Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

TEORIA DA MATEMÁTICA NA ADMINISTRAÇÃO

No description
by

cassia da silva silva

on 28 June 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of TEORIA DA MATEMÁTICA NA ADMINISTRAÇÃO

TEORIA DA MATEMÁTICA NA ADMINISTRAÇÃO
INTRODUÇÃO
A Teoria Geral da Administração recebeu muitas contribuições da Matemática sob a forma de modelos matemáticos para proporcionar soluções de problemas empresariais. Muitas decisões administrativas são tomadas com base em soluções contidas em equações matemáticas que simulam situações reais.
TEORIA MATEMÁTICA

A maior aplicação da Teoria Matemática reside na chamada Administração das Operações. Os temas mais tratados pela Administração das Operações são:
1. Operações: focaliza os processos produtivos e produtividade;
2. Serviços: focaliza os processos que envolvem o sistema de operações de serviços;
3. Qualidade: envolve o tratamento estatístico da qualidade, melhoria contínua, programas de qualidade etc.;
4. Estratégia de Operações: define o alinhamento estratégico e a natureza estratégica da administração das operações;
5. Tecnologia: utiliza o computador para o desenvolvimento das operações.


Pesquisa Operacional
ORIGEM DA TEORIA MATEMÁTICA
A Teoria Matemática surgiu a partir de cinco causas:
1) O trabalho clássico sobre Teoria dos Jogos para a Teoria Estatística da Decisão;
2) O estudo do processo decisório que ressaltaram a importância mais da decisão do que da ação dela decorrente. A tomada de decisão passou a ser considerado decisivo no sucesso de todo sistema cooperativo, que é a organização;
3) A existência de decisões programáveis que podem ser quantitativas e representadas por modelos matemáticos;
4) O computador para aplicações de técnicas matemáticas mais complexas;
5) A Teoria Matemática que surgiu com a utilização da Pesquisa Operacional no decorrer da Segunda Guerra Mundial no campo de estratégia militar. A Teoria Matemática pretendeu criar uma ciência da Administração em bases lógicas e matemáticas que acabou produzindo a chamada Administração de Operações focada na administração manufaturas e de serviços.

Indicadores de Desempenho
Uma das maiores contribuições da Teoria Matemática foi o aporte de indicadores de financeiros e não financeiros – quantificados e objetivos – para medir ou avaliar o desempenho organizacional ou parte dele. As principais vantagens de um sistema de medição são:
A. Avaliar o desempenho e indicar as ações corretivas necessárias;
B. Apoiar a melhoria do desempenho;
C. Manter a convergência de propósitos e a coerência de esforços na organização, por meio da integração de estratégias, ações e medições.
O que medir?
• Resultados;
• Desempenho;
• Fatores Críticos de Sucesso.
As organizações utilizam medição, avaliação e controle de três áreas principais: dos resultados, que se pretende alcançar dentro de um determinado período de tempo, como dias, semanas, meses ou anos; do desempenho, que é o comportamento que se pretende tomar na prática; e dos fatores críticos de sucesso, que são os aspectos fundamentais para que a organização seja bem-sucedida em seus resultados ou em seu desempenho.

3 Estratégia Organizacional
Embora a Teoria Matemática não tenha se caracterizado por incursões na estratégia organizacional, ela se preocupou com a competição típica dos jogos, onde os elementos básicos da competição estratégica são os seguintes:
1. Capacidade de compreender o comportamento competitivo como um sistema, no qual competidores, clientes, dinheiro, pessoas e recursos interagem continuamente.
2. Capacidade de usar essa compreensão para predizer como um dado movimento estratégico vai alterar o equilíbrio competitivo.
3. Recursos que possam ser permanentemente investidos em novos usos mesmo se os benefícios consequentes só aparecem no longo prazo.
4. Capacidade de prever riscos e lucros com exatidão e certeza suficientes para justificar o investimento correspondente.
5. Disposição de agir.

Ana Paula, Adriana Berlt, Cássia, Joice e Maúricio.
A Teoria Matemática aplicada a soluções dos problemas administrativos é conhecida como Pesquisa Operacional (PO), sendo uma corrente que localiza e que enfatiza o processo decisório e o trata de modo lógico e racional através de uma abordagem quantitativa, determinante e lógica.
A maior aplicação de Teoria Matemática está na Administração das Operações em organizações da manufatura e de serviços que envolvem atividades relacionadas com produtos e serviços, processo e tecnologia, localização industrial, gerenciamento de qualidade, planejamento e controle de operações. Os temas mais tratados pelas Administrações das Operações são operações, serviços, qualidade, estratégia de operações e tecnologia.

As principais técnicas de PO são:
2. Teoria das Filas: refere-se à otimização de arranjos em condições de aglomeração e de espera e utiliza técnicas matemáticas variadas. Ela cuida do tempo de espera, ou seja, das demoras verificadas em algum ponto de serviço no qual se situa em problemas, como ligações telefônicas, problemas de tráfego, cadeias de suprimentos, logística e atendimento em agências bancárias. Sendo seus pontos de interesses o tempo de espera dos clientes, o número de clientes na fila e a razão entre o tempo de espera e o tempo de prestação de serviço;
3. Teoria dos Grafos: essa teoria baseia-se em redes e diagramas de flechas para várias finalidades oferecendo técnicas de planejamento e programação por essas redes. As redes ou diagramas de flechas apresentam as seguintes vantagens nas quais são as execuções do projeto no prazo mais curto e ao menor custo; permitem o inter-relacionamento das etapas e operações do projeto; distribuição ótima dos recursos disponíveis e facilitam a sua redistribuição em caso de modificações; fornecem alternativas para a execução do projeto e facilitam a tomada de decisão.
4. Programação Linear: é uma técnica matemática que permite analisar os recursos de produção no sentido de maximizar o custo em função do objetivo prefixado. A programação linear é aplicável a programação de processos decisórios para obter custo mínimo e rendimento máximo, sendo essa uma das suas característica dentre as demais como supor as escolha entre as alternativas ou combinação delas; considerar limites ou restrições que a cercam e as variáveis que devem ser quantificáveis e ter relações lineares entre si.
5. Programação Dinâmica: é aplicada em problemas que possuem várias fases inter-relacionadas, onde se deve adotar uma decisão adequada a cada uma das fases, sem perder de vista o objetivo final.
6. Análise Estatística e Cálculo de Probabilidade: é o método matemático utilizado para obter a mesma informação com a menor quantidade de dados. Uma de suas aplicações mais conhecidas é o controle estatístico de qualidade na área de produção. A ideia inicial era aplicar metodologia estatística na inspeção de qualidade, passando depois ao controle estatístico de qualidade e chegando à qualidade assegurada a fim de obter conformidade com as especificações e desempenho nos produtos. Esses controle de qualidade tem como objetivo localizar desvios, erros, defeitos ou falhas no processo produtivo, comparando o desempenho com o padrão estabelecido, sendo essa comparação feita por controle de qualidade 100% com inspeção total, controle de qualidade por amostragem sendo por lotes de amostra recolhidos para serem inspecionados, não interferindo no processo produtivo, porém se a amostra é aprovada todo lote é aprovado, e por fim pelo controle de qualidade aleatória sendo a probabilidade que consiste em inspecionar apenas certa porcentagem de produtos ou do trabalho aleatório. Enquanto o controle estatístico de qualidade é aplicável apenas no nível operacional, a qualidade total entende o conceito de qualidade o toda a organização, desde o nível operacional até o nível institucional.
CONCLUSÃO
A Teoria Matemática trouxe uma enorme contribuição para a Administração oferecendo táticas de planejamento e controle no emprego de recursos materiais, financeiros, humanos, etc. e um suporte na tomada de decisões, no sentido de aperfeiçoar a execução de trabalhos, e diminuir os riscos envolvidos nos planos que afetam o futuro a curto ou longo prazo.
Apesar dos benefícios, é importante salientar que ela apresenta algumas limitações, pois ela apresenta aplicações de projetos que envolvem órgãos ou grupos de pessoas, as não aplicações globais envolvendo toda a organização como um conjunto. Além disso a Teoria Matemática reduz todas as situações a números ou expressões matemáticas para serem desenvolvidas, mas a maior pare dos problemas nem sempre apresenta condições de serem resolvidos por expressões numéricas ou quantitativas. Ela também oferece poucas técnicas em níveis elevados na hierarquia empresarial, pois se restringe a pesquisa e a investigação das operações situadas no nível operacional da organização.

1. Teoria dos Jogos: propõe uma formulação matemática para a estratégia e a análise dos conflitos no qual é aplicada envolvendo disputa de interesses entre dois ou mais intervenientes, no qual cada jogador pode assumir uma variedade de ações possíveis, delimitadas pelas regras. Essa Teoria é principalmente utilizada em análise de concorrência em mercados competitivos. É o estudo das tomadas de decisões entre indivíduos quando o resultado de cada um depende das decisões dos outros, numa interdependência similar a um jogo. El estuda cenários onde existem vários interessados em aperfeiçoar os próprios ganhos, as vezes em conflitos entre si;
As definições de PO variam desde técnicas matemáticas específicas até o método científico em si, e são aplicadas em geral ao processo de tomada de decisão, apoiados em três aspectos:
1. Visão sistêmica dos problemas a serem resolvidos.
2. Uso do método científico na resolução de problemas.
3. Utilização de técnicas específicas de estatística, probabilidade e modelos matemáticos para ajudar o tomador de decisão e resolver o problema.
O objetivo da Pesquisa Operacional é capacitar a administração e resolver problemas e tomar decisões nas organizações. Ela pretende tornar científico racional e lógico o processo decisório nas organizações. Sua metodologia utiliza seis fases:
.Formular o problema;
.Construir um modelo matemático para representar o sistema;
.Deduzir uma solução do modelo;
.Testar o modelo e a solução;
.Estabelecer controle sobre a solução;
.Colocar a solução em funcionamento.
Suas aplicações envolvem: fluxos de produção, controle de qualidade, planejamento e controle da produção, transporte, estoque, distribuição e manipulação de materiais ou produtos, eficiência e produtividade, pesquisa de mercado, prevenção de acidentes, etc.
Full transcript