Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Jornalismo Impresso II

No description
by

Luiz Araujo

on 4 May 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Jornalismo Impresso II

Jornalismo Impresso II
Conteúdo programático
História do jornalismo opinativo: mundo e Brasil

Jornalismo opinativo e diversional: definição e características

Gêneros do jornalismo opinativo: editorial, crônica, artigo, crítica, resenha, comentário, coluna, ensaio – classificação e estrutura. Produção de textos


Opinião ilustrada: charge, caricatura, cartum e quadrinhos. Opinião do leitor: cartas

A persuasão no texto jornalístico opinativo. Análise de textos dos gêneros de jornalismo opinativo

Provas
Pontualidade na entrega
de exercícios e trabalhos
Trabalhos individuais e
em grupo
Referências
A disciplina
Curso: Comunicação Social – Jornalismo
Créditos: 4.0
Carga horária: 60 horas/aula
Frequência: a chamada será feita no início de cada período de aula. A cada aula completa correspondem quatro presenças ou faltas.
Horário: segundas-feiras, com início às 18h50min




Citações
Citações diretas inferiores a três linhas devem ser digitadas entre aspas duplas, sem itálico ou negrito, no corpo do próprio texto. Em caso ordinário, ao final da citação, devem ser indicados entre parênteses o sobrenome do autor, com maiúscula apenas inicial, ano e página da publicação, no seguinte formato: (Martino, 2013, p.45). Acima de três linhas, as citações devem ser deslocadas do parágrafo (recuo de 1,25cm) e digitadas em espaço simples, corpo 11 e sem aspas. No final da citação, devem ser indicados entre parênteses o sobrenome do autor, data e número de página, como no caso anterior.
Importante
O ponto final deve vir depois do parênteses, nunca antes.

Exemplo:

(Araujo, 2009, pp. 55-65)

As obras citadas deverão aparecer nas referências ao final do texto.

Quando um autor aparecer em citações com duas obras diferentes, deve ser feita a diferenciação acrescentando-se letra ao ano da publicação. Ex: 2014a e 2014b
Metodologia de trabalho
Aulas expositivas
Exercícios individuais e em grupos
Produção de textos
Pesquisa extraclasse: opinião jornalística em jornal
Palestras de convidados
Provas
Ementa
O texto jornalístico opinativo. A persuasão no texto jornalístico. O texto opinativo em jornal e revista: semelhanças e diferenças. Gêneros do jornalismo opinativo: editorial, crônica, artigo, crítica, ensaio, resenha, comentário, coluna, opinião ilustrada e espaço do leitor. Produção de textos. Jornalismo diversional no mundo e no Brasil: origens e história. O Novo Jornalismo: características.
Importante
Todos os exercícios, atividades e trabalhos da disciplina deverão ser postados no ambiente Unisc Virtual, em formato Word, obedecendo à seguinte padronização:

Nome do arquivo contendo nome do autor

Capa com título do trabalho e nome do autor

Fonte Times New Roman

Corpo 12, sem recuo na primeira linha

Espaçamento 1,5, sem justificação à direita


Recursos audiovisuais
Datashow
Trabalhos de campo e em laboratório de informática
Quadro
Indicação de filmes
Avaliação
Correção de trabalhos e provas
Na correção de trabalhos e provas, serão levados em conta erros de ortografia, pontuação e regência nominal e verbal, sem prejuízo da avaliação de aspectos como clareza, estilo, criatividade etc.

Trabalhos em atraso serão aceitos até uma semana depois da data prevista, valendo até metade (50%) da nota. Findo esse prazo, não serão aceitos.

O plágio, tanto no jornalismo como no mundo acadêmico, é uma prática nociva que deve ser combatida e denunciada. Plágio acarreta anulação de trabalho ou prova.
Importante
Provas e trabalhos ficarão disponíveis apenas para consulta após a correção na secretaria do curso.

Todos os trabalhos e provas permanecerão com o professor.
Programação
25/2 – Apresentação.
Diferença entre notícia
e opinião. O que é opinião?
O que é jornalismo opinativo?
4/3 – O que é jornalismo opinativo. História do texto opinativo no jornalismo. A passagem do jornalismo opinativo para o informativo. A compartimentalização da informação. A opinião em jornal e revista: semelhanças e diferenças. O gênero opinativo.
11/3 – Editorial: O que é, classificação e estrutura. O editorial em jornal e em revista: leitura e discussão de textos. O trabalho do editorialista.
18/3 – Editorial: contextualização em jornal impresso, revista, rádio, televisão e internet. Análise de editorial de jornais e revistas. Produção de editorial.
25/3 – Editorial: exercício em aula com orientações específicas. Atividade em duplas. Avaliação do primeiro editorial.
8/4 – Artigo: O que é, classificação e estrutura. A construção do artigo. O articulista.
Ensaio: definição e estrutura. Apresentação de artigos publicados em jornais da região.
15/4 – Crônica: O que é, classificação e estrutura. A crônica como gênero jornalístico. Crônica e artigo. A crônica e sua relação com a literatura. Cronistas. A crônica nos jornais. A crônica na revista. Orientação para exercício e entrega.
22/4 – Resenha: o que é e sua estrutura. A resenha como gênero jornalístico. Resenha em revista. Encaminhamento do exercício. Orientações para a prova. Avaliações artigo e crônica.
29/4 – Prova. Entrega da resenha.

6/5 – Crítica: o que é, tipos. Crítica X resenha. Crítica em revista. Sugestão de filmes.
Avaliação da prova.
13/5 – Encaminhamento e realização da crítica de filme. Crítica preferencialmente
de filme relacionado com a comunicação. Entrega do exercício
3/6 – Bate-papo com colunista. Orientações para exercício de coluna do dia 10 de junho.
10/6 – Exercício da coluna jornalística orientado e realizado em aula.
17/6 – Comentário: definição e estrutura. A questão da atualidade. Exercício no segundo período. Entrega de pesquisa/ensaio sobre Jornalismo Opinativo em jornal local ou regional.
24/6 – A imagem como elemento de opinião em veículos impressos. charge, caricatura e quadrinhos. História, definições e diferenças. Jornalismo ilustrativo em revista. O ombudsman no jornalismo. Opinião do leitor e liberdade de expressão. Conselho de leitores como elemento de opinião em jornal. Os leitores na revista. Exemplos. Orientações para a prova. Jornalismo diversional no mundo e no Brasil: Origens e história. O novo jornalismo: características.


20/5 – XX Seacom

27/5 – Comentários sobre o exercício da Crítica. A coluna: definição e estrutura. Os tipos de coluna. O perfil do colunista. A coluna e a segmentação editorial. O formato da coluna. O furo jornalístico na coluna. A coluna na revista. O blog jornalístico. Orientações para o exercício.
1º/7 – Prova.

15/7 – Exame.
BAHIA, Juarez. Jornal, história e técnica. 4. ed. rev. e aum. São Paulo: Ática, 1990.

DINES, Alberto. O papel do jornal: uma releitura. 5. ed., ampl. e atual. São Paulo: Summus, 1986.

FONSECA, Joaquim da. Caricatura: a imagem gráfica do humor. Porto Alegre: Artes e Ofícios, 1999.

MARIA, Antônio. Benditas sejam as moças: as crônicas de Antônio Maria. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2002.

MARTINS, Franklin. Jornalismo político. São Paulo: Contexto, 2005.

MELO, José Marques de. Jornalismo opinativo: gêneros opinativos no jornalismo brasileiro. 3. ed., rev. e ampl. Campos do Jordão: Mantiqueira, 2003.






MELO, José Marques de; ASSIS, Francisco de (org.). Gêneros jornalísticos no Brasil. São Bernardo do Campo: Umesp, 2010.

MELO, José Marques de. A opinião no jornalismo brasileiro. 2. ed., rev. Petrópolis: Vozes, 1994.

NOBLAT, Ricardo. O que é ser jornalista: memórias profissionais de Ricardo Noblat. Rio de Janeiro: Record, 2004.

SODRÉ, Nelson Werneck. História da imprensa no Brasil. 4. ed Rio de Janeiro: Mauad, c1998.

TALESE, Gay. Fama e anonimato. 2. ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2004.


Full transcript