Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Aventurista

No description
by

Bruno Masredon

on 14 April 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Aventurista

Aventurista
Especialista em aventura
O que é a Aventurista?
A Aventurista é uma empresa de turismo de aventura, com foco em viagens rodoviárias e preparação para Alta Montanha.
São roteiros para todos os tipos de pessoas e diferentes níveis de dificuldade, assim, todos podem conhecer e apreciar o que a natureza tem a oferecer, sem perder a chance de fazer uma boa aventura.
Experiências inesquecíveis
- Experiências que fazem parte da vida, pra sempre;
- Experiências incríveis em lugares incríveis com pessoas incríveis;
- A realização de algo impossível (não pra nós);
- Sensações difíceis de descrever;
- Não só uma viagem, uma nova forma de ver o mundo;
- Expedições sob medida.

Proposta
Queremos operar as viagens rodoviárias para a Matueté. Nossos guias irão viajar com a camiseta da própria Matueté e todo o material entregue estará com o logo de vocês.
Todos os guias recebem treinamento para contar a história de vocês e não citar em momento algum o nome Aventurista.
Ou seja, queremos cuidar de um jeito especial das viagens rodoviárias pra vocês, com todo o charme e cuidado com os detalhes que os seus clientes merecem, mas sem perder o gostinho de uma deliciosa viagem de ônibus e para os melhores lugares próximos a São Paulo.
Qual a experiência da Aventurista?
- Diretor trabalha há 12 anos como guia de ecoturismo;
- Operador trabalhou durante 05 anos na Pisa Trekking como operador, guia e consultor de vendas;
- Diretor trabalha também como guia de alta montanha com Máximo Kausch;
- Somos especialistas nas principais travessias e trilhas de São Paulo, Minas, Rio e Paraná;
- Trabalhamos com equipamentos específicos para cada viagem.
Qual é a idéia?
Pela experiência da Aventurista em viagens rodoviárias, queremos oferecer para a Matueté uma parceria em trilhas.
Queremos que vocês possam oferecer viagens rodoviárias sem se preocupar em fazer reconhecimentos, manter um operador fixo dentro do escritório e sem correr atrás de fornecedores, com quem mais entende desse tipo de aventura.
Mas também queremos que tenham a marca de vocês na viagem, já que o rodoviário é a forma como as grandes operadoras começaram a fazer o turismo em São Paulo.
Como será feito?
Na metade de cada semestre, faremos uma reunião entre Matueté e Aventurista, definindo qual o calendário de saídas de vocês.
Após a definição desse calendário, nós faremos a cotação de cada viagem, passaremos roteiro completo, fotos e valor net.
Logo depois da aprovação de todos os roteiros, cabe a vocês colocarem a margem de lucro que acharem viável.
Com os roteiros lançados no site da Matueté, a divulgação fica por conta de vocês, atingindo o cliente da forma que acharem melhor (e-mail mkt, face, twitter...).


Depoimento
Equipe da Aventurista, gostaria de agradecê-los pelo fim de semana agradabilíssimo que passei com vocês. A trilha do Véu da Noiva tem um significado todo especial, pois trata-se do meu primeiro trekking em SP. Confesso que, num primeiro momento, imaginei que seria um programa de índio. Chovia e não imaginava que, pertinho do stress da capital, teria um rolê com a maior área quadrada de mata atlântica (gente, digo quadrada, pq de extensão fica ... iii ... já esqueci...), como tampouco acreditava que era possível um preço honesto com esquema patrão. E, que esquema! Meus amigos sabem que meu fraco é o rango...Então, já sai preparada para comer aquele sandubinha de queijo e apresuntado seco pra caramba... Mas, com a Aventurista, veio a surpresa, e daquelas super positivas! Os lanchinhos eram gourmet: queijo estepe, ricota temperada com azeite grego, bolo caseiro com nozes e outras coisinhas mais. Ah! Sem falar no segredo do Guia Bruno, que ainda nos surpreendeu com uma peça de lombo... Mas, trekking não é feito de guloseimas, e sim de muito esforço e superação (correnteza forte, transpor um barranco ou outro), e eu pude perceber claramente que os guias são extremamente cautelosos e atentos à nossa segurança. Fiquei de cara com a técnica da equipe que, além de todos os equipamentos necessário para a segurança, muitas vezes fez uso do próprio corpo para proteger o grupo. Para quem não imagina o que estou falando, vou tentar explicar: manja quando a perna não alcança o chão ou a pedra está mega escorregadia - e tombo é certo? Foi nessa hora que o guia fez da perna dele uma escada e do pé um apoio anti-queda. Entenderam??! Concluindo todo esse blá, blá, blá... quero saber quando teremos outros treckkings! E deixar um beijo enorme para o Rafa (esse cara é um querido) e Bruno.

Adriana Costa Alves - Advogada
Muito obrigado!
Full transcript