Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Holmes & Gardner - Capítulo V

Holmes & Gardner - Capítulo V
by

Patricia Cardozo

on 29 April 2010

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Holmes & Gardner - Capítulo V

Teoria E- Learning - O Construtivismo Comunitário

O ambiente comunitário de aprendizagem tem a vantagem de ser menos formal que uma estrutura organizada como,por exemplo, uma empresa ou uma universidade.
O Construtivismo social sustenta nossa compreensão de como os indivíduos aprendem em um contexto social e a extensão da organização de uma rede de aprendizagem comunitária online auto-sustentável. Como em nossa wiki.

Em um aprendizado colaborativo de línguas os alunos aprendem por tentativa e erro. Aprendem, ensinam, praticam uns com os outros e utilizam jogos estratégicos de raciocínio. O Behaviorismo

Talvez seja uma das teorias mais antiga e compreendida que sustenta os marcos teóricos da educação e do e-learning. Watson foi o mais extremo Behaviorista e suas ideias eram em oposição a noção de que a mente de uma pessoa e a consciência poderia ser utilizada como um foco para explicar o comportamento. Os Behavioristas defendiam que certos estímulos podem produzir reações em um ser humano ou em um animal com experiências específicas de comportamento podem ser ensinados. Dessa forma uma pessoa aprenderá um comportamento em particular. A capacidade do indivíduo para o processamento mental através de sua mente ou cérebro , é efetivamente irrelevante com o hábito de circunstâncias cultivadas. Essa teoria nega focar o aluno produzindo uma pedagogia que reduz a aprendizagem a algo semelhante a um sistema automatizado a respostas de perguntas específicas. Ela trabalha com recompensas para avançar para a fase seguinte com comentários de felicitações, enquanto que as sanções incluem a repetição da tarefa ou executar tarefas de extensão.
O Cognitivismo

Os teóricos cognitivistas eram opostos as ideias Behavioristas e centraram-se diretamente sobre a mente e os processos de aprendizagem do cérebro.

Para Jean Piaget a teoria caracteriza-se por fases de desenvolvimento quer na preparação dos alunos para assumir um determinado tipo de aprendizagem, ou seja, os passos da maturidade que rege o tipo de aprendizagem que a criança pode realizar.
De zero a dois anos com habilidades de sensório-motor
De dois a sete anos - pré-operacional - desenvolvimento linguístico, a compreenção intuitiva de alguns processos simples através de operações concretas
De sete a onze anos - pensamento organizado, resolução de problemas com contexto real e operações formais
De onze a quinze anos resumo da conceituação e da lógica formal.
Jerome Bruner utilizava o mesmo método
onde alguns recursos de aprendizagem dependem
da consolidação dos anteriores. Para Lev Vygotsky o tutor é apenas um facilitador do aprendizado que
pode guiar o aluno através de atividades progressivamente desafiadoras
como tarefas de raciocínio, resolução de problemas ou jogos estratégicos. Contrariando a opinião de Piaget Vygotsky mostra que independentemente do passo-a- passo as crianças podem aprender com os adultos ou com outras crianças através da interação.
O exemplo da figura anterior mostra o aluno dentro do círculo com seu conhecimento e o professor do outro lado do círculo que tem maior conhecimento, o círculo do meio ( sem bolinhas) é o que o aluno precisa aprender para alcançar o conhecimento do professor que irá ajudá-lo nessa aquisição. Essa distância a ser percorrida entre o conhecimento do tutor e do aluno Vygotsky chamou de zona de desenvolvimento proximal. Sócio Construtivismo Cognitivo

A necessidade de assistência de alguém com mais conhecimento é indispensável para os alunos construírem seu próprio conhecimento, habilidades e compreensão de sua capacidade de raciocínio e observação. Os mais recentes avanços na tecnologia da informação esta aumentando o potencial de comunicação e a capacidade de armazenar uma grande variedade de dados. O Elearning fornece ferramentas para criar novas aprendizagem para os alunos, contribuir e armazenar seus novos conhecimentos, sobre qualquer formas que seja como projetos, obras de arte, ensaios e assim por diante beneficiando a comunidade. Obrigada Gente!
Patrícia Cardozo
Fotos virtuais de
Eloisa! Os principais elementos do sócio-construtivismo são:

Social - Onde a aprendizagem não é apenas contextualizada nas definições normais das escolas e universidades mas também na comunidade social

Reflexão - Os esforços coletivos de reflexão, de auto avaliação e auto regulamentação contribui para a melhoria dos processos da organização e desempenho. Os indivíduos aprendem,colaboram e cooperam uns com os outros.

Autenticidade

Passo-a-passo do conhecimento

Progressão

Experiência \ colaboração Obrigada Gente!
Patrícia Cardozo!
Fotos virtuais de Heloisa!
Full transcript