José Carlos; KERSTEN, Elio. FRULTICULTURA FUNDAMENTOS E PRATICAS. 2010. Disponível em: <http://www.cpact.embrapa.br/publicacoes/livros/fundamentos-fruticultura/9.htm>. Acesso em: 26 mar. 2015.
Full transcript