Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O CAMINHO DA JUSTIFICAÇÃO

CARTA AOS ROMANOS - LIÇÃO 5
by

Marcos Antonio Alves José

on 14 March 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O CAMINHO DA JUSTIFICAÇÃO

29Deus é Deus apenas dos judeus? Ele não é também o Deus dos gentios? Sim, dos gentios também, 30visto que existe um só Deus, que pela fé justificará os circuncisos e os incircuncisos. 31Anulamos então a Lei pela fé? De maneira nenhuma! Ao contrário, confirmamos a Lei.
I
Como a justiça de Deus se revela
Versículo Chave: Rm 3:23-24
Levar o aluno a saber que a justiça de Deus se revelou em Cristo; que só é possível obter a justiça pela fé na pessoa do Redentor; e entender o caráter étnico universal da justiça divina.
JUSTIFICAÇÃO

É o ato judicial da graça de Deus declarar o crente, após sua fé, justo, justificado, herdeiro, imputando-lhe a justiça de Cristo. Este ato ocorre no momento da conversão.
1
A justiça de Deus é fruto de Sua promessa (Rm 3:21)
2
A justiça de Deus é mediante a fé (Rm 3:22-23)
3
A justiça de Deus é gratuíta pelo mérito de Cristo (Rm 3:24-28)
4
A justiça de Deus é etnicamente universal (Rm 3:29-31
II
Abrão e a justiça de Deus
1
A justificação pela fé glorifica a Deus (Rm 4:1-8)
2
A justificação pela fé é anterior à (Rm 4:9-12)
3
A justificação pela fé suplantou a obediência à lei
"Pois todos pecara e carecem da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus
O caminho da
justificação
Deus é o Justo Juiz
Não há homem justo - Nem Judeu, nem Gentio. O caminho da justificação é a OBEDIÊNCIA A JESUS.
Mas agora se manifestou uma justiça que provém de Deus, independente da Lei, da qual testemunham a Lei e os Profetas,
22justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo para todos os que creem. Não há distinção, 23pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus,
24sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus. 25Deus o ofereceu como sacrifício para propiciação mediante a fé, pelo seu sangue, demonstrando a sua justiça. Em sua tolerância, havia deixado impunes os pecados anteriormente cometidos; 26mas, no presente, demonstrou a sua justiça, a fim de ser justo e justificador daquele que tem fé em Jesus.
27Onde está, então, o motivo de vanglória? É excluído. Baseado em que princípio? No da obediência à Lei? Não, mas no princípio da fé. 28Pois sustentamos que o homem é justificado pela fé, independente da obediência à Lei.
1Portanto, que diremos do nosso antepassado Abraão? 2Se de fato Abraão foi justificado pelas obras, ele tem do que se gloriar, mas não diante de Deus. 3Que diz a Escritura? “Abraão creu em Deus, e isso lhe foi creditado como justiça.” 4Ora, o salário do homem que trabalha não é considerado como favor, mas como dívida.
5Todavia, àquele que não trabalha, mas confia em Deus, quae justifica o ímpio, sua fé lhe é creditada como justiça. 6Davi diz a mesma coisa, quando fala da felicidade do homem a quem Deus credita justiça independente de obras: 7“Como são felizes aqueles que têm suas transgressões perdoadas, cujos pecados são apagados! 8Como é feliz aquele a quem o Senhor não atribui culpa!”
11Assim ele recebeu a circuncisão como sinal, como selo da justiça que ele tinha pela fé, quando ainda não fora circuncidado. Portanto, ele é o pai de todos os que creem, sem terem sido circuncidados, a fim de que a justiça fosse creditada também a eles; 12e é igualmente o pai dos circuncisos que não somente são circuncisos, mas também andam nos passos da fé que teve nosso pai Abraão antes de passar pela circuncisão.
9Destina-se essa felicidade apenas aos circuncisos ou também aos incircuncisos? Já dissemos que, no caso de Abraão, a fé lhe foi creditada como justiça. 10Sob quais circunstâncias? Antes ou depois de ter sido circuncidado? Não foi depois, mas antes!
13Não foi mediante a Lei que Abraão e a sua descendência receberam a promessa de que ele seria herdeiro do mundo, mas mediante a justiça que vem da fé. 14Pois, se os que vivem pela Lei são herdeiros, a fé não tem valor, e a promessa é inútil; 15porque a Lei produz a ira. E onde não há Lei, não há transgressão.
16Portanto, a promessa vem pela fé, para que seja de acordo com a graça e seja assim garantida a toda a descendência de Abraão; não apenas aos que estão sob o regime da Lei, mas também aos que têm a fé que Abraão teve. Ele é o pai de todos nós.
17Como está escrito: “Eu o constituí pai de muitas nações” . Ele é nosso pai aos olhos de Deus, em quem creu, o Deus que dá vida aos mortos e chama à existência coisas que não existem, como se existissem.
18Abraão, contra toda esperança, em esperança creu, tornando-se assim pai de muitas nações, como foi dito a seu respeito: “Assim será a sua descendência” . 19Sem se enfraquecer na fé, reconheceu que o seu corpo já estava sem vitalidade, pois já contava cerca de cem anos de idade, e que também o ventre de Sara já estava sem vigor. 20Mesmo assim não duvidou nem foi incrédulo em relação à promessa de Deus, mas foi fortalecido em sua fé e deu glória a Deus,
Deus, 21estando plenamente convencido de que ele era poderoso para cumprir o que havia prometido. 22Em consequência, “isso lhe foi creditado como justiça” . 23As palavras “lhe foi creditado” não foram escritas apenas para ele, 24mas também para nós, a quem Deus creditará justiça, a nós, que cremos naquele que ressuscitou dos mortos a Jesus, nosso Senhor. 25Ele foi entregue à morte por nossos pecados e ressuscitado para nossa justificação.
Somos o povo mais feliz da Terra!
O caminho da
justificação
Full transcript