Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Untitled Prezi

No description
by

Alexandra Miranda

on 30 September 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Untitled Prezi

-Alexandra Isabel
-Ana Cunha

Enzimas em ação
Propiedades das enzimas
As enzimas são catalisadores biológicos que possuem como função acelerar as reações químicas dos seres vivos, através da diminuição das atividades, ou seja, a diminuição da energia de ativação das reações químicas.
Palavra originaria do grego Zýme que significa fermento.
Enzimas endo e exocelulares
As enzimas endocelulares são produzidas no interior das células, onde irão agir, catalisando as reações químicas da própria célula como a SACARASE;
Especificidade das enzimas
As enzimas como a sacarase ou a maltase atuam apenas sobre um substrato tendo assim uma ESPECIFICIDADE ABSOLUTA.
Uma temperatura muito elevada pode criar a desnaturação das enzimas.
Estrutura das Enzimas
Em 1883 Duclaux propôs que o sufixo -ase fosse acrescentado a um termo de modo a designar a substância sob qual a enzima atua. ex:





a AMILASE (enzima) atua sobre o AMIDO.
As enzimas exocelulares também são produzidas no interior das células, porém saem destas células para atuar em outros locais do organismo, (é o caso das enzimas digestivas) como a MALTASE;
Enzimas que atuam em determinados grupos de substâncias, como as lipases, têm uma ESPECIFICIDADE RELATIVA.
Enzimas endo e exocelulares
Sistemazização das propriedades:
As enzimas na maior parte das vezes são proteínas globulares;
Quando se ligam com os substratos formam os complexos enzima-substrato;
São os catalizadores das reações quimicas;
São específicas ( adsoluta ou relativamente);
Não são destruidas pela catálise das reações;
Podem ser utilizadas noutras reações;
Em temperaturas elevadas são destruidas e em temperaturas baixas a sua atividade é inibída.
Inibição da atividade enzimatica
Não reversivel
Não competitiva
Reversivel
competitiva
o centro ativo vai ser alterado
o inibidor vai ficar ligado permanentemente a enzima nao permitindo a ligação do substratos.
o inibidor ocupa temporariamente o centro ativo, imedindo que ocorra determinada reação.
efeitos do meio na ação enzimática
As alterações no ph podem alterar o centro ativo
as velocidades das reações são proporcionais às concentrações de substrato e de enzimas, atingindo a determinado ponto um estado estacionário devido à saturação do centro ativo.
a ação do inibidor vai influenciar todas as enzimas à sua volta.
Autorregulação enzimática
Formas de acelerar as reações
Formas de acelerar
as reações
Aquecimento
Agitação
Catalisadores
Energia de ativação - quantidade necessária de energia que tem
que se fornecer ao sistema para que ocorra determinada reação
Enzima - substâncias orgânicas, usualmente proteínas globulares, que catalisam as reações bioquímicas, controlando a sua velocidade
As enzimas baixam as energias de ativação das reações!
Catalisadores:




Baixam a energia de ativação

Não alteram o equilíbrio químico

Não são destruídos pela reação
Via metabólica - série de reações ordenadas
que ocorrem com a intervenção de uma cadeia enzimática,
que se inicia com um reagente particular (substrato) e
termina num produto final
A
D
B
C
1
2
3
4
5
Interação enzima-substrato
-A concentração de substrato é superior à de enzima livre

-As molécuças de substrato vão-se ligando às enzimáticas. formando-se complexos enzima-substrato
A concentração de substrato e enzima livre diminuem e a de complexo enzima-substrato aumenta.
À medida que as enzimas catalisam a reação, aumenta, no meio, a concentração de moléculas produto.
Estabilização das concentrações de enzima livre e do complexo enzima-substrato.
A velocidade de formação de enzima-substrato é igual à velocidade da separação da enzima do produto.
Baixos valores de concentração de
substrato e aumento da
concentração de enzima
livre
A reação termina e libertam-se os produtos formados.
A molécula enzimática pode atuar num nove substrato
MODELOS INTERAÇÃO ENZIMA-SUBSTRATO
Modelo de Fischer ou de chave-fechadura
MODELOS INTERAÇÃO ENZIMA-SUBSTRATO
Modelo de Koshland ou de encaixe induzido
Algumas enzimas têm componentes não proteicos:

apoenzima- componente proteico da enzima
cofator - substância não proteica
holoenzima = apoenzima + cofator
Uma enzima
só é funcional
quando a
apoenzima
está
ligada ao
cofator
Classificação e Nomenclatura das Enzimas
1883, por Duclaux
nome do substrato sobre o qual as
enzimas atuam
+
ase
Não especifica o tipo de transformações que ocorrem durante a catálise
1961
As enzimas são divididas em seis categorias:
- Oxidorredutases
- Transferases
- Hidrolases
-Liases
-Isomerases
-Ligases
Isomerases
Liases
Ligases
Hidrolases
Transferases
Oxirredutores
Tipos de Enzimas
Catalizam reações de oxdação-redução.
Catalisam reações em que há
tansferência de um grupo químico
de um composto para outro.
Catalisam reações de hidrólise
Catalisam reações em que há
remoção de um grupo de uma
molécula sem envolver hidrólise
Catalisam a transformação
de um isómero noutro
Catalisam reações em que há síntese de moléculas, utilizando a energia obtida por hidrólise de uma molécula de ATP
Full transcript