Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Os tipos de organizações e os seus papéis na sociedade

No description
by

Mr. Luís Laranjeira

on 5 January 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Os tipos de organizações e os seus papéis na sociedade

2. Tipos de organizações
Organizações Públicas
Exemplos de Organizações Públicas
Conclusão
Organizações de Economia Social
Organizações Privadas
A classificação mais frequente e a que vamos estudar é a que distingue as organizações em:
Públicas;
Privadas;
Economia Social.

Como verificámos com este trabalho, as organizações fazem parte da nossa vida, desde que nascemos até que morremos. Estas são importantes para satisfazer as nossas necessidades (organizações públicas), dinamizar o comércio (organizações privadas) e promover a solidariedade e inclusão social como apoiar problemas sociais (organizações de economia social). Por todas estas razões as organizações constituem um tema que interessa à sociologia.


Podemos mesmo afirmar que se não existisse organizações não haveria sociedade.


Trabalho realizado por: Luís Laranjeira nº5 e Patrícia Monteiro nº7
Os tipos de organizações e os seus papéis na sociedade
Sociologia
"Toda organização (privada ou sem fins econômicos), tem uma missão de levar o melhor para a sociedade, e os produtos e serviços são os veículos pelos quais, este conceito chega até os consumidores."
Introdução ao Tema
1.1. Conceitualização inicial
Organização
"É constituída por um conjunto de elementos humanos e materiais, organizados, através de um conjunto estruturado de regras, com vista a alcançar um objetivo."
1.4. Importância das organizações na sociedade atual
1.3. História
Com o tempo tudo muda, a família não sendo exceção também sofreu alterações, esta deixou de ser considerada uma unidade de produção, para passar a ser uma unidade de consumo.

A produção passou da família para as fábricas. Esta alteração fez com que surgisse então, as organizações, com o intuito de satisfazer as necessidades coletivas e promover o desenvolvimento social e económico das sociedades.

As organizações apenas adquiriram contornos semelhantes àqueles que hoje as identificam a partir da revolução industrial, iniciada em Inglaterra na segunda metade do século XVIII.

Atualmente, as organizações detêm um papel primordial nas nossas vidas quotidianas. Estas acompanham-nos desde que nascemos até que morremos.

Muito amplamente, as organizações são fundamentais para:

A própria organização social;
A satisfação das necessidades coletivas;
O desenvolvimento social e económico das sociedades.

Para além destes aspetos, as organizações influenciam a forma de pensar, sentir e agir da população. Enquanto que determinadas organizações têm por objetivo o lucro, outras não têm fins lucrativos e por esse motivo ajudam os mais desfavorecidos. Estas organizações servem para tornar mais igualitária a sociedade. O impacto das organizações, não se verifica só a nível social e económico, mas também a nível ambiental. Nos dias que correm, as organizações são umas das principais responsáveis pela degradação ambiental.
"Sociedade das organizações"
Quando estamos na barriga das nossas mães, já estamos em interação com as organizações, na medida em que os nossos pais tiveram que usufruir dos hospitais para acompanhar toda a gravidez. Assim, nascemos num hospital, passamos por um infantário, pela escola, pela universidade, tiramos a carta, vamos ao cinema, trabalhamos numa empresa, adquirimos bens e serviços, e, no fim da vida, integramos um lar de terceira idade, morrendo, muitas vezes, num hospital. Mesmo a nossa morte exige o recurso a uma organização - Agência Funerária.


Quase que podemos afirmar que sem organizações não há sociedade.
Agrupamento de escolas de Oliveira de Frades

Curso Nível IV - Técnico de Secretariado

1.2. Exemplo de uma organização
Conjunto de pessoas
Conjunto de bens materiais
Estrutura Organizacional
Direitos e deveres
Objetivo comum
Organização Escola
... que atribui diferentes papeis aos seus membros
I. Ser tratado com urbanidade e respeito por todo o pessoal do Estabelecimento.
II. Merecer intervenção educacional de acordo com suas necessidades, por meio de todos os serviços instituídos neste Regimento, observadas as estruturas, o contrato de matrícula e os recursos da Instituição.
III. Recorrer às autoridades escolares sempre que necessitar ou quando julgar prejudicado em seus direitos de aprender e de esclarecer dúvidas sobre os conteúdos ministrados em sala de aula.
(...)
Alguns exemplos de direitos dos alunos

Alguns exemplos de deveres dos alunos
I. Frequentar aulas, seminários, oficinas, assembleias, comemorações cívicas e demais programações escolares com assiduidade, pontualidade, concentração, atenção e comportamentos favoráveis à aprendizagem e à pesquisa.
II. Assistir às aulas somente na série, turma e turno definidos no ato da matrícula ou pela equipe de coordenação da Escola.
III. Permanecer em sala enquanto ocorrer troca de professores e manter a disciplina nos corredores quando for necessário transitar para outro espaço educativo.
(...)

Caraterísticas das organizações
Segundo Etzioni, as organizações caraterizam-se por:
Divisão de trabalho, poder e de responsabilidade de comunicação;
Superiores hierárquicos que controlam os esforços combinados da organização e que retificam continuamente a sua realização, e reordenam a sua estrutura, quando necessário, de modo a aumentar a sua eficiência;
A substituição do pessoal, ou seja, pessoas que não se enquadram na organização podem ser mandadas embora e substituídas por outras, além disso as pessoas podem ser transferidas e promovidas.

No entanto...
Outro tipo de classifiação
Segundo Blau e Scott , as organizações devem ser agrupadas tendo em vista o seu benefíciário principal.
... são aquelas que tem como principal objetivo a satisfação das necessidades coletivas e do interesse em geral
ESTADO
Objetivo:
Satisfação das necessidades
coletivas
A satisfação das necessidade ocorre graças aos impostos dos cidadãos
Pertencem ao:
Escola de Oliveira de Frades
Hospital Santa Maria
As organizações privadas são aquelas que têm fins lucrativos. Aquelas que se organizam e estruturam de forma a obter resultados financeiros que serão distribuídos pelos proprietários.
As Organizações Privadas contrapõem-se às Organizações Públicas, pois estas têm como principal objetivo o
lucro
, apesar de satisfazerem também as necessidades coletivas.
As Organizações Públicas podem se tornar Privadas
Através
Da privatização
O Estado vende as suas propriedades com o intuito de angariar dinheiro para outros fins.
Exemplos
São organizações sem fins lucrativos que têm como objetivo a produção de bens e serviços, a promoção da cidadania e a resolução de problemas sociais, geridas de forma democrática, e que visam a melhoria da qualidade de vida e a coesão social.
Objetivos
Solidariedade
Resolução de Problemas Sociais
Dar resposta a carências sociais
Inclusão Social
Exemplos
Full transcript