Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

9C - 2ª Guerra Mundial

No description
by

Ensino Fundamental II EFII

on 22 June 2017

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of 9C - 2ª Guerra Mundial

2ª Guerra Mundial
Período de 1942 - 1945
1942

Durante 1942, os britânicos e os americanos lutaram contra os alemães e os italianos no norte da África, enquanto os soviéticos lutaram para repelir uma invasão alemã. No Pacífico, os Aliados pararam o avanço japonês.
1943

No final da primavera, os Aliados tomaram a Tunísia no norte da África, a partir do qual lançaram uma invasão da Itália. A URSS recuou a maré alemã no leste. Os EUA e os aliados recuperaram a primeira das ilhas do Pacífico tomadas pelos japoneses.
1944

Em 1944, a maré havia se tornado decisiva ao favor dos Aliados. As tropas aliadas capturaram Roma, invadiram a França em duas frentes e, ao final do ano, levaram a maior parte da França e da Itália. Os soviéticos expulsaram os exércitos alemães da URSS e começaram uma invasão da Europa Oriental. As marinhas aliadas no Pacífico continuaram recapturando ilhas do Japão e começaram a atacar a pátria japonesa.
1945

Os aliados agora invadiram a própria Alemanha, e a primavera de 1945 viu o colapso final do regime de Hitler. A Alemanha se rendeu em maio, e os Aliados criaram a nação em zonas de ocupação. Com a captura de Iwo Jima e Okinawa, as forças aliadas no Pacífico poderiam preparar uma invasão do Japão. Mas o uso de armas atômicas trouxe uma rendição japonesa, e o fim da guerra, em agosto.
1941 - Operação Barbarrossa e seus desdobramentos

Operação Barbarossa foi o nome dado à manobra militar da Wehrmacht (Forças Armadas da Alemanha) contra a União Soviética, que durou de 22 de junho a 5 de dezembro de 1941. A operação foi comandada pelo general Franz Halder e recebeu esse nome por referir-se ao Sacro Imperador Romano-Germânico do século XII, Frederico Barba Roxa (Barbarossa).
Ela marca o rompimento do tratado de não agressão assinado entre os dois países em 1939. Desde a assinatura sabia-se que essa paz era temporária e que as duas nações tentavam ganhar tempo: a Alemanha para vencer a frente ocidental e a URSS para se armar.
Batalha de Stalingrado

Tendo já invadido a União Soviética a 22 de Junho de 1941, a Alemanha e os seus Aliados preparavam-se para tomar a cidade de Stalingrado. No dia 23 de Agosto de 1942, é levado a cabo pelos alemães um forte bombardeio aéreo à cidade, matando milhares de civis. Nos meses seguintes, foram executados vários bombardeamentos alemães, deixando a força aérea soviética devastada, “perdendo 201 aviões no período de uma semana, no fim de Agosto”. Contudo, aproveitando as condições climáticas de inverno que enfraqueciam os alemães, os soviéticos realizaram uma ação contra-ofensiva geral, acabando por ganhar esta batalha que terminou a 2 de Fevereiro de 1943. Este confronto ficou conhecido como a Batalha de Stalingrado e foi considerado um dos mais trágicos confrontos de toda a História. De fato, o número de baixas sofridas nesta batalha é incrível. Conta-se cerca de um milhão e 920 mil pessoas mortas, feridas ou desaparecidas, entre os quais 40 mil eram civis.
Mas essa batalha contribuiu e muito para uma "virada" no conflito. É que os soldados alemães conheceram sua primeira grande derrota, o que os deixou com o moral abalado. Já o exército russo que saiu como vitorioso passou a acreditar mais nas suas possibilidades. Além disso, outros exércitos intensificaram a luta, seguindo o exemplo dos russos.
Entrada do Brasil na II Guerra

Desde o dia 2 de julho de 1944, quando o primeiro escalão da FEB seguiu em direção à Itália, os expedicionários brasileiros combateram durante sete meses e dezenove dias na Itália, tendo iniciado sua campanha em 16 de setembro, quando um batalhão do 6º Regimento de infantaria iniciou sua marcha na frente do rio Serchio, em uma ação que resultou na conquista de Camaiore.

A FEB lutou em duas frentes, a primeira, no rio Serchio no outono de 1944, e a segunda e mais difícil a do rio Reno (na Itália, não Alemanha) ao norte de Pistoia (na cordilheira dos Apeninos). Neste TO, partindo do Quartel General de Porreta-Terme, a FEB conquistou Monte Castelo (22 de fevereiro) e Montese (14 de abril).

A campanha brasileira na Itália concluiu-se a 2 de maio de 1945, quando foi declarado o cessar fogo no front italiano. De um total de 25.445 soldados enviados ao front o Brasil contabilizou 443 baixas e cerca de 3.000 feridos. Sobre a composição da tropa, que consistiu em uma Divisão de Infantaria Expedicionária, 98% dos oficiais eram militares de carreira, enquanto entre os Praças, 49% eram civis que foram recrutados para a luta.
DIA D

O Dia D, 6 de junho de 1944, foi a data em que ocorreu o desembarque das tropas aliadas na Normandia (noroeste da França). Este dia é considerado por muitos historiadores como o mais importante da Segunda Guerra Mundial. Foi decisivo na vitória dos aliados contra o Eixo (Alemanha, Itália e Japão). O nome oficial deste plano militar era Operação Overlord.

A região era dominada pelos alemães na chamada Muralha do Atlântico. Os aliados, desembarcaram com mais de 300 mil homens e milhares de armamentos. Os aliados usaram senhas e informações falsas sobre o desembarque, estratégia importante para confundir as tropas alemãs.

Após duras batalhas, a operação Overlord funcionou e os aliados venceram. Esta vitória foi crucial para o avanço dos aliados rumo a vitória sobre a Alemanha em 1945.

Você sabia ?

Os soldados das tropas aliadas, que participaram da invasão da Normândia durante no Dia D eram dos seguintes países: Estados Unidos, Reino Unido, Canadá, França (parte livre), Polônia, Austrália, Bélgica, Nova Zelândia, Holanda e Noruega.
Rendição

Em 7 de maio de 1945, o Alto Comando das Forças Armadas (Oberkommando der Wehrmacht), assinou a rendição incondicional da Alemanha aos países Aliados, em Reims, na França, onde se encontrava Dwight Eisenhower, comandante supremo das Forças Aliadas.

General nazista Alfred Jodl assina a rendição da Alemanha, colocando fim à Segunda Guerra Mundial, em 7 de maio de 1945. Foto: Biblioteca Franklin D. Roosevelt / via Wikimedia Commons
General nazista Alfred Jodl assina a rendição da Alemanha, colocando fim à Segunda Guerra Mundial, em 7 de maio de 1945.
Com o Exército Vermelho (soviético) cada vez mais próximo de Berlim pelo leste e os Aliados ocidentais, pelo oeste, a derrota alemã era uma questão de tempo. Hitler sabia disso e cometeu suicídio em 30 de abril, no seu bunker (Führerbunker) na capital, deixando o Almirante Karl Donitz indicado como seu sucessor. Assim, em 2 de maio, os soviéticos conquistaram Berlim, consolidando a vitória sobre os alemães. Cerca de 70.000 soldados nazistas se renderam diante da entrada do Exército Vermelho na cidade.

Antes da assinatura do documento que oficializava a rendição, versões do mesmo foram feitas em quatro idiomas: alemão, inglês, russo e francês, e enviadas para aprovação dos Aliados em Londres, Paris e Moscou. O representante alemão na cerimônia em Reims foi o general nazista Alfred Jodl, designado para a assinatura por Karl Dönitz, então no comando da Alemanha.
Hiroshima e Nagásaki
Com o fim da guerra na Europa e o suicídio de Hitler, os conflitos prosseguiram na Ásia e no Oceano Pacífico contra o Império Japonês. Mais duas bombas atômicas haviam sido construídas e estavam prontas para detonação: uma à base de plutônio, chamada de “Fat Man”, e outra à base de urânio, chamada de “Little Boy”. Essas duas bombas foram utilizadas pelos americanos contra os japoneses em agosto de 1945 para forçar a sua rendição e mostrar ao mundo o tipo de tecnologia mortífera que havia sido conquistada. A primeira cidade atingida foi Hiroshima, em 6 de agosto de 1945, onde foi lançada a “Little Boy”.
Essas bombas não foram para colocar fim ao conflito com o Japão que já acenava com a paz. A ideia era mostrar ao mundo e, principalmente, à URSS a nova arma norte-americana. Eles queriam intimidar Stálin que mostrava sua força de "vencedor" da guerra já nas Conferências de Paz.
Podemos dizer que esse episódio inicia o que chamamos Guerra Fria.

2ª Guerra Mundial
Período de 1942 - 1945
Full transcript