Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Irrigação localizada por Micro-aspersão

No description
by

Taise Buske

on 23 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Irrigação localizada por Micro-aspersão

MICROASPERSÃO
(HERNANDEZ, 2004)
Noções para elaboração do projeto
Área a ser irrigada
Cultura, espaçamento entre plantas e entre linhas
Tipo de solo (textura, permeabilidade)
Topografia do terreno
Precipitação
Horas de funcionamento
Desnível entre a capatação de água e a bomba
Desnível da bomba até o ponto mais alto do tereno
Quantidade e qualidade da água
Tipo de acionamento da bomba
Curva de nível e locação das linhas de plantio
Dados cllimatológicos
- Definir precipitação ou lâmina a ser aplicada na área

- Seleção do equipamento

- Cálculo do turno de rega e tempo de funcionamento por posição

- Cálculo da vazão

- Dimensionamento das tubulações e acessórios

- Dimensionamento do conjunto motobomba

- Elaboração do croqui

- Análise econômica
1)
3)
2)
4)
Componentes do Sistema:
1) conjunto motobomba;
2) tubulações;
3) aspersores
4) acessórios
Conjunto Motobomba:

É de fundamental importância no sistema.

A bomba normalmente utilizada é do tipo centrífuga de eixo hotizontal. E os motores, elétricos e a diesel.
Tubulações:

A condução da água da motobomba até os aspersores é efetuada por meio das tubulações de diversos tipos de materiais.

O conjunto de tubulações constitui-se da linha principal e das linhas laterais.

A principal conduz água da motobomba até as linhas laterais, normalmente são fixas e enterradas (PVC).

As laterais conduzem água das principais até os aspersores, ou seja, são as linhas nas quais estão instaladas os aspersores; nestas linhas deve-se usar tubulações leves com engates rápidos.
Acessórios:

Os acessórios mais comuns usados no sistema de irrigação são: tubos de subida, acoplamentos, registros, válvulas, curvas, reduções, braçadeiras, cotovelos ou derivações.
REFERÊNCIAS

Universidade Federal de Santa Maria
Programa de Pós-Graduação em Engenharia Agrícola
EGR 941 Irrigação Localizada


por: Taise Cristine Buske
Na seleção dos emissores considerar:

- adaptabilidade do emissor,

- sensibilidade ao entupimento,

- variação devido ao processo de fabricação,

- variação da vazão com a pressão,

- regime de escoamento,

- perdas localizadas,

- vazão de operação.
Microaspersores:

São os responsáveis por lançar o jato de água no ar, fracionado em gotas, que cairão sobre o terreno em forma de chuva.

Trabalham com pressão de 5 a 30 mca e com vazão de 20 a 160l/h.
Nº emissores por planta:

Ainda não se sabe exatamente, para cada cultura, qual a percentagem mínima da área que pode ser irrigada sem reduzir o rendimento da cultura.

Em geral, a microaspersão se adequa a culturas de espaçamento largo e pode ser usada em qualquer tipo de solo.

A variação da área molhada de acordo com a idade e o desenvolvimento da cultura é outro aspecto importante para economia de água, para controle das plantas daninhas e para melhor aproveitamento dos adubos aplicados pela irrigação.
Critérios para elaboração do projeto:
BERNARDO, S.; SOARES, A. A.; MANTOVANI, E. C. Manual de irrigação. 7.ed. – Viçosa: Ed. UFV, 2005.

BRITO, M. E. B. Fórmulas do projeto de irrigação localizada. Centro de Ciências e tecnologia Agroalimentar – CCTA. Unidade Acadêmica de Ciências Agrárias – UAGRA. Disciplina: Irrigação e Drenagem. Disponível em: < http://www.ccta.ufcg.edu.br/index.php?action=view_page&page=349‎> . Acesso em: out. 2013.

HERNANDEZ, F. B. T. Noções da elaboração de projetos de irrigação. 1999. Disponível em: <http://www.agr.feis.unesp.br/projeto.htm> . Acesso em: out. 2013.

SANTOS, F. J. de. S.; MIRANDA, F. R. de; OLIVEIRA, V. H.; SAUNDERS, L. C. V. Irrigação localizada: microirrigação. Fortaleza: EMBRAPA-CNPAT, 1997. 48p. (EMBRAPA-CNPAT. Documentos, 23).

SEVERINO, C. A. de M. Dossiê técnico. Controle da irrigação em floricultura. Rede de Tecnologia da Bahia – RETEC/BA, novembro de 2007.

http://www.agrojet.com.br/principal.php?l=br

http://www.amanco.com.br/web/produtos/irrigacao/irrigacao/pelbd-microaspersao/
Full transcript