Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Seminário de Vida no Espírito

SVES 1
by

Marcelo Bernini

on 10 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Seminário de Vida no Espírito

Seminário de Vida
no Espírito Santo FAZENDO UM BOM SVE 1 “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura” (Mc 16,15). 1. Cumprir a regra de vida da RCC;
2. Ler o livro de Neemias e observar suas orientações;
3. Ler, observar e obedecer as profecias;
4. Fazer de cada dia do SVE um encontro de oração. ORIENTAÇÕES GERAIS 1. Falta de oração/intercessão (espiritualidade inexistente, falta de unção);
2. Desorganização (falta de planejamento);
3. Falta de compromisso;
4. Falta de divulgação (divulgação mal feita);
5. Falta de unidade (amor fraterno);
6. Falta de estrutura (má organização);
7. Pastoreio mal feito;
8. Servir sem alegria;
9. Descompromisso com horário (atraso);
10. Falta de bons servos; DEZ COISAS (TAMBÉM ATITUDES) QUE ATRAPALHAM UM BOM SVE 1. Boa espiritualidade;
2. Bom método (manual indicado pela RCCBRASIL);
3. Humildade;
4. Divulgação bem feita;
5. Compromisso;
6. Obediência (também quanto ao horário);
7. Bom acolhimento;
8. Jejum e oração (por todos, pode e deve incentivar as ovelhas a orarem);
9. Pregadores e ministros de oração com unção;
10. Música ungida. DEZ COISAS (TAMBÉM ATITUDES) QUE FACILITAM UM BOM SVE 1. Crescimento do grupo de oração;
2. Conversão dos filhos de Deus a Ele;
3. Ajudar os irmãos a terem experiência pessoal com Deus;
4. Ajudar os irmãos a experimentarem o Batismo no Espírito Santo;
5. Ajudar os irmãos a se salvarem, individualmente e com suas famílias (inclui experiência pessoal de salvação);
6. Anunciar Jesus Cristo Ressuscitado, a Verdadeira Salvação;
7. Ajudar os irmãos a experimentarem o amor de Deus;
8. Cumprir o mandato missionário (Mt 28,19-20; Mc 16,15; evangelização completa);
9. Difundir e promover a Cultura de Pentecostes;
10. Promover, com a unção do Espírito Santo, a cura e a libertação dos irmãos. DEZ MOTIVOS PARA
FAZER UM BOM SVE 1. Fazendo boa divulgação;
2. Orando pessoalmente e com os servos (Regra de Vida da RCC);
3. Servindo compromissadamente e com dedicação;
4. Cultivando e vivendo a humilde (Ef 5,21);
5. Cumprindo bem os horários;
6. Planejando com antecedência conveniente;
7. Escutando a vontade de Deus
8. Servindo com testemunho de vida;
9. Discernindo para si um convite pessoal de Deus (docilmente ouvir a voz de Jesus que diz: “Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho da toda criatura, Mc 16,15);
10. Sendo obediente às orientações das coordenações, incluindo as que se encontram no manual do SVE. COMO FAZER UM BOM SVE? (DEZ AÇÕES QUE AJUDARÃO)
Nada tem

Não tem descanso

Não tem sequer água

Tem a alma esgotada

Se perde

Vive na escuridão

Está desprotegida

Não encontra alimento

Não é nada

Não tem futuro

Não tem abrigo OVELHA SEM PASTOR
Nada falta

Encontra repouso

É saciada

Tem a alma restaurada

É conduzida por caminhos seguros

Não teme as trevas

É amparada pelo cajado do pastor

É alimentada

É importante e festejada

Tem vida longa

Habita na casa do Senhor OVELHA COM PASTOR Na organização do SVES temos 3 tipos de equipes:
Coordenação Geral
Equipes de Espiritualidade
Pastoreio
Oração
Música
Intercessão
Pregação
Equipes de Estrutura
Montagem
Comunicação Social
Limpeza
Livraria
Cantina I - ORGANIZAÇÃO Coordenação Geral
Reunir os servos de todas as equipes para orar
Escutar profeticamente as moções de Deus para o SVES
Montar as equipes e dividir as tarefas
Tomar decisões
Estar presente todos os dias do SVES
Saber tudo que acontece durante o SVES
Zelar pelo bom andamento ATRIBUIÇÕES DAS EQUIPES Realizar o Pastoreio geral do SVES
Interceder pelas ovelhas
Recepcionar todos os participantes no início do SVES, especialmente as ovelhas
Preparar a formação para os servos do SVES
Fazer a Programação
Controlar a Programação
Dar suporte às outras equipes Equipes de Espiritualidade
1. Pastoreio
Realizar o Pastoreio das ovelhas do SVES
Interceder pelas ovelhas
Reunir-se para orar e planejar antes, durante e depois do SVES
Participar da formação para Pastoreio antes do SVES
Recepcionar as ovelhas no início de cada encontro
Coordenar os grupos de partilha
Escolher um nome para os Grupos de Partilha ATRIBUIÇÕES DAS EQUIPES Cuidar da freqüência
Ter o cadastro das ovelhas com nome, endereço, telefone, email, aniversário
Distribuir, comentar e recolher as vivências
Manter uma ficha de cada participante fazendo anotações sobre o mesmo
Ensinar as ovelhas os primeiros passos na Oração Pessoal e na Lectio Divina Tirar dúvidas das ovelhas
Auxiliá-los na prática dos carismas
Planejar, organizar e conduzir as partilhas nos grupos com cuidado para que ninguém fale demais ou de menos
Ser criativo no Pastoreio
Fazer lembrancinhas sobre o tema do dia e sobre o nome dos grupos de partilha ATRIBUIÇÕES DAS EQUIPES Desenvolver o sentimento e a prática de comunidade entre as ovelhas
Visitar as ovelhas, conhecer sua realidade
Manter contato com cada ovelha pelo menos uma vez por semana
Marcar atividades durante a semana com as ovelhas
Incentivar a participação na Santa Missa
Estar disponível para as ovelhas Oração
A condução da oração é partilhada pelas pessoas designadas pela equipe de coordenação, em unidade com os servos da equipe de música
Responsável por todos os momentos de oração do SVES
Todas as orações devem seguir o tema do dia
Levar as ovelhas a uma experiência com Deus
Servos que sabem conduzir oração (MOCL ou Intercessão) ATRIBUIÇÕES DAS EQUIPES Música
Reunir-se para orar e ensaiar
Discernir as músicas de acordo com os temas
Providenciar folhetos e músicas para cada tema do SVES
Responsável pelo som e montagem de instrumentos
Chegar com antecedência para organizar e montar o som
Levar a uma experiência com o Senhor através do louvor
Desenvolver nas ovelhas a espiritualidade da RCC através da música
Ministrar a música de acordo com as orientações do Ministério de Música e Artes da RCC Brasil ATRIBUIÇÕES DAS EQUIPES Intercessão
Interceder pelo SVES antes, durante e depois
Escutar o Senhor profeticamente
Discernir estratégias de oração e combate espiritual ATRIBUIÇÕES DAS EQUIPES Pregação
Saber a moção de Deus para o SVES
Reunir-se para oração
Conhecer os temas
Respeitar o tempo
Ser fiel ao tema
Pregar querigmaticamente
Ministrar a pregação de acordo com as orientações do Ministério de Pregação da RCC Brasil
Escolher os pregadores com um mês de antecedência, no mínimo.
A cada dia deve-se designar um servo da equipe de coordenação como substituto do pregador, caso ele falte ATRIBUIÇÕES DAS EQUIPES Equipes de Estrutura
Montagem
Cuidar de toda a estrutura do SVES
Organizar cadeiras, som, local dos grupos de partilha, estante e água para o pregador
Ornamentar o local com cartazes e etc ATRIBUIÇÕES DAS EQUIPES Comunicação Social
Fazer toda a divulgação do SVES
Elaborar estratégias de divulgação baseada na moção e nos temas
Convidar nas missas e no grupo de oração
Fazer chamadas, vinhetas e convites criativos e atraentes
Divulgar na internet
Fazer cartazes, panfletos, fichas de inscrição e tarefas que serão entregues às ovelhas
Confeccionar crachás e lembrancinhas do tema do dia
Montar o material para inscrição e acompanhamentos das ovelhas
A mensagem do dia ATRIBUIÇÕES DAS EQUIPES Programação Diária 30min para cânticos iniciais (animação e oração)
40min para pregação
20min de oração para acolher a Palavra
30min para partilha e entrega de vivências
10min para cânticos e recados
15min para avaliação (apenas os servos)
Total: 02h30 (duas horas e trinta minutos) Avaliação Deve ser feita na caridade, rápida e objetiva
Avaliar o desempenho de cada uma das ações (houve unção na música? Como foi a pregação? Os pregadores pregaram bem? As ovelhas aderiram à oração? E o Pastoreio?)
Limitar-se a enumerar pontos negativos e positivos ocorridos nas diversas fases do encontro durante aquele dia.
A palavra é facultada para os que desejarem falar. Avaliação Os servos que serviram nas equipes avaliadas negativamente não devem justificar seus erros, ao contrário, devem ouvir com brandura e mansidão;
Os servos da equipe de coordenação devem conversar com as equipes que foram avaliadas negativamente e tomar medidas para que melhorem para o próximo encontro. Avaliação Os servos que serviram nas equipes avaliadas negativamente não devem justificar seus erros, ao contrário, devem ouvir com brandura e mansidão;
Os servos da equipe de coordenação devem conversar com as equipes que foram avaliadas negativamente e tomar medidas para que melhorem para o próximo encontro. Tirar cópias das Vivências de acordo com a quantidade de participantes;
Entregar cópias aos servos do pastoreio de acordo com a quantidade de participante de cada Grupo
Acrescentar o nome do Grupo de Partilha e o nome do participante (o Grupo de Partilha precisa ter um nome, um número ou uma letra).
Ao final da partilha, o Servo do Pastoreio deve entregar as vivências a cada membro do Grupo o qual deve responder e entregar na partilha da semana seguinte III. A Vivência do SVES Reservar tempo para oração diária, pela manhã preferencialmente, para viver os frutos da oração durante o restante do dia.
Sanar as dúvidas
Durante a oração ler o trecho da Sagrada Escritura designado para o dia e preencher e/ou responder a lacuna/questão do dia
Após a pregação sobre o Pecado, demonstrar o valor e necessidade da confissão sacramental.
Full transcript