Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A Medusa

A Medusa, em Percy Jackson e O Ladrão de Raios
by

Samir Atum

on 16 August 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A Medusa

A Medusa, em Percy Jackson e O Ladrão de Raios
Na mitologia grega, era um monstro do sexo feminino, uma das três Górgonas, quem quer que olhasse diretamente para os olhos dela era transformado em pedra. Ao contrário de suas irmãs Górgonas, Esteno e Euríale, Medusa era mortal. Ela foi decapitada pelo herói Perseu, que utilizou posteriormente sua cabeça como arma, até dá-la para a deusa Atena, que a colocou em seu escudo. Medusa teria sido originalmente uma bela donzela, mas foi amaldiçoada por Atena, ficando assim na sua forma final.
No filme, Medusa esta em uma loja de estátuas, onde Percy encontra uma senhora tentando escapar dela, os heróis tentam fugir, algo muito difícil, já que eles têm que manter os olhos fechados, senão virarão mais uma das estátuas da coleção de Medusa. A senhora é petrificada ao olhar nos olhos de Medusa e Percy e seus amigos conseguem matá-la e guardar sua cabeça.
Há algumas semelhanças entre o mito e o filme, em ambos Medusa tem o poder de transformar quem olhar para ela em pedra. O herói que mata Medusa se chama Perseu (porém são diferentes heróis), o herói mata a perversa e arranca sua cabeça para utiliza-la como uma arma. Porém, também existem diferenças, como o fato de no mito não haver uma senhora tentando fugir de Medusa. Medusa não expõe as pessoas que petrificou em uma loja, mas sim em um jardim.
Semelhanças e diferenças entre o livro e o filme
No livro Medusa é a dona de uma loja de estátuas, onde usa seu poder, de transformar as pessoas em pedra para adquirir suas mercadorias, as estátuas, e assim vendê-las para Hades (o deus do mundo inferior). Ela é morta por Percy, que usa sua cabeça como uma arma.
Esses fatos escritos no livro também são retratados no mito de Medusa. Ela transforma em pedra quem a olha diretamente, foi decaptada por um herói chamado Perseu (mesmo não sendo o mesmo Perseu do mito), ela era mortal, sua cabeça foi usada como uma arma após retirada de seu corpo, e Atena tirou sua beleza, por ter relações com Poseidon em seu templo, deixando-a com o cabelo de cobras. Porém no mito de Medusa, ela não vende nada a Hades.

Propaganda

A Medusa é uma figura do mundo mitológico da Grécia Antiga. Representada por uma mulher com enormes serpentes na cabeça, possuía também presas de bronze e asas de ouro. As lendas e mitos gregos contavam que ela tinha o poder de transformar em estátuas de pedra as pessoas que olhassem diretamente em seus olhos.
Era uma das três irmãs górgonas, porém, ao contrário das outras duas (Euriále e Esteno), Medusa era mortal. Era filha de Ceto e Fórcis (divindades marinhas). Assim como suas outras duas irmãs, foi transformada em monstro pela deusa Atena.
Na Grécia Antiga, quase todas as pessoas tinham muito medo da Medusa. De acordo com a mitologia, ela habitava o extremo ocidente da Grécia, em companhia de suas irmãs.
Na mitologia grega, Medusa foi morta pelo herói Perseu. Usando seu escudo de bronze bem polido, olhou para ela através do reflexo para não ser transformado em pedra. Após decaptá-la, entregou a cabeça à deusa Atena, que a fixou ao seu escudo.
O que é a história da Medusa
Medusa e o herói Perseu
Assim como no livro, o Classicismo tem uma de suas características a valorização da mitologia grega. Na história, Percy Jackson é um garoto que leva uma vida normal até seus doze anos, quando descobre que é um semi-deus, ou seja, é filho de deus com um humano. Para ficar a salvo, Percy vai para o Acampamento Meio Sangue, onde encontra diversas outras crianças que, assim como ele, são semi-deuses. O conceito de semi-deuses faz parte da mitologia grega.
Assim também como o Classicismo, o livro valoriza os aspectos culturais e filosóficos da cultura da antiga Grécia, uma vez que fala sobre deuses e seus mitos, titãs, sátiros, o Olimpo, entre outros. Fala do modo de vida dos deuses e de seus pensamentos sobre a humanidade.

Comparação da obra ao Classicismo em sua vertente épica
Assim como no Classicismo, o livro fala sobre o humanismo, o qual é a filosofia moral que coloca os humanos como principais, numa escala de importância.
Também assim como no Classicismo e no livro, há o predomínio da razão. Em diversas de suas aventuras, Percy usa a razão, lógica, mais do que usa a emoção para conseguir vencer seus obstáculos.
Em várias partes do livro, Percy duvida da existência de deuses, alegando que isso era apenas uma forma dos gregos antigos explicarem como tudo se formou. Assim como falado por Quíron, ao longo dos milênios, os humanos deixaram a ideia de deuses de lado. Antigamente acreditavam que estes deuses eram mais poderosos do que qualquer coisa, porém nos dias atuais acreditam firmemente que não existem.
Full transcript