Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

SOCIOLOGIA DA RELIGIÃO

Notas de aula da Escola de Formação de Agentes de Pastoral - EFAP São Carlos
by

Jorge Nicolau dos Santos

on 18 September 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of SOCIOLOGIA DA RELIGIÃO

Toda sociedade tende a evoluir. Evoluirá mais rapidamente aquela sociedade que melhor conhecer a sua realidade social.
O Brasil experimenta um grau de liberdade religiosa inédito em sua história;
Momento de efervescência religiosa no Brasil;
Quanto maior a liberdade religiosa
maior a pluralidade religiosa
maior a pressão para que o Estado não interfira no campo religioso;
Concorrência religiosa;
Maior a exigência para que as lideranças religiosas trabalhem pra conquistar adeptos (marketing);
A demanda por mais religião não surge espontâneamente do povo;
O povo é alvo de muita oferta religiosa e está sendo insistentemente trabalhado pelos "profissionais da religião";
católicos são 3/4 da população;
protestantes dobraram em 10 anos;
pessoas declaradamente sem religião cresceram muito nas últimas décadas;
os outros são kardecistas, religiões afros (umbanda, candomblé), budistas, judeus, muçulmanos...
SOCIOLOGIA
DA
RELIGIÃO

Surgimento da Sociologia
Revolução francesa
França
Séc. XVIII
causa histórico-política
Porque conhecer os problemas sociais?
Conhecendo-se a sociedade é possível:
Antever os fatos;
Prever as crises.
Positivismo
Revolução industrial
Inglaterra
Séc. XIX
causas econômicas
"O conhecimento religioso não salva a sociedade de seus males"
O
Positivismo
representa um estágio alcançado pela sociedade. A sociedade positivista é guiada pelo:
Racionalismo
Cientificismo
Segundo
Auguste Comte...
"Quanto mais uma sociedade se desenvolve, mais as crenças religiosas não movem as decisões sociais"
Movimentos da sociedade
Dinâmico
- o que é fundamental para o progresso.
o trabalho
a pesquisa
Estático
- o que é fundamental para a ordem.
as leis
os direitos
Max Weber (1864 - 1920)
Fez uma análise sobre como o capitalismo venceu como forma de organização social e como a religião (no caso a protestante, especificamente a calvinista) fundamentou essa vitória.
Karl Marx (1818 - 1883)
A religião é uma espécie de alienação;
As pessoas têm a essência de bondade-amor-caridade, e doam essa essência para um ente externo, se alienando de si mesmo para esse ente externo que passava a dominá-lo moralmente.
A sociologia se origina como ciência em polêmica contra a religião;
Propôs explicar o funcionamento da sociedade
Faz uma abordagem materialista da origem da religião;
Três correntes: Marx, Weber e Durkheim
Outros sociólogos tentaram uma explicação não materialista da religião, mas são completamente ignorados dentro do âmbito das ciencias sociais.
Auguste Comte
Se incomodava com problemas sociais:
ao invés de ver igualdade, fraternidade , liberdade, lucro, prosperidade...
via desemprego descriminação desigualdade, exploração.
Faz uma análise metodológica e sistemática da sociedade e percebe:
Desfragmentação social
Desordem moral
Cria uma disciplina denominada
Física Social
, capaz de estudar a sociedade de forma:
epistemológica
científica
metodológica
sistemática
O surgimento da Sociologia e a Religião
Dmitri Cerboncini Fernandes -
Bacharel em Ciências Sociais, doutor em Sociologia e pós-doutor em História Social - coordenador do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da UFJF - Pesquisador do Nupes-UFJF.
Weber, Marx e Durkheim e a Religião
Emile Durkheim (1858 - 1917)
O sentimento do sagrado sempre foi comum em todas as sociedades em todos os períodos históricos;
Baseado em sociedades primitivas (totêmicas australianas), conclue que as religiões são uma simbologia da sociedade se adorando a si própria;
O símbolo que a sociedade se dá é a própria sociedade transfigurada em algo.
Opinião do ponto de vista sociológico sobre o fenômeno religioso atual do Brasil
Censo IBGE de 2000
ser diverso e saber que é diverso:
REFLEXIVIDADE (salad bowl)
ser diverso e não saber que é diverso:
SINCRETISMO (melting pot)
Perdem as igrejas e religiões que oferecem um tipo de bem muito intangível, muito remoto, muito além;
As pessoas procuram as religioes pragmaticamente
para resolver os seus problemas imediatos - demandas pragmáticas, materialistas;
para que lhes proporcionem a experiência mística (democratização do êxtase) já, neste mundo - demanda espiritualistas;
As religiões hoje tem menos espaço para incutir regras morais que vão orientar o cotidiano das pessoas (ética);
O Brasil não está ficando menos cristão, mas está trocando de denominação cristã.
As filiações tradicionais são as mais afetadas
o catolicismo, o protestantismo tradicional (ex: luteranimso), a umbanda;
"As igrejas e religiões tradicionais precisam se organizar empresarialmente!"
Opinião do ponto de vista sociológico sobre o fenômeno religioso atual do Brasil
Antônio Flávio de Oliveira Pierucci
- Filósofo, Mestre em Ciências Sociais e Doutor em Sociologia pela USP, especialista em Sociologia da Religião
Full transcript