Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Impactos Ambientais Urbanos

Lixo
by

Shayenne Moura

on 27 March 2011

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Impactos Ambientais Urbanos

Impactos Ambientais Urbanos LIXO Integrantes
Beatriz Martins
Giovanni Parize
Gláucia Medeiros
Isabele Santos
Isabella Gatto
Shayenne Moura
Uallex Plácido A Gestão do Lixo Lixo x habitante;

Residuos sólidos;

Taxa de urbanização. "Um país urbanizado produz mais residuos solidos que um pais rural." 5 R's Reduzir Reciclar Reutilizar Refletir LIXO X SAÚDE Gestão, Saneamento Básico e Áreas de Risco Lixo Orgânico

- Restos de comida;
- Cabelos;
- Papel Molhado. Lixo seco:

- Papel;
- Vidro;
- Metal;
- Plástico. Tipos de Lixo O que é lixo? Definição Nos dicionários de Língua Portuguesa, lixo é denominado como coisas inúteis, velhas, sem valor. Na realidade... O termo “lixo” tem que ser revisto como tudo aquilo que foi descartado e que, após determinado processo, pode ser útil e aproveitado pelo homem. Porque comprar um modelo novo
se o antigo funcionava bem? Os 3 R's São 5? 5 Re's Refletir e Recusar Refletir Recusar Reciclar Reutilizar Reduzir Dicas para praticar os 3 R's: Leve sacola própria para trazer as compras do mercado.
Evite usar descartáveis com freqüência.
Evite compras por impulso.
No escritório, use somente 1 copo de plástico por dia ou traga sua caneca de casa.
Em casa prefira usar guardanapos, toalhas e filtros de pano.
Recuse folhetos.
Incentive a comunidade a exigir a coleta seletiva e o fim dos lixões a céu aberto.
Não jogue no lixo baterias de celular, lâmpadas, restos de tinta ou produtos químicos. Aterro Sanitário Composição No Brasil "Aterros sanitários de resíduos sólidos urbanos, consiste na técnica de disposição de resíduos sólidos urbanos no solo, sem causar danos ou riscos à saúde pública e à segurança, minimizando os impactos ambientais, método este que utiliza os princípios de engenharia para confinar os resíduos sólidos ao menor volume permissível, cobrindo-os com uma camada de terra na conclusão de cada jornada de trabalho ou a intervalos menores se for necessário." Lixões Configuração Algumas Soluções Lixo no Mundo Estados Unidos Outros Países Saneamento Básico e Áreas de Risco Ambiental Principal afetado:
Pessoas de Baixa Renda O que são áreas de risco? São áreas que estão em situação de equilíbrio precário e podem causar danos aos seres humanos que nelas vivem ou atuam. Exemplos de Áreas de Risco Falta de Saneamento Básico Falta dos Procedimentos Cidade Exemplo O resultado da falta de Saneamento Formas de diminuir os impactos ambientais Empresas Casas Escritórios Escolas Prevenção da poluição na empresa visando não gerar ou minimizar a geração de resíduos,reduzindo os riscos ambientais para os seres vivos. Acumule várias peças de roupa para passar tudo de uma vez;
Regule as torneiras da sua casa;
Escove os dentes com a torneira fechada. Evite utilizar copos ou pratos descartáveis, para diminuir a quantidade de lixo;
Vá ao trabalho de bicicleta. Assim você, diminui a emissão de gases na atmosfera e ainda evita os congestionamentos. Apague as luzes em locais que não estiverem sendo usados.
Se você ver alguma torneira pingando, informe a coordenação da escola.Uma torneira pingando pode vazar até 46 litros de água por dia; Conclusões e Opinião do Grupo -Capitalismo, sustentado pelo capital;
-Poder da mídia;
-Todos nós estamos ligados a algum tipo de consumo;
-Mundo tecnológico evoluindo desenfreadamente, gerando um ciclo vicioso;
-Enriquecimento das empresas e geração de dívidas;
-Geração de lixo e locais para depositá-lo;
-Todos nós sofremos de consumo compulsivo;
-Necessidade de tratamento em alguns casos;
-Tomar alguma atitude para garantir o futuro das diversas formas de vida. *40 milhões de pontos de riscos no Brasil;

-Cascavel e Londrina (Paraná);
-Angra dos Reis (Rio de Janeiro);
-Bairros Cota (Cubatão, São Paulo);
-Cidades metropolitanas da capital paulista e pontos da própria capital.
Redução de bens de Consumo;

Consumo mais Consciente;

Reaproveitamento;

Reciclagem. O que fazer?... Tragédias Ocupação majoritária da população de baixa renda;

Margens de Rios sujeitos a inundação;

Áreas de alta declividade (encostas ou topos de morros) com risco de desmoronamento ou deslizamento de terra); Região Serrana do Rio de Janeiro.
Mais de 600 mortos. Tragédias Morro do Bumba, Niterói/ RJ.
200 soterrados;
Cerca de 50 mortos. Prevenção de desastres naturais São inviabilizadas pelo seu alto custo;

Planejamento e controle do uso do solo;

Restrições de Ocupação.

Lei nº 6.766, que proibe que áreas de risco sejam loteadas para fins urbanos Lixo Doméstico;

Lixo Comercial;

Lixo Industrial;

Lixo Hospitalar;

Lixo Público;

Lixo Nuclear. A base do aterro sanitário deve ser constituída por um sistema de drenagem de efluentes líquidos percolados (chorume) acima de uma camada impermeável de polietileno de alta densidade - PEAD, sobre uma camada de solo compactado para evitar o vazamento de material líquido para o solo.
Seu interior deve possuir um sistema de drenagem de gases que possibilite a coleta do metano, gás carbônico e água (vapor).. * Forma inadequada de disposição final de resíduos sólidos, que se caracteriza pela simples descarga do lixo sobre o solo, sem medidas de proteção ao meio ambiente ou à saúde pública
* Não existe nenhum controle quanto aos tipos de resíduos depositados e quanto ao local de disposição
* Mais de 90% do lixo em todo o país é jogados ao ar livre. * Aterro controlado
* Aterro sanitário
* Incineração A produção de lixo nos Estados Unidos quase triplicou desde 1960. Esse lixo é tratado de várias maneiras. Cerca de 27% do lixo é reciclado ou vai para a compostagem, 16% é incinerado e 57% é enterrado.
A quantidade de lixo enterrada em aterros dobrou desde 1960. Os Estados Unidos ocupam posição intermediária dentre importantes países (Reino Unido, Canadá, Alemanha, França e Japão) em relação a aterros. O Reino Unido lidera o ranking, enterrando cerca de 90% do resíduo sólido em aterros. No caso do Brasil, segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), cerca de 10% dos lixões são aterros com bom manejo. Não há números fechados sobre reciclagem no Brasil. • 1 bilhão de pessoas não dispõem de água potável;
• 1,8 bilhão não têm acesso a sanitários e esgoto;
• 8 milhões de crianças morrem anualmente em decorrência de enfermidades relacionadas à falta de saneamento.
Uma cidade citada como um bem sucedido exemplo é Salvador. De 1997 a 2006, ela conseguiu aumentar a cobertura de rede de esgoto em 32,3% das casas para 78,4%. Separando o lixo Cores padronizadas das latas de lixo As soluções convencionais Implantando a coleta seletiva Principais formas de coleta seletiva Recursos Algumas experiências Resultados Coleta Seletiva • Crianças são as mais afetadas.
• Benefício para poucos.
• Brasil e outros países subdesenvolvidos.
• Doenças
 Doenças relacionadas à ausência de rede de esgoto.
 Doenças relacionadas à contaminação da água.
• Outras conseqüências. Concluímos que...

…não temos como para de produzir o lixo, mas podemos: reduzir – reutilizar – reciclar . O volume do lixo produzido no mundo aumentou cada vez mais e junto com ele os problemas também. Só no Brasil são gerados por dia aproximadamente 240 000 toneladas de lixo por dia, apenas metade do lixo produzido diariamente é coletado, a outra parte é jogada na rua, em rios ou em lixões clandestinos. Os lixos nas ruas entopem bueiros , e provocam enchentes desastrosas quando chove, além de contaminação e doenças. Todos são atingidos principalmente as comunidades carentes onde não possui: serviços de coletas e saneamento básico.
O lixo que antigamente era constituído principalmente de materiais orgânicos que são degradáveis pela a ação da natureza, hoje em dia o lixo é composto principalmente por embalagens que aumentam o tempo de degradação do lixo. O tempo de degradação varia de acordo com o material, mas para ter uma ideia só o alumínio leva 500 anos.
Assim para acabar com essa tonelada de problemas precisamos nos conscientizar e separar o lixo para a coleta seletiva e reutilizar sempre que necessário, para que um dia nosso mundo não vire um lixão.


“A reciclagem é uma alternativa para amenizar as consequências do lixo gerado pela sociedade.”
Full transcript