Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

NR 11 - TRANSPORTE, MOVIMENTAÇÃO, ARMAZENAGEM E MANUSEIO DE

No description
by

ivana sampaio

on 22 March 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of NR 11 - TRANSPORTE, MOVIMENTAÇÃO, ARMAZENAGEM E MANUSEIO DE

NR 11 - TRANSPORTE, MOVIMENTAÇÃO, ARMAZENAGEM E MANUSEIO DE MATERIAIS
11.1.3.1- Especial atenção será dada aos cabos de aço, cordas, correntes, roldanas e ganchos que deverão ser inspecionados, permanentemente, substituindo-se as suas partes defeituosas .
11.1.6.1- O cartão terá validade de 1 ano, salvo imprevisto, e, para a revalidação, o empregado deverá passar por exame de saúde completo, por conta do empregador .
11.1.7- Os equipamentos de transporte motorizado deverão possuir sinal de advertência sonora (BUZINA).
11.1.8- Todos os transportes insdustriais serão permanentemente inspecionados e as peças defeituosas deverão ser imediatamente substituídas .
Monta Carga
- Estrutura independente.
- Portas pantográficas em todos os níveis de parada.
- Capacidade de 50 á 3.000 kg.
- Cabina totalmente fechada ou 1/2 cabine sustenta por cabo de aço .
- Sistema de elevação através de moto redutor de freio eletromagnético .
11.1.3.2 - Em todo o equipamento será indicado, em lugar visível, a carga máxima de trabalho permitida.
11.1.3.3 - Para todos os equipamentos destinados à movimentação do pessoal serão exigidas condições especiais de segurança .
11.1.4- Os carros manuais para transporte devem possuir protetores das mãos.

11.1.5- Nos equipamentos de transporte motorizado com força motriz própria, o operador deverá receber treinamento específico, dado pela empresa, que o habilita nessa função .

11.1.6- Os operadores de equipamento de transporte motorizado deverão ser habilitados e só poderão dirigir durante o horário de trabalho se portarem cartão de identificação .
11.1- Normas de segurança para operação de elevadores, guindastes, transportadores industriais e máquinas transportadoras
11.1.1- Os poços de elevadores e monta-cargas deverão ser cercados, solidamente, em toda altura, exceto as portas ou cancelas necessárias nos pavimentos .
11.1.9 - Nos locais fechados ou pouco ventilados, deverá ser controlada a concentração de gases no ambiente de trabalho.
11.1.10- Em locais de trabalho fechado e sem ventilação , é proibido o uso de máquinas transportadoras , movidas a motores de combustão interna, salvo se providas de dispositivos neutralizadores adequados.
11.2- Normas de segurança do trabalho em atividades de transporte de sacas.
11.2.2- Fica estabelecida a distância máxima de 60,00 m para o transporte manual de 1 saco.
11.2.2.1- Além do limite previsto, o transporte de carga deverá ser realizado mediante impulsão de vagonetes, carros, carretas, carros de mão apropriados, ou qualquer tipo de tração mecanizada.
11.2.3- É vedado o transporte manual de sacos, através de pranchas, sobre vão superiores a 1,00 m ou mais de extensão
11.2.3.1- As pranchas deverão ter largura mínima de 0,50m .
11.2.4- Na operação manual de carga e descarga de sacos, o trabalhador terá auxilio de ajudante.
11.2.5- As pilhas de sacos, nos armazéns, devem ter altura máxima limitada ao nível de resistência do piso, à forma e resistência dos materiais da embalgem e à estabilidade, baseada na geometria, tipo de amarração e inclinção das pilhas .
11.2.7- No processo mecanizado de empilhamento, aconselha-se o uso de esteiras rolantes, dalas ou empilhadeiras.
Quando não for possível o emprego de processo mecanizado, admite-se o processo manual, mediante a utilização de escada removível de madeira, com as seguintes características :
a) Lance único de degraus com acesso a um patamar final ;
b) A largura mínima de 1,00m ,apresentando o patamar as dimensões mínimas de 1,00 x 1,00 e a altura máxima, em relação ao solo, de 2,25m.

c) Deverá ser guardada proporção coveniente entre o piso e o espelho dos degraus, não podendo ser superior a 0,15, nem o piso largura inferior a 0,25 m

d) Deverá ser reforçada, lateral verticalmente, por meio de estrutura metálica ou de madeira que segura sua estabilidade.
e) Deverá possuir, lateralmente, um corrimão de guarda corpo 1,00 m , de toda a estenção .
f)- Perfeitas condições de estabilidade e segurança, sendo substituída imediatamente o que apresenta qualquer defeito.
11.2.9- O piso do armazém deverá ser construído de material não escorregadio sem aspereza, utilizando-se, de preferencia, o mastique asfaltico, e mantido em perfeito estado de conservação
11.2.10- Deve ser evitado o transporte manual de sacos em pisos escorregadios ou molhados.
11.2.11- A empresa deverá providenciar cobertura apropriada dos locais de carga e descarga da sacaria.
11.3.1- O piso do material armazenado não poderá exercer a capacidade de carga calculada para o piso.
11.3.2- O material armazenado deverá ser disposto de forma a evitar a obstrução de portas equipamento contra incêndio, saída de emergência, etc.
11.3.3- Material empilhado deverá ficar afastado da estruturas laterais do prédio a uma distância de pelo menos 0,50m

11.3.4- A disposição da carga não deverá dificultar o transito, a iluminação, e o acesso as saídas de emergências.

11.3.5- O armazenamento deverá obedecer aos requisistos de segurança especiais a cada tipo de material .
Amarração e consolidação de cargas no transporte rodoviário.
- Segurança para o transporte rodoviário : Identificar seus principais riscos e previnir acidentes através da correta consolidação e amarração de cargas, visando a relação do número de acidentes.

Amarração direta .
Neste tipo de amarração pode-se reduzir a quantidade de amarrações de 8 para 4, devido à adição do ângulo longitudinal β e do ângulo transversal, ao ângulo vertical.
Amarração por atrito.

-Se realiza através de cintas de amarração que são tensionadas sobre a carga.
Guindaste : É um aparelho com lança giratória e levantamento de cargas.
Içar - Com antebraço vertical, indicador apontado para cima, mova a mão em pequenos círculos horizontais.
Abaixar - Com o braço estendida baixo , dedo indicador apontado para baixo, mova a mão em pequenos círculos.
Erguer lança - Braço direto esticado na horizontal, dedos fechados, apontar polegar para cima .
Baixar lança - Braço direto esticado na horizontal, dedos fechados, aponar o polegar para baixo.
Parar - Braço esquerdo esticado na horizontal, manter a palma da mão para baixo.
Parada de emergência - Braço esquerdo esticado na horizontal, palma da mão para baixo, mover a mão rapidamente para direita e esquerda .
Empilhadeira - Veículo autopropulsor, projetado para levantar, transportar e posicionar materiais. É destinado tanto pelo movimento vertical quanto o horizontal, as cargas são carregadas em garfos onde são movimentadas para cima ou para baixo.
Norma 1- Somente o pessoal fisicamente treinado e qualificado deve ser autorizado a operar empilhadeiras.
Norma 2- É importante o uso de EPI e roupas adequadas.
Norma 3- Antes de operar qualquer empilhadeira, faça a inspeção diária.
Norma 4- Inspecione toda área ao redor da empilhadeira, antes d e movimenta-la, e lembre-se que as partidas e pradas devem ser feitas de forma vagarosa e suave .
Norma 5- Trabalhe com a empilhadeira somente nas áreas de circulação para tal fim. Obedeça à todas as placas de sinalização ou aviso de precaução.
Norma 6- Nunca faça acrobacias, corridas ou brincadeiras enquanto estiver operando.
Norma 7- Não dê carona.
Norma 8- Nunca exceda limites de peso.
Norma 9- Para manter o equilíbrio a carga deve estar centralizada no pallet e os garfos juntos ás extremidades laterais do mesmo.
Norma 10- Jamais permita que alguém permaneça ou passe sob ou sobre os garfos.
Norma 11- Não eleve pessoas, se precisar em caso de necessidade use plataforma adequada e segura presa aos garfos.
Norma 12- Nunca levantar cargas com apenas 1 garfo.
Norma 13- Diminua a velocidade nas curvas, rampas, cruzamentos, nas superfícies molhadas ou escorregadias
Norma 14- Olhe sempre para frente e evite distrações .
Norma 15- Observe os limites da carga do piso.
Norma 16- Tenha cuidado ao passar próximo ou sob canos, sprinklers, fiações elétricas, encanamentos de vapor e outros.
Norma 17- Ao estacionar em área apropriada, incline a torre, abaixe os garfos, aplique o freio, retire a chave.
Norma 18- Quando transportar cargas que obstruam a visão, faça-as de ré.
Norma 19- Cuidado ao baixar os garfos. Pode haver algo embaixo.
Norma 20- Freie devagar frear bruscamente pode haver tombamento.
Norma 21- Atenção com a altura das portas e instalações suspensas.
ALUNAS: IVANA AQUINO, ADRIANA COSTA, VANILDA FERREIRA . SALA 402 - TÉC SEG. DO TRABALHO. / PROF - DANILO PIRES.
Alunas : Ivana Aquino.
Adriana Costa.
Vanilda Ferreira.
"Prudência é saber destinguir as coisas desejáveis das que convém evitar ". - (Marcos Sícero).
Professor : Danilo Pires.
Full transcript