Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Mídia e Política: Esfera Pública e Representação Social

No description
by

Tayane Abib

on 28 March 2018

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Mídia e Política: Esfera Pública e Representação Social

Mídia e Política:
Esfera Pública
"O príncipe e seus terra-tenentes ‘são’ o país, ao invés de simplesmente colocar-se em lugar dele, eles só podem representar num sentido específico: eles representam a sua dominação, ao invés de o fazer
pelo
povo, fazem-no
perante
o povo" (HABERMAS, 1984)
Esfera Pública
Opinião pública como mecanismo de defesa da burguesia em relação à autoridade estatal
Esfera Pública
Jürgen Habermas |
Mudança Estrutural da Esfera Pública
(1962) | Escola de Frankfurt - 2ª geração
Esfera Pública
Constituição Francesa de 1791 legitima juridicamente a esfera pública ao garantir a livre circulação de opiniões e ideias
Esfera Pública
Burguesia renuncia ao exercício direto do governo | Protesto pelo direito de incorporar a publicitação nos mecanismos de relação entre Estado e sociedade
Esfera Pública e Representação Social
Políticas e Sistemas da Informação
Profa. Tayane Abib
Razão instrumental -> Razão Comunicativa
Divisão entre público e privado:
Polis
grega: maior relevância ao espaço público |
Locus
de liberdade para conversação
Idade Média: diluição da antítese | Representatividade pública como status | Concentração de poder na esfera individual
Idade Moderna: maior separação dos espaços | Representatividade pública ainda
perante
o povo
À medida que a sociedade capitalista se consolida, a sociedade burguesa em ascensão se opõe ao Estado
Crescente relevância pública da esfera privada (produção e comércio) | Interferência do Estado na economia
Inglaterra e conflito entre interesses
restritivos
do capital comercial, controlado pelo Estado, e os interesses
expansivos
do capital industrial, com fundamentos liberais
Interesse em conscientizar o público para pressão por direitos liberais
Esfera pública pré-capitalista e configuração literária, não política | Caráter epistolar da informação; correspondências privadas
Mudança na relação da burguesia com o poder: primeira classe cuja fonte de domínio é independente do controle do Estado, localizada no nível privado
Reivindicação por prestação de contas em público e emergência de uma esfera constituída por indivíduos particulares publicamente reunidos
Submeter as decisões da autoridade estatal à
crítica racional
Influência sobre o Parlamento Inglês e esfera pública com caráter de instituição da sociedade civil com relativo poder político
“Institucionalizados, tais comentários e tais críticas de medidas da Coroa e de deliberações do Parlamento, modificam a natureza do poder público, chamado agora perante o fórum do público. Através disso, o poder torna-se público em duplo sentido" (HABERMAS, 1984)
Fortalecimento da ideia de que toda dominação e autoridade não são legítimas se não se submeterem à esfera pública | Argumentação com valor contratual
Burguesia vai assumindo posição central no "público", mas é fraca no "poder público
Defesa da liberdade econômica e ataque ao princípio de dominação vigente para torná-lo racional: não baseado numa superioridade determinada por uma origem hereditariamente nobre, mas no
melhor argumento racionalmente
submetido à opinião pública
De uma esfera do poder estatal, a esfera pública passou a ser um fórum “para onde se dirigiam as pessoas privadas a fim de obrigar o poder público a se legitimar perante a opinião pública” (HABERMAS, 1984)
Full transcript