Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

visita domiciliar e implementação da sistematização da assis

No description
by

Carol zemolin

on 1 December 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of visita domiciliar e implementação da sistematização da assis

Histórico De Enfermagem
Diagnósticos De Enfermagem
Para realizar os diagnósticos da família o grupo usou o livro NANDA 2015-2017, sendo assim foram evidenciados os seguintes diagnósticos de enfermagem: estilo de vida sedentário, falta de adesão, planejamento de atividade ineficaz, comportamento de saúde propenso a risco, saúde deficiente na comunidade, risco de sobrepeso, obesidade, dor, disposição para melhorar o autocuidado, risco de baixo autoestima situacional e vulnerabilidade familiar e social.

Este estudo foi realizado através de visitas domiciliares afim de levar o bem estar e o acolhimento as famílias menos favorecidas daquele bairro.
A realização dessa visita oportunizou o aprendizado para os acadêmicos e a família, pois esse vinculo permitiu a troca de informações e a realização de ações.
Verificou-se que nas visitas permitiu que a família tivesse uma maior compreensão sobre assuntos relacionados à saúde, salientando a importância de receber orientações de profissionais da saúde de forma educativa, a fim de promover o cuidado integral da família.

Disciplina: Teorias da enfermagem
Professora: Dirce Backes
Acadêmicas: Caroline Zemolin, juliana cerezer dos santos

visita domiciliar e implementação da sistematização da assistência de enfermagem a uma família em vulnerabilidade social.
Planejamento de Enfermagem
Junto com a família o grupo realizou o planejamento da mesma auxiliando-a na promoção do seu empreendedorismo com o estímulo a retomada de uma de suas profissões, auxiliando na confecção de materiais para que possa dar inicio a sua atividade profissional.

Implementação de Enfermagem
Com base no livro NANDA NIC-NOC foi realizado as seguintes Classificações das Intervenções de Enfermagem, respectivamente: promoção de exercícios, controle de peso, orientação quanto Sistema de Saúde, estabelecimento de metas, apoio à tomada de decisões, educação em saúde, orientação aos pais, promoção do envolvimento familiar, melhora da autocompetência, promoção do exercício, controle do peso, controle de medicamentos, controle da dor, melhora do enfrentamento, melhora da autoestima, aconselhamento.
As Classificações das Intervenções de Enfermagem (NIC) são de suma importância ao paciente, pois, possibilita o acompanhamento integral das necessidades psicológicas e físicas do paciente e uma atualização constante do tratamento.
Essas ações de enfermagem auxiliam o paciente a progredir em direção aos resultados desejados (NANDA NOC-NIC, 2012).

Avaliação – Evolução de Enfermagem
Avaliamos que a intervenção realizada na família foi de suma importância, pois, a mãe sempre nos recebeu atenciosamente e em cada visita realizada procurava saber um pouco mais do que tinha duvidas em relação às vacinas de seus filhos. Assim, evidenciamos a partir de seus relatos de que como ela se encontra desempregada no seguinte momento, não tem condições de ajudar o marido nas despesas da casa, veio a nos relatar que por algum tempo ela trabalhou de manicure indo até a residência de quem contratava seus serviços e que agora iria ser de grande ajuda se ela voltasse a realizar o mesmo. Com a ajuda da professora coordenadora de nosso grupo chegamos à conclusão de que se juntássemos o material e doássemos a ela seria de grande proveito por parte dela, feito este levantamento e vendo o interesse da mesma doamos o material para que ela comece a retomar seu trabalho. Enfim, em nem todos os casos a enfermagem irá ajudar trazendo seus conhecimentos em saúde, neste caso além de passarmos nossos ensinamentos entramos com a ação de melhora na renda da família, pois, isso poderia ser o começo de um entrave na saúde de todos pela baixa situação financeira que se encontram na atualidade.

Para realizar a SAE dentro de uma família que se encontra em estado de vulnerabilidade social elegemos a Teoria das Necessidades Humanas Básicas de Wanda de Aguiar Horta como marco teórico na sustentabilidade operacional da SAE junto com nossa família. Tendo a Teoria das Necessidades Humanas Básicas por fundamento, estabelece-se a metodologia ou Processo de Enfermagem em seis fases: Histórico, Diagnóstico, Plano Assistencial, Prescrição de Enfermagem, Evolução e Prognóstico. Salienta-se a importância do desenvolvimento de habilidades denominadas instrumentos básicos, para a execução do Processo de Enfermagem.
Com base no que foi exposto acima e reforçando a importância da SAE este estudo tem como objetivo evidenciar os cinco passos da SAE com uma família de uma comunidade socialmente vulnerável. No Brasil, Wanda de Aguiar Horta formulou uma teoria para explicar a natureza da Enfermagem, definir seu campo de ação e a metodologia científica para dar embasamento em sua prática. Para Horta, "assistir em Enfermagem é fazer pelo ser humano aquilo que ele não pode fazer por si mesmo; ajudar ou auxiliar quando parcialmente impossibilitado de se autocuidar; orientar ou ensinar, supervisionar e encaminhar a outros profissionais"

referências:
1
. Cunha SMB, Barros ALBL. Análise da implementação da Sistematização da Assistência de Enfermagem, segundo o Modelo Conceitual de Horta. Rev Bras Enferm 2005; 58(5): 568-72.

2. Pires SB, Méier MJ. A sistematização do cuidado em enfermagem: uma análise da implementação [dissertação]. Curitiba: Programa de Pós-Graduação em Enfermagem, Universidade Federal do Paraná; 2007.

3. Horta WA. Processo de Enfermagem. Sao Paulo: EDUSP;1979. p. 1-99.

4. Garcia TR, Nóbrega MML, Carvalho EC. Nursing process: application to the professional practice. Online Braz J Nurs 2004; 3(2). Disponível em: http://www.uff.br/nepae/ objn302garciaetal.htm

5. Craft-Rosemberg M. Diagnósticos de Enfermagem da NANDA. Porto Alegre: Artmed; 2005-2006

6. Diagnóstico de enfermagem: uma abordagem conceitual e prática. João Pessoa: Ccs/UFPb; 1990

7. Conselho Internacional de Enfermagem. Classificação internacional para a prática de enfermagem: versão Beta 2.


Trata-se de L., mulher casada com 36 anos de idade, mãe de quatro filhos. Mora com o marido, V., numa casa pequena situada em uma comunidade da cidade de Santa Maria. L., está desempregada a um ano e seu marido V., trabalha como caminhoneiro. L., relata sentir dores nas costas e seu marido V., apresenta gota, as crianças não apresentam nenhum tipo de patologia visivelmente.
Full transcript