Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Jovem Missionário: um Bem Aventurado

No description
by

Juventude Missionaria POM

on 24 June 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Jovem Missionário: um Bem Aventurado

Revisar!
J
JMemAção
iscípulo ovem issionário
bem-aventurados
quer dizer Felizes"
No Sermão da Montanha "Jesus apresenta-Se como mestre divino, como novo Moisés. E que prega Ele? Jesus Prega o caminho da vida; aquele caminho que Ele mesmo percorre, ou melhor, que é Ele mesmo, e propõe-no como caminho da verdadeira felicidade. Em toda sua vida, desde o nascimento na gruta em Belém até a morte na cruz e à ressurreição, Jesus encarnou as Bem-aventuranças"
Desafio à Missão
Solidariedade e Contradições!
Diante a realidade que orienta valores a partir da produtividade e consumo, a realização pessoal passa a sinônimo de sucesso financeiro. A gratuidade, um dos passos para a missão, é entendida como ignorância do espírito, plano superficial da existência. Jesus responde por verdadeira sabedoria e libertação na bem-aventurança dos pobres de espírito.
Mateus entende a pobreza como uma atitude de amadurecimento interior que promove a saída, semelhante a alteridade.
A pobreza de espírito exige trabalho interior que se demonstra no amor ao outro. É pelo amor ao outro que liberto. A partilha é uma das condições para a verdadeira felicidade, quem assume essa postura se propõe à abertura para aquilo que as pessoas e Deus querem dar diariamente. Pobreza de espírito significa gratuidade.
A "contradição" em ser
#
a partir das "Bem Aventuranças"
D
M
Guilherme Cavalli
Sec. Nacional da POPF
"E
Pobreza em espírito
Como é possivel fazer com que essa pobreza de espirito se transforme em estilo de vida, incida concretamente na nossa existência?
O que é ser feliz?
"Se verdadeiramente fizerdes emergir as aspirações mais profundas do vosso coração, dar-vos-eis conta de que, em vós, há um desejo inextinguível de felicidade, e isto permitir-vos-á desmascarar e rejeitar as numerosas ofertas «a baixo preço» que encontrais ao vosso redor. Quando procuramos o sucesso, o prazer, a riqueza de modo egoísta e idolatrando-os, podemos experimentar também momentos de inebriamento, uma falsa sensação de satisfação; mas, no fim de contas, tornamo-nos escravos, nunca estamos satisfeitos, sentimo-nos impelidos a buscar sempre mais. É muito triste ver uma juventude «saciada», mas fraca."
MENSAGEM DO SANTO PADRE FRANCISCO PARA A XXIX JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE
188 - A Igreja reconheceu que a exigência de ouvir este clamor deriva da própria obra libertadora da graça em cada um de nós, pelo que não se trata de uma missão reservada apenas a alguns: «A Igreja, guiada pelo Evangelho da Misericórdia e pelo amor ao homem, escuta o clamor pela justiça e deseja responder com todas as suas forças. Nesta linha pode-se entender o pedido de Jesus aos seus discípulos: «Dai-lhes vós mesmos de comer» (Mc 6,37), que envolve tanto a cooperação para resolver as causas estruturais da pobreza e promover o desenvolvimento integral dos pobres, como os gestos mais simples e diários de solidariedade para com as misérias muito concretas que encontramos. Embora um pouco desgastada e, por vezes, até mal interpretada, a palavra «solidariedade» significa muito mais do que alguns atos esporádicos de generosidade; supõe a criação de uma nova mentalidade que pense em termos de comunidade, de prioridade da vida de todos sobre a apropriação dos bens por
parte de alguns.

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA "EVANGELII GAUDIUM" DO PAPA FRANCISCO

O lugar privilegiado dos pobres no povo de Deus

197. No coração de Deus, ocupam lugar preferencial os pobres, tanto que até Ele mesmo «se fez pobre» (2Cor 8,9). Todo o caminho da nossa redenção está assinalado pelos pobres. Esta salvação veio a nós através do «sim» duma jovem humilde, de uma pequena povoação perdida na periferia de um grande império. O Salvador nasceu num presépio, entre animais, como sucedia com os filhos dos mais pobres; foi apresentado no Templo, juntamente com duas pombinhas, a oferta de quem não podia permitir-se pagar um cordeiro (cf. Lc 2,24; Lv 5,7); cresceu num lar de simples trabalhadores e trabalhou com as suas mãos para ganhar o pão. Quando começou a anunciar o Reino, seguiam-no multidões de deserdados, pondo assim em evidência o que Ele mesmo dissera: «O Espírito do Senhor está sobre mim, porque me ungiu para anunciar a Boa-Nova aos pobres» (Lc 4,18). A quantos sentiam o peso do sofrimento, acabrunhados pela pobreza, assegurou que Deus os tinha no âmago do seu coração: «Felizes vós, os pobres, porque vosso é o Reino de Deus» (Lc 6,20); e com eles se identificou: «Tive
fome e destes-me de comer», ensinando que a misericórdia para com eles é a chave do Céu (cf. Mt 25,34-40).

EXORTAÇÃO APOSTÓLICA "EVANGELII GAUDIUM" DO PAPA FRANCISCO

Quase a metade da riqueza mundial está nas mãos de apenas 1% da população;
A metade mais pobre da população mundial possui a mesma riqueza que as 85 pessoas mais ricas do mundo;
Se apenas 10 das pessoas mais ricas do mundo renunciassem às suas posses o 1 bilhão de pessoas que passam fome poderiam ser alimentados com esse dinheiro durante os próximos 250 anos.
Dados divulgados pela Oxfam no Fórum Econômico Mundial de Davos (Suíça) 2014.
MENSAGEM DO SANTO PADRE FRANCISCO PARA A XXIX JORNADA MUNDIAL DA JUVENTUDE
"Todas as pessoas querem ser Felizes"
"O ser humano é capaz de almeja-la por vontade própria, aqui, nesta vida. Mas a felicidade eterna, que não termina nunca, pode lhe ser dada somente de presente por Deus".
"... é a consciência do ser dotado de razão acerca das coisas agradáveis da vida, que acompanha constantemente toda a sua existência".
E hoje?
"Em nossos tempos, pensa-se que tal estado de alegria pode ser 'produzido'. [...] Christoph Quarch chama a felicidade moderna de
happiness
e acha que se tornou um artigo de consumo".
Platão
Anselm Grum, sobre a concepção platônica de felicidade.
Immanuel Kant sobre a concepção moderna de felicidade, que abarca sinônimos como algo sensual e prazeroso.
Ansem Grum
Para os gregos podemos ramificar "Felicidade" em três:

Eudaimonia - potencial psicológico do homem
Eutyche - sentido afortunado: "Eu tive sorte"
Makarios - felicidade como virtude
"[...] posso alncaçar a felicidade, por exemplo, através de uma imensa experiência de Deus. Só vai depender da minha atuação, do meu ouvir e de praticar as palavras de Jesus".
272 - Só pode ser missionário quem se sente bem, procurando o bem do próximo, desejando a felicidade dos outros. Esta abertura do coração é fonte de felicidade, porque «a felicidade está mais em dar do que em receber» (At 20,35). Não se vive melhor fugindo dos outros, escondendo-se, negando-se a partilhar, resistindo a dar, fechando-se no comodismo. Isto não é senão um lento suicídio.

Makarios
Felizes os pobres no espírito,
pois o Reino dos Céus
lhes pertence
Felizes os que têm fome e
sede de justiça,
pois serão saciados!
"Sofremos muito com o pouco que nos falta e gozamos pouco o muito que temos"
W. Shakespeare
"Felicidade é a certeza de que a nossa vida não está se passando inutilmente"
Érico Veríssimo
Somente onde reina a justiça pode surgir a paz. E somente quando eu faço justiça àquilo que sou, posso viver bem. Sempre profético, a denúncia nunca deixou de existir na vida de Jesus de Nazaré. Na conjuntura política extremamente explosiva de seu tempo, no qual os poderosos romanos determinavam o direito, Jesus teve ousadia de falar da carência de justiça.
A justiça, para ser efetiva, precisa ter perspectiva universal.
Fome e sede de justiça referem-se a todas as pessoas, e as impulsiona a uma ordem honesta para todos. No Evangelho, a palavra justiça remete a meta de vida. Jesus nos diz que devemos fazer da justiça, alimento diário. É por isso que utiliza as metáforas "fome e sede".
180 - Ao lermos as Escrituras, fica bem claro que a proposta do Evangelho não consiste só numa relação pessoal com Deus. E a nossa resposta de amor também não deveria ser entendida como uma mera soma de pequenos gestos pessoais a favor de alguns indivíduos necessitados, o que poderia constituir uma «caridade por receita», uma série de ações destinadas apenas a tranquilizar a própria consciência. A proposta é o Reino de Deus (cf. Lc 4,43); trata-se de amar a Deus, que reina no mundo. Na medida em que Ele conseguir reinar entre nós, a vida social será um espaço de fraternidade, de justiça, de paz, de dignidade para todos. Por isso, tanto o anúncio como a experiência cristã tendem a provocar consequências sociais.
Felizes os perseguidos por causa da justiça
pois o Reino dos Ceus
lhes pertence!
Até onde estamos dispostos a ir pela justiça? Jesus na oitava bem-aventurança é radical e aposta na mudança de pensamento e na conversão, na coragem de se envolver e de arriscar a vida pela justiça. Aqui ELE não projeta uma utopia, uma afirmação de esperança que não tem lugar. Ao contrário, busca então propor a restauração da face humana e de seus direitos através da doação completa, que pode chegar até o martírio. O cristão vive autenticamente ao preservar o desejo de justiça, mesmo quando isso traz desvantagens diante dos outros. São os conflitos nos quais quem segue a Jesus se propõem pela efetivação da justiça que o farão crescer na vivência da fé que terá seu auge na vivencia do Reino de Deus, que é sinônimo de felicidade. É pela perseguição que o cristão é purificado. A bem-aventurança cria indivíduos que se deixam conduzir pelo Espírito de Deus, mesmo Espírito pelo qual Jesus Cristo vem ao mundo para ser novamente perseguido pela justiça.
Antes de tudo:
Quando o dia da paz renascer,
Quando o Sol da esperança brilhar,
eu vou cantar.

Quando o povo nas ruas sorrir,
e a roseira de novo florir,
eu vou cantar.

Quando as cercas cairem do chão,
Quando as mesas se encherem de pão,
eu vou cantar.

Quando os muros que cercam os jardins,
destruidos, então
os jasmins vão perfurmar.


Quando as armas da destruição, destruídas em cada nação
eu vou sonhar,
e o decreto que encerra a opressão,
assinado só no coração vai triunfar

Quando a voz da verdade se ouvir
e a mentira não mais existir,
será enfim,
tempo novo de eterna justiça,
sem mais ódio, sem sangue ou cobiça
vai ser assim



Vai ser tão bonito se ouvir a canção, cantada de novo,
No olhar da gente a certeza do irmão, reinado do povo (2x)

Refrão:
Full transcript