Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Copy of Antologia de Poemas da Língua Portuguesa (Brasil e Portugal)

No description
by

Thiago Santos

on 1 April 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Copy of Antologia de Poemas da Língua Portuguesa (Brasil e Portugal)

Antologia de Poemas da Língua Portuguesa (Brasil e Portugal) do Século XXI
Por que ler poemas do século XXI?
Os poemas do século XXI,são vistos como um ''ato de brasilidade'',pois abandonaram,aos poucos,o tom lusitano em favor da fala brasileira,ressaltando o nacionalismo.
A literatura nesse período expressa sua ligação com a política e com o Romantismo,os sentimentos começam a tomar o lugar da razão como instrumento de análise do mundo,ea vida passa a ser encaarada de um ângulo bem pessoal,em que sobre sai um intenso desejo de liberdade. Essa ância de libertação que nasce no interior do poeta,em determinado momento,alcança também o nível social ,com o artista romântico colocando-se como porta-voz dos oprimidos e usando seu talento para protestar contra as tiranias e injustiças sociais,ao mesmo tempo em que valoriza a pátria e os elementos que a representam. Por isso,é importante ler as poesias do século XIX, pois marca o périodo do verdadeiro nascimento da nossa literatura. Nele, enriqueceu-se admiravelmente a poesia,criaram-se o romance e o teatro nacionais,e formou-se o circuito autor-obra-públicotão necessário ao estímulo da vida literária.
O Romantismo
O romantismo é todo um período cultural, artístico e literário que se inicia na Europa no final do século XVIII, espalhando-se pelo mundo até o final do século XIX.
O berço do romantismo pode ser considerado três países: Itália, Alemanha e Inglaterra. Porém, na França, o romantismo ganha força como em nenhum outro país e, através dos artistas franceses, os ideais românticos espalham-se pela Europa
e pela América.
As características principais deste período são : valorização das emoções, liberdade de criação, amor platônico, temas religiosos, individualismo, nacionalismo e história. Este período foi fortemente influenciado pelos ideais do iluminismo e pela liberdade conquistada na Revolução Francesa.

O Romantismo no Brasil


Foi através da poesia lírica que o romantismo ganhou formato na literatura dos séculos XVIII e XIX. Os poetas românticos usavam e abusavam das metáforas, palavras estrangeiras, frases diretas e comparações. Os principais temas abordados eram : amores platônicos, acontecimentos históricos nacionais, a morte e seus mistérios. As principais obras românticas são: Cantos e Inocência do poeta inglês William Blake, Os Sofrimentos do Jovem Werther e Fausto do alemão Goethe, Baladas Líricas do inglês William Wordsworth e diversas poesias de Lord Byron. Na França, destaca-se Os Miseráveis de Victor Hugo e Os Três Mosqueteiros de Alexandre Dumas.
Em nossa terra, inicia-se em 1836 com a publicação, na França, da Nictheroy - Revista Brasiliense, por Gonçalves de Magalhães. Neste período, nosso país ainda vivia sob a euforia da Independência do Brasil. Os artistas brasileiros buscaram sua fonte de inspiração na natureza e nas questões sociais e políticas do pais. As obras brasileiras valorizavam o amor sofrido, a religiosidade cristã, a importância de nossa natureza, a formação histórica do nosso pais e o cotidiano popular.

No ano de 1836 é publicado no Brasil Suspiros Poéticos e Saudades de Gonçalves de Magalhães. Esse é considerado o ponto de largada deste período na literatura de nosso país. Essa fase literária foi composta de três gerações:

Primeira geração: conhecida também como nacionalista ou indianista, pois os
escritores desta fase valorizaram muito os temas nacionais, fatos históricos e
a vida do índio, que era apresentado como " bom selvagem" e, portanto, o
símbolo cultural do Brasil. Destaca-se nesta fase os seguintes escritores :
Gonçalves de Magalhães, Gonçalves Dias,Araújo Porto Alegre e Teixeira e Souza.
Segunda Geração: conhecida como Mal do século, Byroniana ou fase ultra-romântica. Os escritores desta época retratavam os temas amorosos levados ao extremo e as poesias são marcadas por um profundo pessimismo, valorização da morte, tristeza e uma visão decadente da vida e da sociedade. Muitos escritores deste período morreram ainda jovens. Podemos destacar os seguintes escritores desta fase : Álvares de Azevedo, Casimiro de Abreu e Junqueira Freire.
Terceira Geração: conhecida como geração condoreira, poesia social ou hugoana. textos marcados por crítica social. Castro Alves, o maior representante desta fase, criticou de forma direta a escravidão no poema Navio Negreiro.

Primeira Geração Romântica Portuguesa
Sobrevivência de Características Neoclássicas
Nacionalismo (ideologia que enaltece o Estado nacional como forma ideal de organização política com suas exigências absolutas de lealdade por parte dos cidadãos
Historicismo (conjunto de doutrinas filosóficas que buscam fazer da história o grande princípio explicativo da conduta, dos valores e de todos os elementos
Medievalismo (Tendência a revivificar, a enaltecer instituições, artes e práticas da Idade Média)
José Batista da Silva Leitão de Almeida Garrett
Foi um importante poeta e romancista português
do século XIX. É considerado um dos mais importantes escritores do romantismo português.
Nasceu na cidade do Porto(Portugal) em 1799 e morreu em 1854,na cidade de Lisboa.Seus romances possuíam um forte caráter dramático. Participou também da política,escrevendo sobre esse tema.Produziu textos históricos,críticos e diplomáticos.Até os dias atuais é um dos escritores do século XIX, mais lidos em Portugal.Influenciou as gerações futuras da Literatura Portuguesa.
Camões (Canto Primeiro)


Esta é a ditosa pátria,minha amada

À qual se o céu me dá que eu sem perigo

Torne com esta empresa já acabada.

Acabe-se esta luz ali comigo.

Lusíadas
I

Saudade! gosto amargo de infelizes,

Delicioso pungir de acerbo espinho,

Que me estás repassando o íntimo peito

Com dor que os seios d’alma dilacera,

- Mas dor que tem prazeres - Saudade!
Análise
A obra apesar de ser considerada,a primeira produção
do Romantismo Português,é fortemente marcada com
traços da tradição clássica,como formalismo, vocabulário
culto, racionalismo, contenção de emoções. A inovação pela
qual ela é responsável consiste muito mais na abordagem
do tema – a vida de Camões, suas aventuras e seu
sofrimento – do que na renovação da linguagem.
Só entre 1825 e 1880 a obra teve sete edições, sem contar
com as edições brasileiras e apócrifas.
Domingos José Gonçalves de Magalhães
Primeiro e único barão e visconde do Araguaia,
Rio de Janeiro, 13 de agosto de 1811 – Roma, 10 de julho de 1882) foi um médico, professor, diplomata, político, poeta e ensaísta brasileiro, tendo participado de missões diplomáticas na França, Itália, Vaticano, Argentina, Uruguai e Paraguai, além de ter representado a província do Rio Grande do Sul na sexta Assembleia Geral.Morreu em Roma, onde exercia cargos diplomáticos junto à Santa Sé, no ano de 1882. Ingressou em 1828 no curso de medicina, diplomando-se em 1832.

Recém-Formado em Medicina,viaja para a Europa, onde entra em contato com as ideias românticas, fator essencial para a introdução do movimento no Brasil.
Sua importância está no fato de ter sido o introdutor do romantismo no Brasil, não obstante suas obras serem consideradas fracas pela crítica literária.


Em contato com o romantismo francês, publicou em 1836 seu livro "Suspiros poéticos e saudades", cujo prefácio valeu como manifesto para o romantismo brasileiro, sendo por isso considerado o iniciador dessa escola literária no país.


Suspiros Poéticos e Saudades
I
Invocação ao Anjo da Poesia
A VOZ DE MINHA ALMA
Quando da noite o véu caliginoso
Do mundo me separa,
E da terra os limites encobrindo,
Vagar deixa minha alma no infinito,
Como um subtil vapor no aéreo espaço,
Uma angélica voz misteriosa
Em torno de mim soa,
Como o som de uma frauta harmoniosa,

Que em sagradas abóbadas reboa.
Donde vem esta voz? — Não é de virgem,
Que ao prazo dado o bem-amado aguarda,
E mavioso canto aos céus envia;
Esta voz tem mais grata melodia!
Donde vem esta voz? — Não é dos Anjos,
Que leves no ar adejam,
E com hinos alegres se festejam,
Quando uma alma inocente
Deixa do barro a habitação escura,
E na sidérea altura,
Como um astro fulgente
Penetra de Adonai o aposento;
A voz que escuto tem mais triste acento.
Análise
Essa obra ,publicada em 1836 , e dita como marco do romantismo brasileiro, traz em suas linhas, descrições poéticas de viagens reais e fala com delicadeza sobre sua saudade sobre vários ângulos.


A obra foi escrita na fase do Romantismo onde o patriotismo, o nacionalismo, o primitivismo brasileiro, a visão cristã e a natureza são exaltadas.
Conclusão
Sobre o trabalho,
concluimos que os poemas
do século XIX trás a nós
reflexões,e,que não
ocorreram tanntas mudanças desde então.
Com isso,percebemos o quanto é importante a literatura do século XIX.
Trabalho pesquisado,editado e concluido por:
Ana Caroline Clemente n-º 03

Fernanda Silva n-º 09

Isabela Silva n-º 13

Lorayne Domingos n-º 22

Patryck Cardoso n-º 32

Stefany Lima n-º 36

Thiago Silva n-º 38
Full transcript