Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Scrum

No description
by

Jose Eduardo Scumparim

on 30 March 2015

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Scrum

Visão Geral
Scrum é um framework
estruturado para desenvolver e manter produtos complexos;
Framework onde pessoas tratam e resolvem problemas complexos e adaptativos, enquanto produtiva e criativamente
entregam produtos com o mais alto valor possível
;
Scrum não é um processo ou técnica
para construir produtos, em vez disso, é um framework onde se pode empregar vários processos ou técnicas;

Leve;
Simples de entender;
Extremamente difícil de dominar.
O Time Scrum
Características do Time de Desenvolvimento

Auto-organizados
Ninguém, nem mesmo o Scrum Master, diz como transformar o Backlog do Produto em incrementos de funcionalidades potencialmente utilizáveis.

Multifuncionais
Possuem todas as habilidades necessárias para criar o incremento do Produto.

O Scrum não reconhece títulos que não seja o de Desenvolvedor. Não há exceções para esta regra;

Integrantes podem ter habilidades especializadas e área de especialização, mas a responsabilidade pertence ao Time de Desenvolvimento como um todo, e;

Não existem sub-times (ex.: teste ou análise de negócio).
O Time Scrum
Time de Desenvolvimento

Realizam o trabalho para entregar um incremento “Pronto” do produto, potencialmente usável ao final de cada Sprint;

Somente os membros criam o incremento;

São estruturados e empoderados (empowered) para gerenciar seu próprio trabalho;

A sinergia aperfeiçoa a eficiência e a eficácia deste time.
Artefatos do Scrum
Definição de “Pronto” (“Done”)

Se a definição de “pronto” para um incremento é parte das convenções, padrões ou diretrizes de desenvolvimento da organização, todos os Times Scrum devem adotar no mínimo esta definição;

Se há múltiplos Times Scrum trabalhando no lançamento do produto, todos devem mutuamente definir e compartilhar a definição de “Pronto”;

Com a maturidade do Time Scrum, a sua definição de “Pronto” evolui para critérios mais rigorosos de qualidade.
GOAL!
Scrum
Siga em frente!
Quem usa?
Onde se aplica?
Teoria do Scrum
Empirismo
Teoria empírica de controle de processo;

Experiência sensorial e evidências;

O conhecimento vem da experiência e de tomada de decisão baseada no que é conhecido;

Em ambientes complexos, o que acontecerá é desconhecido. Somente o que tem acontecido pode ser usado para uma tomada de decisão a respeito do que virá.
Teoria do Scrum
Pilares

Apoiam a implementação de controle de processo empírico:

Transparência;
Inspeção;
Adaptação.

Teoria do Scrum
Adaptação

Inspetor determina um desvio, e que o produto resultado será inaceitável, assim o processo ou o material sendo produzido deve ser ajustado;

Deve ser realizado o mais breve possível para minimizar mais desvios.
Teoria do Scrum
Oportunidades para Inspeção e Adaptação

Sprint Planning Meeting (Reunião de planejamento da Sprint)
Daily Scrum (Reunião diária)
Sprint Review (Reunião de revisão da Sprint)
Sprint Retrospective (Reunião de Retrospectiva da Sprint)
O Time Scrum
Product Owner (PO)

Time de Desenvolvimento

Scrum Master
O Time Scrum
Auto-organizáveis
Escolhem qual a melhor forma para completar seu trabalho

Multifuncionais
Possuem todas as competências necessárias para completar o trabalho

Modelo projetado para aperfeiçoar a flexibilidade, criatividade e produtividade.
O Time Scrum
Modelo Iterativo e Incremental

Entregam produtos de forma iterativa e incremental;

Maximizar as oportunidades de feedback;

Aperfeiçoar a previsibilidade e o controle de riscos;

“Incremento de produto “Pronto” garante que uma versão potencialmente funcional do produto do trabalho esteja sempre disponível.”
O Time Scrum
Product Owner (PO)

É o responsável por maximizar o valor do produto e o trabalho do Time de Desenvolvimento;

É o único responsável por gerenciar o Backlog do Produto (Product Backlog);

É uma pessoa e não um comitê (pode representar um e este devem convencê-lo sobre alterações);

Pode delegar o gerenciamento do Backlog do Produto para o Time de Desenvolvimento, mas continua sendo o responsável;

Toda a organização deve respeitar as suas decisões;

Suas decisões são visíveis no conteúdo e na priorização do Backlog do Produto.
O Time Scrum
Product Owner (PO)

Gerenciamento do Backlog do Produto (Product Backlog)

Expressar claramente os itens do Backlog do Produto;
Ordenar os itens do Backlog do Produto para alcançar melhor as metas e missões;
Garantir o valor do trabalho realizado pelo Time de Desenvolvimento;
Garantir que o Backlog do Produto seja visível, transparente, claro para todos e mostrar em que o Time Scrum vai trabalhar em seguida e;
Garantir que o Time de Desenvolvimento entenda os itens do Backlog do Produto no nível necessário.
Teoria do Scrum
Transparência

Aspectos significativos do processo devem estar visíveis aos responsáveis pelos resultados;
Aspectos definidos por um padrão comum;
Compartilhar um mesmo entendimento do que está sendo visto;

“Uma linguagem comum referindo-se ao processo deve ser compartilhada por todos os participantes”;

“Uma definição comum de “Pronto” deve ser compartilhada por aqueles que realizam o trabalho e por aqueles que aceitam o resultado do trabalho”.
Teoria do Scrum
Inspeção

Os usuários Scrum devem, frequentemente, inspecionar os artefatos Scrum e o progresso do trabalho, para detectar variações indesejadas;

Não deve ser tão frequente que atrapalhe a própria execução das tarefas;

Executadas por especialistas no trabalho a se verificar;
Framework Scrum

Time Scrum;
Papéis;
Cerimônias / Eventos;
Artefatos e;
Regras

As regras do Scrum integram os cerimônias/eventos, papéis e artefatos, administrando as relações e interações entre eles.
O Time Scrum
Tamanho do Time de Desenvolvimento

Pequeno o suficiente para se manter ágil e grande o suficiente para completar uma parcela significativa do trabalho (Sprint Backlog) dentro da Sprint;

Times muito pequenos
Podem encontrar restrições de habilidades durante a Sprint, incapacitando a entrega do incremento;
Diminuem a interação e resultam em menores ganhos de produtividade.

Times ligeiramente grandes
Requerem muita coordenação;
Geram muita complexidade para um processo empírico gerenciar.

O Time Scrum
Scrum Master

Responsável por garantir que o Scrum seja entendido e aplicado;

Faz isso garantindo que o Time Scrum esteja aderente à teoria, práticas e regras do Scrum;

É um servo-líder para o Time Scrum;

Ajuda aqueles fora do Time Scrum a entender quais interações são úteis e quais não são (blinda o time);

Ajuda todos a mudarem estas interações para maximizar o valor criado pelo Time Scrum.
O Time Scrum
Scrum Master trabalhando para o Product Owner (PO)

Encontra técnicas para o gerenciamento efetivo do Backlog do Produto;

Comunica de forma clara a visão, o objetivo e os itens do Backlog do Produto para o Time de Desenvolvimento;

Ensina o Time Scrum a criar itens do Backlog do Produto de forma clara e concisa;

Compreende a longo-prazo o planejamento do Produto no ambiente empírico;

Compreende e pratica a agilidade;

Facilita as cerimônias/eventos Scrum conforme são exigidas ou quando necessário.
O Time Scrum
Scrum Master trabalhando para o Time de Desenvolvimento

Treina em autogerenciamento e interdisciplinaridade;

Ensina e lidera na criação de produtos de alto valor;

Remove impedimentos para o progresso do time;

Facilita as cerimônias/eventos Scrum conforme são exigidas ou quando necessário;

Orienta em ambientes organizacionais nos quais o Scrum não é totalmente adotado e compreendido.
O Time Scrum
Artefatos do Scrum
Representam o trabalho e o valor;

Fornecem transparência e oportunidades para inspeção e adaptação;

Asseguram que o Time Scrum seja bem sucedido na entrega de um Incremento “Pronto”.

Product Backlog (Backlog do Produto);
Sprint Backlog (Backlog da Sprint);
Incremento.
O Time Scrum
Scrum Master trabalhando para a Organização

Lidera e orienta a organização na adoção do Scrum;

Planeja implementações Scrum dentro da organização;

Ajuda colaboradores e stakeholders a compreender e tornar aplicável o Scrum e o desenvolvimento de produto empírico;

Causa mudanças que aumentam a produtividade do Time Scrum;

Trabalha com outros Scrum Masters para aumentar a eficácia da aplicação do Scrum na organização.
História
Artefatos do Scrum
Product Backlog (Backlog do Produto)

Lista ordenada de tudo que é necessário no produto;

Origem única dos requisitos para qualquer mudança a ser feita no produto;

O PO é responsável por ele (conteúdo, ordenação e disponibilidade);
Artefatos do Scrum
Product Backlog (Backlog do Produto)

Evolui com o produto e é dinâmico;

Nunca está completo, muda constantemente para refletir o que o produto necessita para ser mais apropriado, competitivo e útil;

Existirá enquanto o produto existir;

Múltiplos Times Scrum podem trabalhar no mesmo produto e no mesmo Backlog do Produto.
Artefatos do Scrum
Product Backlog (Backlog do Produto)

Lista todas as características, funções, requisitos, melhorias e correções;

Cada item possui os atributos: descrição, ordem e estimativa;

Geralmente é ordenado por: valor, risco, prioridade e necessidade;

Itens no topo da lista demandam desenvolvimento imediato (mais valor);

Itens no topo da lista são mais claros, detalhados e ocuparão o time na próxima Sprint;

Itens no topo da lista são detalhados de forma que qualquer um deles possa estar “pronto” dentro da Sprint (considerados “ready” e elegíveis para a Sprint Planning);

O Time de Desenvolvimento é responsável por todas as estimativas, que pode ser influenciada pelo PO (quem executará o trabalho dará a estimativa final).

Artefatos do Scrum
Product Backlog – Grooming (refinamento
/preparação)

Adicionar detalhes, estimativas e ordenação aos itens no Backlog do Produto;

Processo contínuo em que PO e Time de Desenvolvimento colaboram detalhando o Backlog do Produto;

Itens são analisados e revisados;

É uma tarefa part-time durante a Sprint;

O Time de Desenvolvimento decide como e quando o refinamento está “Pronto”;

Não consome mais de 10% da capacidade do Time de Desenvolvimento;

Os itens podem ser atualizados a qualquer momento pelo PO ou a critério dele.
Artefatos do Scrum
Product Backlog – Monitorando o Progresso a caminho do Objetivo

Em qualquer momento o total restante do trabalho para alcançar o objetivo, pode ser somado;

O PO acompanha este valor pelo menos a cada reunião de Revisão da Sprint (Sprint Review);

PO compara este valor com os anteriores, para avaliar o progresso na direção de completar o trabalho previsto;

Esta informação deve ser transparente para todos os stakeholders;

Práticas como burndown, burnup e outras práticas de estimativa são usadas para prever o progresso. São úteis mas não substituem a importância do empirismo.

Artefatos do Scrum
Sprint Backlog

Conjunto de itens do Backlog do Produto selecionados para a Sprint, juntamente com o plano para entregar o incremento do produto e atingir o Objetivo/Meta da Sprint;

É a previsão do Time de Desenvolvimento sobre qual funcionalidade estará no próximo incremento e sobre o trabalho necessário para entregar essa funcionalidade em um incremento “Pronto”;

Os itens são as histórias e o plano é o trabalho necessário para entregar o incremento (tarefas);
Artefatos do Scrum
Sprint Backlog

Define o trabalho que o Time de Desenvolvimento executará para transformar os itens do Backlog do Produto em um incremento “Pronto”;

Torna visível todo o trabalho que o Time de Desenvolvimento identifica como necessário para atingir o objetivo da Sprint;

É um plano com detalhes suficientes, para que mudanças ao longo da Sprint possam ser entendidas durante a Reunião Diária.
Artefatos do Scrum
Definição de “Pronto” (“Done”)

Todos devem entender o que “Pronto” significa;

Pode variar entre times, mas os integrantes devem ter um entendimento compartilhado do que significa o trabalho estar completo para assegurar a transparência;

É usado para avaliar quando o trabalho está completo no incremento do produto;

Orienta o Time de Desenvolvimento em determinar quantos itens do Backlog do Produto podem ser selecionados durante a Reunião de Planejamento da Sprint (Sprint Planning);
Artefatos do Scrum
Sprint Backlog – Monitorando o Progresso da Sprint

Em qualquer momento na Sprint, o total do trabalho restante dos itens do Backlog da Sprint pode ser somado;

O Time de Desenvolvimento monitora o total do trabalho restante pelo menos a cada Reunião Diária;

Projetar a probabilidade de alcançar o objetivo/meta da Sprint;

O Scrum não considera o tempo gasto trabalhado no Backlog da Sprint, o relevante é o tempo restante e a data.
Artefatos do Scrum
Incremento

É a soma de todos os itens do Backlog do Produto completados durante a Sprint e (em conjunto/mais) o valor dos incrementos de todas as Sprints anteriores;

Ao final da Sprint um novo incremento deve estar “Pronto”, ou seja, deve ser utilizável e atender a definição de “Pronto” do Time Scrum;

Deve estar na condição utilizável, independente do PO decidir por liberá-lo ou não;

Cada incremento é adicionado a todos os incrementos anteriores e completamente testado, garantindo que todos os incrementos funcionem juntos.
Artefatos do Scrum
Sprint Backlog

Conforme o trabalho é realizado ou terminado, a estimativa do trabalho restante é atualizada;

Quando elementos do plano são considerados desnecessários, eles são removidos;

Somente o Time de Desenvolvimento pode alterar o
Backlog da Sprint durante a Sprint;

O Backlog da Sprint é altamente visível, uma imagem em tempo real do trabalho que o Time de
Desenvolvimento planeja completar durante a Sprint;

Pertence exclusivamente ao Time de Desenvolvimento.

Artefatos do Scrum
Sprint Backlog

O Time de Desenvolvimento modifica o Backlog da Sprint ao longo de toda a Sprint, e o Backlog da Sprint vai surgindo durante a Sprint;

O surgimento ocorre quando o Time de Desenvolvimento trabalha segundo o plano e aprende mais sobre o trabalho necessário para alcançar o objetivo da Sprint;

Sempre que um novo trabalho é necessário, o Time de Desenvolvimento adiciona este ao Backlog da Sprint;
Cerimônias/Eventos do Scrum
Sprint Planning Meeting (Reunião de planejamento da Sprint)

Daily Scrum (Reunião diária)

Sprint Review (Reunião de revisão da Sprint)

Sprint Retrospective (Reunião de Retrospectiva da Sprint)
Cerimônias/Eventos do Scrum
Cerimônias/Eventos prescritos, para criar uma regularidade/frequencia e minimizar a necessidade de reuniões;

Cerimônias/Eventos são time-boxed;

Mitiga o desperdício no processo de planejamento;

Pensados para possibilitar a inspeção e adaptação;

Cerimônias/Eventos do Scrum
Sprint

É o coração do Scrum;

Tem como propósito entregar incrementos de funcionalidades potencialmente utilizáveis aderentes à definição atual de “Pronto” do Time Scrum;

Time-box de um mês ou menos, onde um incremento é criado;

Tem a definição do que será construído, um plano flexível que guiará a construção, o trabalho e o resultado do produto;

Possibilita a previsibilidade e mitiga riscos;

Sprints tem durações consistentes/compatíveis;

Um nova Sprint começa assim que termina a anterior.
Cerimônias/Eventos do Scrum
Sprint

Composta por:

Sprint Planning Meeting (Reunião de planejamento da Sprint);

Daily Scrum (Reunião diária);

Trabalho de Desenvolvimento;

Sprint Review (Reunião de revisão da Sprint);

Sprint Retrospective (Reunião de Retrospectiva da Sprint).
Cerimônias/Eventos do Scrum
Durante a Sprint

Não são feitas mudanças que possam por em risco o objetivo/meta da Sprint;

A composição do Time de Desenvolvimento se mantém a mesma;

As metas de qualidade não diminuem;

Quanto mais se aprende sobre o escopo, este é esclarecido e renegociado entre o PO e o Time de
Desenvolvimento.

Cerimônias/Eventos do Scrum
Objetivo/Meta da Sprint

A meta é um objetivo que será alcançado dentro da Sprint através da implementação do Backlog do Produto;

Fornece orientação do porque o Time Desenvolvimento está trabalhando no incremento;

Dá ao Time de Desenvolvimento alguma flexibilidade em relação as histórias a serem implementadas dentro da Sprint;

Cerimônias/Eventos do Scrum
Sprint Planning (Reunião de planejamento da Sprint)

É onde se planeja o trabalho a ser executado dentro da Sprint;

O plano é criado de forma colaborativa entre o Time Scrum;

Time-box de 8 horas para uma Sprint de um mês;

Consiste em suas partes:
O que pode ser entregue como incremento da Sprint?
Como o trabalho necessário para entregar o incremento será realizado?

Cerimônias/Eventos do Scrum
Sprint Planning – Primeira Parte

Deve-se ter em mãos:

Backlog do Produto;

O incremento anterior;

A capacidade projetada do Time de Desenvolvimento;

Performance anterior do Time de Desenvolvimento.
Cerimônias/Eventos do Scrum
Sprint Planning – Primeira Parte

O Time de Desenvolvimento preve as funcionalidades que serão desenvolvidas;

O PO apresenta os itens priorizados do Backlog do Produto para o Time de Desenvolvimento;

O Time Scrum colabora com o entendimento do trabalho na Sprint;

Só o Time de Desenvolvimento pode dizer a quantidade de itens e avaliar o que pode ser completado;

O objetivo/meta é determinado pelo Time Scrum;
Cerimônias/Eventos do Scrum
Sprint Planning – Segunda Parte

O Time de Desenvolvimento decidirá como transformar histórias em incremento “Pronto”;

Este trabalho pode variar em tamanho ou esforço;

Trabalho suficiente é planejado pelo Time de Desenvolvimento;

O trabalho planejado pelo Time de Desenvolvimento para os primeiros dias é decomposto até o final desta reunião (tarefas de um dia ou menos);
Cerimônias/Eventos do Scrum
Sprint Planning – Segunda Parte

O PO e outros indivíduos podem participar desta parte;

O Time de Desenvolvimento pode renegociar com o PO os intes do Backlog da Sprint.

No final, o Time Desenvolvimento deve ser capaz de explicar ao PO e ao Scrum Master como pretenderá trabalhar para cumprir a meta da Sprint.
Cerimônias/Eventos do Scrum
Cancelamento da Sprint

Pode ser cancelada antes do time-box da Sprint terminar;

Só o PO tem autoridade para cancelar (pode ser influenciado);

Se meta da Sprint se tornar obsoleta ou se não fizer mais sentido;

Qualquer item “Pronto” do Backlog do Produto é revisado;

Geralmente o PO aceita partes do trabalho potencialmente utilizáveis;

Itens incompletos são reestimados e voltam para o Backlog do Produto;

É traumático e incomum.
Cerimônias/Eventos do Scrum
Daily Scrum (Reunião diária)

Avaliar o progresso em direção à meta;

Não é uma reunião de status;

Time-box de 15 minutos;

Ocorre no mesmo horário e lugar;

Só o Time de Desenvolvimento participa e ele a conduz;
Cerimônias/Eventos do Scrum
Daily Scrum (Reunião diária)

O Scrum Master garante que aconteça, que apenas as pessoas devidas participem e se mantém como time keeper;

Sincronizar atividades e criar um plano para até a próxima daily;

Inspeciona o trabalho desde a última daily e prevê o que pode ser feito até a próxima;

Avaliar a tendência para completar o trabalho no Backlog da Sprint.
Cerimônias/Eventos do Scrum
Durante a Daily Scrum

O Time de Desenvolvimento explica:

O que eu fiz desde a última daily?
O que eu farei até a próxima daily?
Eu vejo algum obstáculo?

O que eu fiz desde a última daily que ajudou o Time de Desenvolvimento a atender a meta da Sprint?

O que eu farei até a próxima daily para ajudar o Time de Desenvolvimento atender a meta da Sprint?

Eu vejo algum obstáculo que impeça a mim ou ao Time de Desenvolvimento de cumprir a meta da Sprint?
Cerimônias/Eventos do Scrum
Sprint Review (Reunião de revisão da Sprint)

Ocorre no final da Sprint;

É uma reunião informal;

Time-box de 4 horas para uma Sprint de um mês;

Objetivo de extrair feedback e fomentar a colaboração;

Inspecionar o incremento;

Adaptar o Backlog Produto, se necessário;

Time Scrum e stakeholders colaboram sobre o que foi feito na Sprint e sobre o que poderá ser feito na próxima;
Cerimônias/Eventos do Scrum
Durante a Sprint Review

O PO esclarece quais itens do Backlog do Produto foram “Prontos” e quais não foram;

O Time de Desenvolvimento discute o que foi bem na Sprint, quais problemas ocorreram e como foram resolvidos;

O Time de Desenvolvimento demonstra o trabalho que está “Pronto”;

O PO discute o Backlog do Produto tal como está;

O grupo todo colabora sobre o que fazer a seguir.
Cerimônias/Eventos do Scrum
Sprint Retrospective (Reunião de Retrospectiva da Sprint)

Oportunidade para o Time Scrum inspecionar a si mesmo e criar um plano de melhoria;

Ocorre após a Sprint Review e antes da próxima Sprint Planning;

Time-box de 3 horas para uma Sprint de um mês;

O Time Scrum planeja como aumentar a qualidade, adaptando a definição de “Pronto”;

O Scrum Master encoraja o Time Scrum a evoluir nas práticas Scrum;
Cerimônias/Eventos do Scrum
Durante a Sprint Retrospective

Inspecionar como a última Sprint foi em relação às pessoas, aos relacionamentos, aos processos e às ferramentas;

Identificar e ordenar os principais itens que foram bem e as potenciais melhorias;

Criar um plano para implementar melhorias no modo que o Time Scrum faz seu trabalho.
Planning Poker
Ler e entender os livros

Grooming;
Backlog;
Definir o time scrum;
Capacidade do time;
Pronto;
1ª parte: o que pode ser entregue:
Prever o que pode ser entregue;
Monstrar itens priorizados (PO);
Meta;
2ª parte: como será entregue:
Qual trabalho será realizado.
Full transcript