Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A Energia Solar

Energia Solar
by

Eliane Leão

on 27 September 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A Energia Solar

O Sol é uma estrela praticamente circular de 695 000 km de raio (cerca de 115 vezes maior que o da Terra) e massa 2 x 10 kg (ou aproximadamente 334 mil vezes a massa da Terra).
No núcleo solar acontecem reações de fusão nuclear. Em linhas gerais, as reações ocorrem de acordo com a seguinte sequência: dois átomos de hidrogênio fundem seus prótons. Nesta reação se forma um átomo de deutério, conhecido como 'hidrogênio pesado'. Em seguida, outro próton se funde ao deutério, formando lítio. Então ocorre a principal reação de fusão nuclear no Sol: um átomo de deutério e outro de trítio se fundem, formando um átomo de hélio, o principal constituinte do Sol. Durante essas reações é liberada grande quantidade de energia. Ali, no interior do Sol, a temperatura chega a atingir 15 milhões de graus Celsius.
Mas, por que ocorrem fusões nucleares no interior do Sol?
A enorme massa de gás que compõe a estrela sofre e, ao mesmo tempo, exerce sobre si mesma uma enorme pressão oriunda da atração gravitacional. O resultado dessa pressão é o esmagamento dos átomos de hidrogênio uns contra os outros, originando as fusões nucleares.
Como resultado, além da emissão de radiação e partículas, vão se formando no interior do Sol átomos mais pesados que o hidrogênio, como o hélio, carbono, oxigênio e metais, principalmente o ferro.
À medida que a quantidade de hidrogênio na estrela começa a diminuir, a pressão da radiação começa a anular o efeito gravitacional. A essa altura, já terão se formado no interior do Sol vários dos elementos que compõe a tabela periódica. Enfim, a temperatura no interior da estrela terá se tornado tão alta que ela explodirá. Segundo os astrofísicos, esse processo não deverá ocorrer antes de 5 bilhões de anos.
A propósito, foi dessa forma que se formaram todos os elementos encontrados na Terra. Um dado momento, nosso sistema solar capturou a poeira expelida por antigas estrelas que esgotaram seu combustível. No fundo, somos formados pelo resto de material produzido no interior de estrelas que não existem mais.
O Sol é uma estrela que se encontra aproximadamente no centro das órbitas dos planetas que formam o chamado Sistema Solar.
30
O Sol é composto basicamente por hidrogênio (92%) e hélio (7,8%), além de pequenas frações de outras substâncias mais pesadas como carbono e oxigênio.
Reação de Fusão Nuclear
A Energia Solar
O Sol pode ser comparado a um gigantesco reator de fusão nuclear. Ele é uma fonte de energia incomparável a qualquer outro sistema produzido pelo homem. A energia solar é fonte básica e indispensável para praticamente todos os processos que ocorrem na Terra.
Durante as reações nucleares, há uma grande emissão de partículas subatômicas, que formam o chamado
Vento Solar.
Para saber mais, acesse:
http://www.if.ufrgs.br/ast/solar/portug/sun.htm
FIM
Banco de Imagens - Referências Bibliográficas
Full transcript