Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

INFECÇÕES DE VIAS AÉREAS SUPERIORES: o desafio do diagnóstic

No description
by

Delzinha Magalhaes

on 3 November 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of INFECÇÕES DE VIAS AÉREAS SUPERIORES: o desafio do diagnóstic

INFECÇÕES DE VIAS AÉREAS SUPERIORES:
o desafio do diagnóstico diferencial
para a decisão terapêutica

Acadêmicas:
Délzia Costa Magalhães
Jéssica Paula Nunes Barbosa
Maria Luíza Custódio Soares

Orientadora:
Síura Borges Silva

Infecções Respiratórias Agudas

25 milhões de consultas por ano
Todos níveis socioeconômicos


Crianças de 0 a 5 anos são mais afetadas
Área urbana: 6 a 8 episódios/ano

Área rural: 1 a 4 episódios/ano

Faltas Escolares
Faltas ao Trabalho

EPIDEMIOLOGIA
IVAS
Fossas Nasais
Seios da Face
Ouvido
Faringe
Laringe
Etiologia
Rinofaringite Aguda
Rinovírus (70%)
Coronavírus (20%)
VSR
Parainfluenza
Influenza
Adenovírus
Enterovírus
Contato através das mãos ou fômites

Inalação de gotículas de secreção nasal ou oral

Deposição de gotículas de secreção nasal ou oral em mucosas (nasal ou conjuntiva)

Transmissão
Fisiopatologia
Sinais e Sintomas
Evolução Natural RA
Pico dos sintomas: 2º ao 3º dia

Duração:
10 a 14 dias < 6 anos
4 a 7 dias > 6 anos
Tratamento
Orientações aos pais/cuidadores


Evolução Natural
Inesperada
Combinação de medicamentos

Terapia Sintomática
Analgésicos e Antipiréticos
Spray Nasal(SF)
Pastilhas (> 6 anos)
Mel (>1 ano)

Tratamento RA
Complicações RA
Diagnóstico Diferencial
OMA
Diagnóstico Diferencial Sinusite
Sintomas nasais persistentes (>10 dias)
Aumento e alteração secreções nasais
Exacerbação da tosse
Febre alta recorrente

Diagnóstico Diferencial Faringotonsilite
Presença de placas
Odinofagia
Febre alta
Astenia
Linfoadenopatia dolorosa

Diagnóstico Diferencial Laringite
Rouquidão
Tosse seca
Estridor respiratório
Tiragem supraesternal
Dispneia

Complicações RA
Diagnóstico Diferencial Traqueobronquite

Surgimento após 72h RA
Tosse seca / Tosse produtiva
AP: Roncos crepitações sibilância

Diagnóstico Diferencial Bronquiolite
Sibilância com ou sem tosse
Taquipneia
Esforço respiratório

Diagnóstico Diferencial Pneumonia
Febre alta
Dor torácica
Dispneia
Palidez
Toxemia

Diagnóstico Diferencial Sepse
Diagnóstico Diferencial
Coqueluche
Tosse paroxística
Guincho inspiratório
Vômitos pós-tosse

Rinite Alérgica
Anamnese

Olhos avermelhados e lacrimejantes
Prurido nasal, garganta e palato duro
Febre rara


Corpo Nasal Estranho
Tratamento
Medidas RA
Antibioticoterapia específica

Conclusão
Referências
Hidratação
Líquidos quentes
Solução salina tópica
Umidificação

Cuidados de suporte

Início súbito da sintomatologia
Sufocamento / Cianose
Secreção unilateral, fétida, purulenta ou rajada de sangue
Hemograma
Pesquisa de bactérias
IVAS
IVAI
Full transcript