Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Imunologia do Transplante

No description
by

Kaline Batista

on 21 May 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Imunologia do Transplante

Obrigada!
Equipe: Eva Anny Wélly de Souza Brito
Gabriela Santos Feitosa Alves
Gizely Cipriano Farias
Girlene Magalhães de Sousa
Kaline Helen Batista Lima
Rita de Kássia Paulino Rodrigues


Imunologia do Transplante
Dúvidas?
Prevenção e tratamento da rejeição de aloenxertos
Células T CD4+ ou CD8+ ou aloanticorpos são capazes de mediar a rejeição de aloenxertos. Todos por mecanismos distintos.
A rejeição de enxertos é classificada com base nas características histopatológicas ou no curso temporal da rejeição após o transplante.
O sistema imunológico realiza alguns mecanismos que são usados para rejeitar os aloenxertos.

MHC/CPH

http://www.notapositiva.com/pt/trbestbs/biologia/12transplantes.htm 30/03 as 18:00hrs
http://www.portaldasaude.pt/portal/conteudos/informacoes+uteis/doacao+de+orgaos+e+transplantes/transplante.htm 01/04 as 20:00hrs
http://www.abto.org.br/abtov03/Upload/file/RBT/2013/rbt20131tr-parcial.pdf 01/04 as 22:15hrs

ABBAS, A. K., LINCHTMAN, A. H., PILLAI. S., Imunologia Celular e Molecular. 6º edição, 4º tiragem, [tradução de Claudia Reali e outros] – Rio de Janeiro: Elsevier, 2008
ROITT, I. M., DELVES, P. J., MARTIN, S. J., BURTON, D. R., Fundamentos de Imunologia. 12º edição. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2013.
ROITT, I. M., ROBSON, A., Imunologia Básica. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2011.


Referências

Importância do grupo sanguíneo em transfusões de sangue e gravidez


Antígeno Rhesus (Rh)

Antígenos de grupo sanguíneo ABO

Antígenos dos grupos sanguíneos ABO

Transfusão sanguínea

Transplante Xenogênico

Métodos de Imunossuressão em Uso Clínico

Influencia da compatibilidade de MHC na sobrevida do enxerto

Influencia da ciclosporina na sobrevida do enxerto

Mecanismo de ação de fármacos imunossupressoras

ABBAS, 2008. pág.: 385

Complexo de Histocompatibilidade
(MHC/CPH)

Reconhecimento de Aloantígenos

Pessoas que vivem com enxertos funcionais de órgãos nos Estados Unidos, 1999-2007

Aspecto dos enxertos de ele dos camundongos

ABBAS, 7º ED., 2011 pag.: 367

Rejeição de primeiro e segundo conjunto de aloenxerto

Xenoenxerto

ABBAS, 2011. pág.: 375

Rejeição crônica

ABBAS, 2011. pág.: 375

Rejeição aguda

ABBAS, 2011. pág.: 375

Rejeição Hieperaguda

ABBAS, 2008. pág.: 377

A genética da rejeição de enxertos

Tipos de Enxertos

Humoral

Celular

Aloantígeno

Respostas Imunológicas aos Aloenxertos

ABBAS, 2008. pág.: 379

Reconhecimento direto de aloantígenos

Reconhecimento direto e indireto de aloantígenos

ABBAS, 2008. pág.: 378

Reconhecimento de Aloantígenos

Órgãos vivos

Tecido

O que é um transplante?

Células

À transferência



ABBAS, 2008. pág.: 377

Apresentação indireta de aloantígenos

Moléculas do MHC alogênicas podem ser processadas e apresentadas por APCs do receptor que penetram nos enxertos, e as moléculas do MHC processadas são reconhecidas por células T como antígenos proteicos estranhos convencionais.

ABBAS, 7º ED., 2011 pag.: 372

Ativação de células T alorreativas

ABBAS, 2008. pág.: 382

Ativação de Linfócitos Alorreativos

ABBAS, 2008.pag.: 384


Mecanismos Efetores da Rejeição de Aloenxertos

Índice de sobrevida dos enxertos dos transplantes primários realizados nos EUA
CLINICAMENTE

APÓS O TRANSPLANTE

TRANSPLANTE DE MEDULA ÓSSEA

RADIAÇÃO

QUIMIOTERAPIA

E definido como o transplante de células tronco hematopoieticas pluripotenciais. Mais comum em um inoculo de células da medula óssea coletadas por aspiração;
1-Imagem inoculo


Histopatologia de GVHD agudo na pele
Full transcript