Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Modos de citar o discurso alheio

No description

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Modos de citar o discurso alheio

Discurso indireto
Discurso indireto livre
O discurso indireto livre possui uma forma híbrida fundindo os tipos de discurso (direto e indireto), ou seja, há intervenções do narrador bem como da fala das personagens entretanto, sem a utilização do sinal gráfico travessão.

O discurso é assumido por um sujeito-locutor cujo objetivo é demonstrar sua perspectiva de enfoque para os interlocutores.
Língua Portuguesa

Modos de citar o discurso alheio

Prof. Peterson Nogueira
No entanto, o locutor não é o único responsável por aquilo que diz.
Ele nunca está sozinho, pois divide o seu espaço discursivo com outras ideias já postuladas.
O locutor pode travar um diálogo consensual ou conflituoso. Dessa forma, ele tenta validar o seu discurso para torná-lo mais aceitável.
Existem, assim, diversas formas de recorrer ao discurso do outro.
Discurso direto
Separa o discurso citante do discurso citado, utilizando recursos tipográficos explícitos: dois-pontos seguidos de travessão, separando a fala do narrador da fala alheia; ou, fala alheia entre aspas, separada da fala do narrador por meio da vírgula.

O Menino Maluquinho chegou em casa todo feliz e disse pra mãe:
- Mãe, tirei dez na escola!
- Que bom, meu filho! Em que tirou dez?
- Em Geografia e em Ciências. Cinco em cada.
E a mãe, baixinho sussurrou:
- Bom, pelo menos ele aprendeu a somar.

O discurso citante não expõe as palavras exatas do discurso citado, mas sim o conteúdo do pensamento, a partir do uso do conectivo QUE ou SE, conjunções integrantes que servem para ligar os dois discursos (citante e citado), ainda tornando possível a identificação de cada um deles.

Drummond disse que o brasileiro precisava mais de poesia do que de dinheiro.
Conversão de discurso direto para indireto
Na passagem do discurso direto para o indireto, há uma forma de conversão verbal. Vejamos...
Então Paula corria, corria o mais que podia para tentar resolver a situação. Logo a mim, logo a mim isso tinha que acontecer! Ela não sabia se conseguiria chegar a tempo e resolver aquela confusão. Tomara que eu consiga!
Modalização em discurso segundo

De maneira simples, o enunciador mostra que não é responsável pelo enunciado, indicando que está , e apoiando em um discurso alheio, por meio de expressões do tipo: segundo, conforme, para, de acordo com, etc.
Cristiano Ronaldo é, para a Fifa, o melhor jogador de 2014.
O enunciador citante isola em itálico e/ou entre aspas um fragmento que, ao mesmo tempo, é utilizado, empregado e citado. É uma forma híbrida, pois inicia como se fosse o discurso indireto, mas, de repente, apresenta um trecho demarcado tipograficamente, única forma de diferenciarmos de quem é a fala.
“O difícil, o extraordinário, não é fazer mil gols, como Pelé. É fazer um gol como Pelé!”. Esta talvez seja a frase mais famosa do poeta Carlos Drummond de Andrade (1902-1987) sobre futebol. O esporte era uma de suas grandes paixões, algo que sua sóbria figura de funcionário público e intelectual de gabinete talvez não faça suspeitar.
Full transcript