Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Depressão

No description
by

Rafael Ribeiro

on 19 February 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Depressão

SUICÍDIO ! "...estado grave e persistente de abatimento, uma tristeza profunda ou um sentimento de angústia e desespero. O estado de espírito pode frequentemente assemelhar-se a irritabilidade. Por outro lado, o indivíduo que esteja a sofrer de uma depressão grave é incapaz de obter prazer em actividades que, em circunstâncias normais, lhe seriam agradáveis..." (Anedonia) Tipos de Depressão:
Primária (quando não tem uma causa detectável) ou secundária (atribuível a doenças físicas ou a medicamentos).
Genética, de acordo com o padrão de aparecimento em membros de uma mesma família (esporádica, espectral ou familial).
Unipolar (quando não há ocorrência de episódios de mania) ou bipolar (quando ocorrerem sintomas intercalados ou concomitantes de mania).
Leve ou grave, de acordo com a gravidade dos sintomas e o grau de comprometimento funcional. DEPRESSÃO... Depressão reativa ou secundária



Surge em resposta a um estresse identificável como perdas (reações de luto), doença física importante (tumores cerebrais, AVC, hipo ou hipertireoidismo, doença de Cushing, LES, etc.), ou uso de drogas (reserpina, clonidina, metildopa, propranolol, promazina, clorpormazina, acetazolamida, atropina, hioscina, haloperidol, corticosteróides, benzodiazepínicos, barbitúricos, anticoncepcionais, hormônios tireoidianos, etc). Corresponde a mais de 60% de todas as depressões. Depressão melancólica ou endógena

Forma grave, com acentuado retardo ou agitação psicomotora, anedonia, humor não reativo a estímulos agradáveis, despertar matinal precoce, sintomas piores de manhã. Depressão atípica



Humor reativo a estímulos (a pessoa consegue se alegrar com estímulos agradáveis), inversão dos sintomas vegetativos (ao invés de insônia e falta de apetite, a pessoa tem hipersonia e aumento de apetite), ansiedade acentuada, queixas fóbicas. Depressão sazonal

Relacionada à luminosidade diurna, com episódios que se repetem no outono/inverno e sintomas atípicos. Mais freqüente em países com inverno rigoroso, melhora com fototerapia (exposição diária prolongada a luz forte). Depressão pós-parto



Ocorre entre 2 semanas a 12 meses após o parto, com risco maior em mulheres com antecedentes de depressão. Considera-se que o parto (e as mudanças que ele traz, hormonais e de vida) seja um potente estressor, desencadeando depressão em mulheres com tendência à mesma. Depressão Agitada

Captação viciosa em Adrenalina
Distorções da realidade e noção do perigo. Depressão com sintomas psicóticos:
Forma rara, porém grave, com delírios e alucinações. Alguns alimentos estimulam a síntese de serotonina, responsável pela sensação de bem-estar, e podem ajudar no controle do estresse e das emoções. Com o consumo de alimentos simples, você pode conseguir amenizar os efeitos da depressão. São alimentos básicos de uma alimentação brasileira e você pode encontrar em qualquer supermercado próximo de casa. É importante e indispensável incluir em sua dieta alimentos ricos em carboidratos (pães, arroz, macarrão, amido), em ácido fólico (frutas cítricas, feijão), em minerais como potássio (vegetais de cores fortes), magnésio (abóbora, amendoim, tofu), selênio (noz e castanha-do-pará, nas vitaminas C (mamão, frutas cítricas) e do complexo B (atum, frango, amendoim). Esses nutrientes estimulam a atividade cerebral e te energizam, colocando pra longe os sentimentos tristes.
Full transcript