Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

TG Resíduos Sólidos

No description
by

André Fonseca

on 22 November 2011

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of TG Resíduos Sólidos

FACULDADE
DE ENGENHARIA DE GUARATINGUETÁ Trabalho de Graduação em Engenharia de Materiais
2010 André Bebber da Fonseca PROPOSTA DE GESTÃO INTEGRADA DE RESÍDUOS SÓLIDOS
URBANOS PARA OS MUNICÍPIOS DE GUARATINGUETÁ,
LORENA E APARECIDA, VALE DO PARAÍBA, SP Orientador: Isabel Cristina de Barros Trannin Objetivo Analisar e propor um modelo de Gestão Integrada de Resíduos para os Municípios de Guaratinguetá, Lorena e Aparecida, no Vale do Paraíba (SP), por meio do estudo do cenário atual, fundamentado na Nova Política de Resíduos Sólidos Introdução Revisão Bibliográfica Materiais
e
Métodos Resultados
e
Discussões Considerações
Finais Duvidas
e Questionamentos Introdução 53 57 Legislação Protocolo de Quioto
Convenção de Copenhagen
Atualização do artigo 22
da Diretiva do Conselho Europeu Política Nacional
de
Resíduos Sólidos Coleta e Destinação Adequada 53 % Região Sudeste
1,204kg/hab.dia Características Gerais dos Municípios Resíduos Sólidos
Urbanos Disposição Final
de
Resíduos Sólidos Política Nacional
de
Resíduos Sólidos Logístisca
Reversa Sustentabilidade
e
Prática Socioambiental Gestão Integrada de
Resíduos Sólidos Muitas Garças Brancas
170 km de São Paulo
112.091 habitantes
41 mil toneladas/ano 82.553 habitantes 13 km de Guaratinguetá 30 mil toneladas/ano 5 km de Guaratinguetá 35.043 habitantes 13 mil toneladas toneladas/ano Resíduos Sólidos Urbanos - RSU ABNT 2004, NBR 10.004
Estado sólido ou semi sólido
Atividades da Comunidade
Classe I , IIA, IIB
Gomes(1989), Degradação
Jardim(1995), Origem Descarga a céu aberto
Aterro Controlado
Aterro Sanitário
Aterro Sanitário Energético NBR 8.419
Disposição em solo
Sem danos ou riscos
Impactos ambientais
Otimização através da Engenharia
Coberura de Terra
Uso Inadequado
Poluição de Solos
Poluição de aguas subterrâneas
SP 2 de 4 aterros esgotados
2 até o final de 2010
88% dos RSU aterrados Fatores Limitantes
Disponibilidade de Terra
Proximidade aos Centros Urbanos
Material de Cobertura
Condições Climáticas de Operação
"Vizinho Rejeitado" Métodos
Trincheira
Rampa
Área Estrutura Simples
Drenagem de águas, gase e chorume
Cercas e Portarias
Balança, Pátio e Iluminação Características Gerais dos Municípios Disposição Final de Resíduos Sólidos Urbanos Aterro Processo de degradação
Aeróbico ou Anaeróbico
Composto Húmico Natural ou Acelerada
Arejamento
Temperatura
Humidade
Concentração de Nutrientes
Granulometria Recuperação e adubo para solos erodidos
Separação eficaz de Resíduos Pirólise Decomposição fisico-quimica
Ausência de Oxigênio
Alta Complexidade e Custo
Redução de Massa
Produção de Óleo e Gás Compostagem Redução Significativa de Volume
Diminuição do Potencial Tóxico
Custos Elevados
Processo Adequado
Geração de Energia Lixões
Proibição do lançamento a céu aberto

Incentivos
Incentivos fiscais e financeiros para tratar e reciclar resíduos

Financiamento
Linhas de financiamento para cooperativas ou associações de catadores

Revisão Bibliográfica Plano de Gestão
Diagnósticos da situação
Metas de redução de lixo
Reciclagem
Ações para atingir os objetivos

Logística reversa
Destinação adequada aos produtos que fabricam, após o uso pelo consumidor Política Nacional
de
Resíduos Sólidos Logística Reversa Estudo do Fluxo de Materiais
Artigo 33 da NPRS Produtor Reciclagem
e
Destinação Final Utilizador Ambiental Social Econômico CenárioPresente e
Futuro Incineração Gestão Integrada de Resíduos Organizar as políticas públicas
Definir Normas
Quebrar Barreiras
Suprimir Disparidades
Utilizar Diversas Linhas Tecnológicas Materiais e Métodos Modelo Logístico Futuro Análise Quantitativa Análise Qualitativa Modelo Logístico Futuro Coleta Transporte Local
Raio de 10 km
Veículos Pequenos Custos Fixos e Variáveis
Fixo
Contrato Custo Mensal
Fixo Mensal x N de Veículos
Variável
Custo por Km
Distância Pecorrida
Quantidade de Viagens Transferência Longas Distâncias
Raio maior 20 km
Veículos Grandes
Aparecida e Lorena
Central de Triagem Custos Diretos
Custos Operacionais
Combustível
Pneus e Motoristas
Manutenção
Custos Indiretos
Depreciação
Margem
Retenção Análise Qualitativa Critérios Econômico
Legal
Técnico
Sustentabilidade
Sub-Critérios
Custo Operacional
Licenciamento
Complexidade
Impacto Social
Pesos
Pesos de acordo com a importância de cada critério e subcritério
Total de 10 pontos por critério. Análise Quantitativa Estrutura de Fluxo de Caixa Premissas Custos médios utilizados (Tarifa de luz, custo das soluções, etc)
Apenas 67% são tratados
Perdido na Secagem
Retirado na Triagem
Receita de Reciglagem Desconsiderada
1,0 kg/hab.dia]
Taxa de Crescimento Anual Composta (CAGR) 2,4%
10 anos das 3 Cidades
Custo Logístico Semelhante
Financiamento do BNDES com Juros e amortização de 8% ao ano em 20 anos
Gestão Compartilhada – Parceria Público Privada
Resultados e Discussões Cenários Incineração Aterro Sanitário Pirólise Compostagem Custo Logístico
X
Solução Atual Alto Custo
Ambientalmente Contestável
Captação de Gases
Destinação adequada das Cinzas
Processo eficiente e abrangente
Geração de Energia
Capacidade Necessária 200 toneladas/dia
Comparação com o projeto anunciado pela , Metrópole, p. C8 no dia 05 de Agosto de 2010
Mil toneladas diárias
Geração excedente de 30Mwh
Abastecimento de uma cidade de 300 mil habitantes
Projeto atual é 1/5 do projeto do incinerador de São Paulo
Estudo de Caso - usina Verde 50 ton por dia
Custo Médio entre os dois exemplos
54 pontos na Análise Qualitativa
Capacidade de Absorção da Demanda
VPL R$ -30 milhões
Produção de 2,96Mwh
Alimentação de uma cidade com 50 mil habitantes
Centro de Triagem Incluso nos Investimentos Solução simples
Baixo Custo-Benefício
“Vizinho Rejeitado”
Cuidados Ambientais
Impermeabilização
Queima de Metano
Solução Abrangente
49 pontos na Análise Qualitativa
Processo de quebra química na ausência de oxigênio
Alto custo e Complexidade Tecnológica
Petrobrás, Pneus de Xisto
53 pontos na Análise Qualitativa
Produção de GLP, Gás Combustível
Recuperação de Enxofre Adubo e Recuperação de Solos
Processo Lento
Baixo Custo
Separação Exigente
Mau Cheiro
66 pontos na Análise Qualitativa
Ambientalmente adequado
Custo Aproximado de R$ 42 milhões em 20 anos Solução Atual
R$ 202,00 por tonelada
R$ 156 milhões
20 anos
Sem considerar crescimento da População Mesmo com a soma do custo de qualquer solução a proposta é economicamente melhor que a solução atual Considerações Finais Agradecimentos A Deus
A minha orientadora Isabel Cristina de Barros Trannin
A minha Família
Aos meus amigos da República Xanadu
Ao meu amigo Jonas Fernandes
Em Especial ao meu Bisavô Hélio de Sá Carneiro
A UNESP Dúvidas e Questionamentos
Full transcript