Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

VIDA CRISTÃ - Estudo sobre Mordomia Cristã

No description
by

ALLAN EDVER

on 18 September 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of VIDA CRISTÃ - Estudo sobre Mordomia Cristã

Estudo sobre Mordomia Cristã

I- DEFINIÇÕES
Etimologia:
“Mor”= maior e “domo”= casa (do latim “majordomus”, o maior da casa, ou “chefe da casa”). Do grego oikonomos, onde “oikos”= casa e “nomos”= lei. Literalmente é a “lei da casa”.

Significado:

Ser mordomo é o exercício dessa capacidade de administração. Mordomia Cristã é o manejo responsável dos recursos do reino de Deus que foram confiados a uma pessoa ou a um grupo.
Salmo 90.12:
“Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios”.

Sentido Bíblico-Histórico:
O mordomo, geralmente, era um escravo capaz e de confiança. Neste caso, se tornava um homem livre para ser o mordomo ou "gerente de negócios" da casa. Ele tinha responsabilidades excepcionalmente grandes, que se estendiam à gerência dos negócios do seu patrão (Ex:

Gn. 39.3-6
).
Há dois incidentes Bíblicos que nos ajudam a esclarecer as atribuições de um mordomo.
O primeiro

encontramos em Eliézer, servo de Abraão.

“Disse Abraão ao seu mais antigo servo da casa, que governava tudo o que possuía".

Gên. 24:2.

O segundo
trata de José. Em
Gên. 39:4 e 6,

“agradou-se de José e tornou-o administrador de seus bens. Potifar deixou a seu cuidado a sua casa e lhe confiou tudo o que possuía. Desde que o deixou cuidando de sua casa e de todos os seus bens, o Senhor abençoou a casa do egípcio por causa de José. A bênção do Senhor estava sobre tudo o que Potifar possuía, tanto em casa como no campo. Assim, deixou ele aos cuidados de José tudo o que tinha, e não se preocupava com coisa alguma, exceto com sua própria comida...”

II. Raiz do Tema
Genesis 1:26-29

“Também disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança;

tenha ele domínio

sobre os peixes do mar, sobre as aves dos céus, sobre os animais domésticos, sobre toda a terra e sobre todos os répteis que rastejam pela terra. Criou Deus, pois, o homem à sua imagem, à imagem de Deus o criou; homem e mulher os criou. E Deus os abençoou e lhes disse:

Sede

fecundos, multiplicai-vos, enchei a terra e sujeitai-a; dominai sobre

os peixes do mar, sobre as aves dos céus e sobre todo animal que rasteja pela terra. E disse Deus ainda: Eis que vos tenho dado todas as ervas que dão semente e se acham na superfície de toda a terra e todas as árvores em que há fruto que dê semente; isso

vos será para mantimento”.

Genesis 2:15

“Tomou, pois, o SENHOR Deus ao homem e o colocou no jardim do Éden

para o cultivar e o guardar”.
A obra de Deus em nossa vida repousa sobre um tripé:

CRIAÇÃO, REDENÇÃO e SUSTENTAÇÃO
. Os dois primeiros termos nos expressam a soberania de Deus. É Senhor porque nos criou. É Senhor porque nos redimiu. O crente nutre esta profunda convicção: SOU DO SENHOR.
O terceiro fala do cuidado de Deus. O crente tem esta profunda experiência e convicção: “o SENHOR cuida de mim”. Isto afeta nosso conceito de mordomia: Deus tem direitos sobre nós, e cuida de nós.
“No entanto, o meu povo e eu não podemos, de fato, te dar nada, pois tudo vem de ti, e nós somente devolvemos o que já era teu”
(1 Cr 29.14).
III. Elementos da Mordomia
Mordomia tem a ver com o relacionamento servo/senhor.
Proprietário
Gerente
Propriedade
(os bens , o corpo, o tempo, talentos e dons, pessoas)
A questão é: COMO ESSAS PARTES SE RELACIONAM?
IV. Princípios Básicos
(a).

Organize toda a sua vida em torno da CONSCIÊNCIA de que você é MORDOMO DE DEUS.
• Não se trata de ter que ser mordomo, você é!
• Sua decisão será entre ser UM BOM MORDOMO ou UM MAU MORDOMO!

Gn 39.20-23
“Mandou buscar José e lançou-o na prisão em que eram postos os prisioneiros do rei. José ficou na prisão, mas o Senhor estava com ele e o tratou com bondade, concedendo-lhe a simpatia do carcereiro. Por isso o carcereiro encarregou José de todos os que estavam na prisão, e ele se tornou responsável por tudo o que lá sucedia. O carcereiro não se preocupava com nada do que estava a cargo de José, porque o Senhor estava com José e lhe concedia bom êxito em tudo o que realizava”.
(b).
Admita que Deus está observando diariamente que TIPO DE MORDOMO você está sendo.

Como você GANHA o “seu dinheiro”?

(honestidade, fidelidade no trabalho, disposição para estudar e crescer, etc.) – 2Tes 3.10;

Pv 20.4
;
Ef 6.5-8; Cl 3.22-25.


Pv. 20:4

“O preguiçoso não ara a terra na estação própria; mas na época da colheita procura, e não acha nada”.
• Como você GASTA o “seu dinheiro”? (sabedoria, prioridades, planejamento, etc.) –
Pv 18.9

“Quem relaxa em seu trabalho é irmão do que o destrói”.


Como você COMPARTILHA “o que tem”? (altruísmo, sensibilidade, generosidade, etc.) –
Pv 14.21
, 31; 19.17; 21.13; 22.9, 22-23.

“Quem despreza o próximo comete pecado, mas como é feliz quem trata com bondade os necessitados!”


Como você PLANEJA “o futuro”? (dependência, preocupação com os propósitos de Deus, excelência, etc.) –

Pv 21.5;

Tg 4.13-16

“Os planos bem elaborados levam à fartura; mas o apressado sempre acaba na miséria”.

V- PRESTAÇÃO DE CONTAS
O mordomo, mais dia menos dia, será intimado a prestar contas de sua função.

Lemos em
Lucas 16 2
:
“Dá contas de tua mordomia” ou

“Preste contas da sua administração”
(
LH
).
CONCLUSÃO
Seja mordomo com entusiasmo. Use seus dons, seus bens, sua vida, dedique sua família, seja o sacerdote da família, intercedendo por ela a Deus.

Terá um galardão no céu: “Servo bom e fiel”, ouvirá da boca do Senhor.

Terá um galardão aqui: a vida é cheia de sentido quando se serve a Deus.

Lucas 12:42-48
Full transcript