Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

O iluminismo e a revolução francesa

Um Prezi que fala sobre revolução francesa e iluminismo
by

Elisa Harley

on 28 April 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of O iluminismo e a revolução francesa

Iluminismo e Revolução Francesa O iluminismo começou na França no séc. XVII, quando um grupo de pensadores resolveu criar uma nova forma de pensar. Eles diziam que suas idéias iluminariam todas as trevas da sociedade. luz para toda a vida O iluminismo falava de um novo conjunto de ideias. Essas ideias afirmavam que o ser humano devia pensar (racionalizar), procurar respostas para as suas perguntas ao invés de apenas acreditar na fé. Era importante perceber que o acontecimentos tinham uma razão de ser, não aconteciam ao acaso. Essas ideias ajudaram a dar fim ao antigo regime. Na época do Iluminismo, houve uma, insatisfação popular, pois o 3º estado começou a cobrar seus direitos, e se juntaram para destruir os limites que os aprisionava. Liderados pelo 3º estado, houve a Revolução Francesa (1789) com o seu lema: Liberdade, Igualdade e Fraternidade. Antes das idéias iluministas, a situação da França na época do antigo regime era bastante desconfortável, pois o 3º estado passava por uma extrema injustiça. Os impostos eram pagos pelos burgueses e trabalhadores de campo somente com expectativa de manter o luxo da burguesia, e em troca, receberiam uma nova rebilião, porem a burguesia só estava enteressada no dinheiro, e quando já estavam suficientemente ricos, nao fizeram nada pelos trabalhoder de campo. A França no sec. XVIII era absolutista, ou seja, o rei tinha poder de controlar a política, a economia, a religião dos súditos e entre outros. Havia falta de democracia, pois o povo não podia votar, nem expressar suas sugestões para o rei e nem para o governo. Nessa época o governo francês era hierarquizado. Nem todo o povo precisava pagar impostos, os mais poderosos como o clero, não precisavam. Portanto, a família do rei, os duques, condes, marqueses e outros nobres tinham uma vida luxuosa. Impostos... Na época iluminista a sociedade era dividida da seguinte forma:
1º Estado: Clero;
2º Estado: Nobreza;
3º Estado: Burguesia, e os trabalhadores do campo; Nessa época, o 3º estado não tinha poder em relação á política. Essa ainda era a época do antigo regime, onde o rei comandava tudo e a todos, atrasando os comerciantes burgueses pelo mercantilismo, onde o governo poderia interferir nas transaçoes comercias. Alguns iluministas criaram uma enciclopédia, que tentava reunir todos os pensamentos criados na época, para que o conhecimentos fosse divulgado para todos os níveis da população. Em sua obra: O espírito das leis, Montesquieu defendeu a tese das divisões dos poderes em:
- Poder Legislativo, que elabora as leis.
- Poder Executivo, que executa as leis.
- Poder Judiciário, que cuida para que as leis sejam obedecidas. A filosofia procurava esclarecer o homem na natureza Iluminismo Aluna: Elisabeth Costa Harley
Professora: Glauce.
Turma: 8º Ano A Voltaire fazia parte de uma família nobre francesa. Estudou num colégio jesuíta da França, onde aprendeu latim e grego.

Em 1713, foi designado como secretário da embaixada da França na cidade de Haia (Holanda). Em 1726, em função de uma disputa com um nobre francês, foi preso na Bastilha por cinco meses. Libertado, foi exilado na Inglaterra, onde viveu na cidade de Londres entre os anos de 1726 e 1728.

Retornou para a França em 1728 e começou a divulgar idéias filosóficas, desenvolvidas na fase que viveu em Londres. Estas idéias baseavam-se, principalmente, nos pensamentos de Newton e John Locke.

Em 1734, publicou uma de suas grandes obras, Cartas Filosóficas, em que defende a liberdade ideológica, a tolerância religiosa e o combate ao fanatismo dogmático.

Em 1742, viajou para a cidade de Berlim, onde foi nomeado historiógrafo, acadêmico e cavaleiro da Câmara Real. Em função de conflitos, precisou sair da Alemanha e foi morar na Suíça.

Retornou para Paris em 1778, onde morreu neste mesmo ano, no dia 30 de maio. Iluministas; - Voltaire foi influenciado, no campo da idéias, pelo cientista Isaac Newton e pelo filósofo John Locke.

- Defendia as liberdades civis (de expressão, religiosa e de associação).

- Criticou as instituições políticas da monarquia, combatendo o absolutismo.

- Criticou o poder da Igreja Católica e sua interferência no sistema político.

- Foi um defensor do livre comércio, contra o controle do estado na economia.

- Foi um importante pensador do iluminismo francês e suas idéias influenciaram muito nos processos da Revolução Francesa e de Independência dos Estados Unidos. Voltaire Posso não concordar com nenhuma das palavras que você disser, mas defenderei até a morte o direito de você dizê-las. Édipo, 1718

Mariamne, 1724

La Henriade, 1728

História de Charles XII, 1730

Brutus, 1730

Cartas filosóficas, 1734

Mondain, 1736

Epître sur Newton, 1736

Tratado de Matafísica, 1736

O infante pródigo, 1736 John Locke Locke criticou a teoria do direito divino dos reis, formulada pelo filósofo Thomas Hobbes. Para Locke, a soberania não reside no Estado, mas sim na população. Embora admitisse a supremacia do Estado, Locke dizia que este deve respeitar as leis natural e civil.

Locke também defendeu a separação da Igreja do Estado e a liberdade religiosa, recebendo por estas idéias forte oposição da Igreja Católica.

Para Locke, o poder deveria ser dividido em três: Executivo, Legislativo e Judiciário. De acordo com sua visão, o Poder Legislativo, por representar o povo, era o mais importante.

Embora defendesse que todos os homens fossem iguais, foi um defensor da escravidão. Não relacionava a escravidão à raça, mas sim aos vencidos na guerra. De acordo com Locke, os inimigos e capturados na guerra poderiam ser mortos, mas como suas vidas são mantidas, devem trocar a liberdade pela escravidão. Estudou Filosofia, Medicina e Ciências Naturais na Universidade de Oxford. Em 1683, foi morar na Holanda, e só voltou com o estabelecimentop do protestantismo em 1688. Em 1683, Luck foi nomeado ministro do comercio. Locke faleceu em 28 de outubro de 1704, no condado de Essex (Inglaterra). Nunca se casou ou teve filhos. - Cartas sobre a tolerância (1689)
- Dois Tratados sobre o governo (1689)
- Ensaio a cerca do entendimento humano (1690)
- Pensamentos sobre a educação (1693) - "Não se revolta um povo inteiro a não ser que a opressão é geral."
- "A leitura fornece conhecimento à mente. O pensamento incorpora o que lemos".
- "As ações dos seres humanos são as melhores intérpretes de seus pensamentos". Rousseau não conheceu a mãe, pois ela morreu no momento do parto. Foi criado pelo pai, um relojoeiro, até os 10 anos de idade. Em 1722, outra tragédia familiar acontece na vida de Rousseau, a morte do pai. Na adolescência foi estudar numa rígida escola religiosa. Nesta época estudou muito e desenvolveu grande interesse pela leitura e música.

No final da adolescência foi morar em Paris e, na fase adulta, começou a ter contatos com a elite intelectual da cidade. Foi convidado por Diderot para escrever alguns verbetes para a Enciclopédia.

No ano de 1762, Rousseau começou a ser perseguido na França, pois suas obras foram consideradas uma afronta aos costumes morais e religiosos. Refugiou-se na cidade suíça de Neuchâtel. Em 1765, foi morar na Inglaterra a convide do filósofo David Hume.

De volta à França, Rousseau casou-se com Thérèse Levasseur, no ano de 1767.

Escreveu, além de estudos políticos, romances e ensaios sobre educação, religião e literatura. Sua obra principal é Do Contrato Social. Nesta obra, defende a idéia de que o ser humano nasce bom, porém a sociedade o conduz a degeneração. Afirma também que a sociedade funciona como um pacto social, onde os indivíduos, organizados em sociedade, concedem alguns direitos ao Estado em troca de proteção e organização. Jean Jacques Rosseau - Discurso Sobre as Ciências e as Artes
- Discurso Sobre a Origem da Desigualdade Entre os Homens
- Do Contrato Social
- Emílio, ou da Educação
- Os Devaneios de um Caminhante Solitário - "O mais forte não é suficientemente forte se não conseguir transformar a sua força em direito e a obediência em dever"
- "Vosso filho nada deve obter porque pede, mas porque precisa, nem fazer nada por obediência, mas por necessidade"
- "A razão forma o ser humano, o sentimento o conduz." Em plena época do Iluminismo, Adam Smith tornou-se um dos principais teóricos do liberalismo econômico. Sua principal teoria baseava-se na ideia de que deveria haver total liberdade econômica para que a iniciativa privada pudesse se desenvolver, sem a intervenção do Estado. A livre concorrência entre os empresários regularia o mercado, provocando a queda de preços e as inovações tecnológicas necessárias para melhorar a qualidade dos produtos e aumentar o ritmo de produção.

As ideias de Adam Smith tiveram uma grande influência na burguesia européia do século XVIII, pois atacavam a política econômica mercantilista promovida pelos reis absolutistas, além de contestar o regime de direitos feudais que ainda persistia em muitas regiões rurais da Europa.

A teoria de Adam Smith foi de fundamental importância para o desenvolvimento do capitalismo nos séculos XIX e XX. Adam Smith - Teoria dos sentimentos morais (1759)
- A Riqueza das Nações (1776) - "A riqueza de uma nação se mede pela riqueza do povo e não pela riqueza dos príncipes."

- "Impostos que visem a prevenir, ou mesmo reduzir a importação, são evidentemente tão destrutivos das rendas alfandegárias quanto a liberdade de comércio."

- "No estágio adiantado da sociedade, portanto, são paupérrimas as pessoas que fazem comércio daquilo que os outros procuram como passatempo." . É um dos divulgadores do positivismo no Brasil. Benjamin Constant Botelho de Magalhães nasceu em Niterói em 1852 entra para o Exército. Estuda engenharia na Escola Central e astronomia no Observatório do Rio de Janeiro, na mesma época em que ensina matemática no Imperial Colégio Pedro II.
Fundou o Clube Militar em 1887, e acaba se tornando presidence.
Após a proclamação da República assume a pasta da Guerra no governo provisório e, em 1890, é aclamado general-de-brigada em comício público.
Nesse mesmo ano passa a chefiar o Ministério da Instrução Pública, Correios e Telégrafos. Elabora reforma no ensino baseada nos princípios do positivismo, corrente filosófica que considerava a educação prática anuladora das tensões sociais. Morre no Rio de Janeiro A fome espreita a porta do homem laborioso, mas não se atreve a entrar. Benjamin Constant Iluministas O iluminismo promoveu muitas caracteristicas de muito impático na sociedade, algumas delas foram: Racionalismo;
- Razao vinha em primeiro lugar. Antiabsolutismo;
- Defendiam uma sociedade democratica (alguns);
- Defemdiam que os reis tivessem poderes limitados (alguns). Anticlericalismo;
- Revolta com a igreja Católica
(Voltaire) Liberalismo econômico;
-Liberdade na comercialização. Assembléa Constituente 1789 - 1791 Monarquia Constitucioonal 1791 - 1792 Comvenção 1792 - 1795 Diretório 1795 - 1799 Fontes:
www.suapesquiza.com
livro de história-passaporte
www.brasilescola.com.br
yahoo
facebook.com
Livro: Tudo sobre História
www.iluministas.com.br
imagens-google
Full transcript