Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Ética - Fabio Konder

No description
by

Priscila Santos

on 3 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Ética - Fabio Konder

Ética - Fabio Konder
Os grandes principios éticos em especial.
Introdução:
Encontramos no homem os princípios cardeais da verdade, da justiça e do amor.
Estes, por sua vez, desdobram-se e especificam-se nos princípios de liberdade, igualdade, segurança e solidariedade.
Declaração da Virgínia:

* Todos os seres humanos possuem direitos de usufruir da vida e da liberdade;

* Podiam adquirir bens;

* Procurar felicidade e segurança;

* Uma milícia bem organizada, composta por gente do povo e treinada para usar armas, os asseguraria de um Estado livre.
A verdade, a justiça e o amor.
Estes valores estão interligados e a relação entre eles é considerada indissolúvel e complementar.
civilizações antigas : Talmud Babilonio, dinastia Bharata
Cristãos: verdade e Deus
Mito da mulher de Martinéia - espírito.
CAMILA CARAM
CAMILA MOSCOSQUI
NATIELE AMORIM
PRISCILA SANTOS
TARINE RODRIGUES

Primeiras declarações sobre a proteção dos indivíduos foram com:

* Habeas Corpus Act, uma garantia a favor de quem sofre violência ou ameaça de constrangimento ilegal;

* Bill of Rights, um documento que determina a preservação da pessoa e seus bens contra o abuso do governo.
Estudos aos animais já observaram:

* O processo de seleção foi mais vantajoso com os grupos que cuidavam dos seus membros, do que com aqueles que abandonavam ou matavam os outros.
Mito da origem da vida humana.
Ghandi: amor e verdade são faces da mesma moeda.
Aristóteles - virtude perfeita,
A verdade
O aspecto ético - único caminho capaz de conduzir à felicidade sem desvios ou enganos.

Verdade Grega - intelectual

Verdade Semítica - vida ética


A justiça
Definição clássica - Simônides: dar a cada um o que lhe é devido.
Platão - "A República"
considera-se o homem justo, pela prática da justiça, aquele que não prejudica os outros homens, sendo eles amigos ou inimigos.
não devemos fazer aos outros o que não queremos que eles nos façam.
uma virtude voltada inteiramente para os outros e não para o próprio sujeito, excluindo qualquer vantagem pessoal.
Aristóteles - única virtude que se ocupa do bem alheio.
Outra dimensão...
a virtude que cada qual possui de cumprir na polis sua função (a bravura dos soldados, a sabedoria dos governantes, etc.)
a virtude completa de sobriedade, moderação ou temperança que consiste na aceitação, por todos os cidadãos, dessa divisão de funções políticas.
Segundo Platão
a solidariedade - cada um deve cumprir na sociedade a função que lhe incumbe (fortes protegendo fracos, ricos socorrendo pobres, instruídos educando ignorantes, etc.).
Outra dimensão...
A equidade - correção do que há de excessivamente genérico na norma legal, evitando que a exigência de uma reparação excessiva pelo mal sofrido transforme o exercício do direito numa manifestação de vingança pura e simples.

Conclusão

A virtude da justiça tende sempre a alcançar um certo estado de equilíbrio, longe do excesso, por isso seu símbolo é a balança já que exige sempre uma análise de valores.
O amor
Aristóteles - o amor é a força primária que move os seres e os mantém unidos.
O Banquete -
a estreita união pessoal e o impulso irreprimível em direção ao absoluto.

Amor e Amizade
Aristóteles em VIII da Ética a Nicômaco - filia como um bem-querer em relação a outrem.

Amizade - simples afeições.
O verdadeiro amor - procura sempre exteriorizar-se na ação, nunca se refugia num intimo bem-querer.

A amizade é espontânea e não se confunde com o respeito ou o dever da justiça, porém deve ser recíproca, ao contrário do amor que pode não ser recíproco.
Não se pode ser amigo intimo de várias pessoas ou amar muitas pessoas ao mesmo tempo, pois o amor parece ser um estado de emoção excessiva.
Por isso a importância de diferenciar a emoção ou o sentimento passageiro, ainda que intenso.
Concluindo, o amor é uma doação completa e sem reservas, não só das coisas que nos pertencem, mas da nossa própria pessoa. Aquele que ama torna-se despossuído de si mesmo: ele nada retém para si, mas tudo oferece ao outro.

O dever de amar, ao contrario do de ser justo, não engendra direitos, sendo assim nenhum daqueles que devemos amar pode exigir de nós esse comportamento.
Os princípios complementares: Liberdade, Igualdade, segurança e solidariedade.
Verdade, justiça e o amor - interpretados e aplicados dos princípios cardeais que os englobam.
Perfeição diante da liberdade, igualdade, segurança e solidariedade.
Grécia - As pessoas consideravam-se iguais porque eram livres.
Mundo moderno - termos invertidos.
Ambas as épocas - valores = independentes um do outro.
Impossível separar liberdade da segurança.
Liberdade, igualdade e segurança estão relacionadas.
A liberdade
A Liberdade Período axial - concepção de que os humanos são livres.
Antes - destino era de decidido por forças sobrenaturais.
Liberdade descoberta e afirmada no século XVIII.
Importância de defender a liberdade coletiva da classe trabalhadora.
a) Um conceito controverso no mundo moderno
Idade moderna: conceito de liberdade - objeto de inúmeras controversas.
Idéia de que o homem é um ser livre - verdade de evidência. Liberdade integral - resultado de uma conquista.
Lutero - alma do homem é de Deus ou de Satã.
João Calvino - homem é escravo voluntário (pecado original).
b) As diferentes concepções de liberdade política entre os modernos.
Correntes - autoritários e liberais
Ética política autoritária simbolizada por Dostoievski.
Confronto - cardeal Grande Inquisidor da Espanha e Jesus Cristo.
Regimes totalitários séc XX - mil anos de segurança e prosperidade.
Súditos - sem segurança e boa vida.
Hobbes - liberdade humana (temor e necessidade).
Leis civis - laços artificiais.
Sem leis civis, mais fortes dão as ordens.
Necessidade de um soberano.
Povo - pode escolher entre ser livre e escravo.


c) A liberdade como valor ético.
Liberdade política - causa das maiores conquistas dos homens. Heródoto – o estado de liberdade torna povos forte (na guerra e na paz). Revolução Francesa - cumpunha homens livres e iguais. Gregos - liberdade política = obedecer às leis (normas gerais e impessoais).
Os Avatares da Liberdade no Mundo Moderno:
A liberdade se apresenta sob um duplo aspecto: subjetivo e objetivo.
Liberdade X Segurança
Extinção da Sociedade Feudal
Capitalismo Industrial
Direitos individuais e liberdades particulares
O poder e a Liberdade
A liberdade é compatível com a existência de um poder político?
Fixação de limites ao exercício do poder
Liberdade como princípio ético
A igualdade
* É a essência da justiça.

* “ O homem injusto é aquele que viola o principio da igualdade, pois diz-se injusto ,comumente, do que é desigual” (Aristoteles)

* A proclamação Universal dos Direitos humanos representou a conclusão de um longo processo histórico.


a) Desigualdade estamental e desigualdade entre classes
* As classes sociais não se diferenciam pelo estatuto jurídico, mais sim pela diferença de fortuna entre as classes.
* sistema de privilégios cedeu lugar á desigualdade de fortunas, essa desigualdade se alimenta de si própria.
* Oligarquias: A oligarquia produz a rivalidade entre os grupos oligárquicos entre si e a revolta dos pobres que são governados contra os ricos que governam. Segundo Aristóteles á classe media que surge nesse conflito, seria a estabilidade politica.
* Democracia é o regime menos instável,
b) As desigualdades sociais no mundo moderno
* A divisão social segue a razão que não se pode viver em igualdade de condições, porque seria necessário que uns comandem e que outros obedeçam, aqueles que comandam tem varias ordens, posições sociais e graus.
* A civilização burguesa, que conseguiu abolir os privilégios e a sociedade estamental mediante a igualdade perante a lei, na verdade serviu para se desenvolver de um jeito mais rápido a mais profunda desigualdade de posses e bens.
* Monopólio do saber tecnológico: as empresas e os Estados capitalistas asseguravam a sua dominação, seguindo duas frentes, no interior de cada nação pela divisão entre proletariados e os trabalhadores. E a segunda no plano internacional com a retomada do sistema colonial.
c) A igualdade como virtude e como norma de organização social
* A unidade politica que implica uma igualdade absoluta entre cidadãos só deve existir quanto aquilo que representa a essência de cada cidade, que é a sua instituição o consenso comum quanto a justiça de suas instituições.
* Duas espécies de igualdade
1º - Contratual
2º - Proporcional ou Distributiva.
* Contestada pela ideologia liberal-individualista
* Hoje existe a oligarquia disfarçada encoberta pela falsa democracia
d) Diferenças humanas e desigualdade sociais
* Nenhuma diferença deveria implicar uma posição de desigualdade social. No entanto é com base nelas que uns se consideram superiores a outros.
* O sistema capitalista tem proporcionado muitas formas de violação da dignidade humana
* É preciso entender que as diferenças de gênero ou de etnia são valores humanos que devem ser universalmente respeitados e protegidos.
A segurança
Segundo pensadores Europeus, as mais importantes razões da existência:

* Segurança;

* Garantir a todos um ambiente coletivo;

* Proteção contra riscos de fome;

* Proteção contra falta de abrigo.
Para o homem, não basta apenas viver e ter suas condições básicas, pois:

* Busca algo a mais;

* Ter realizações pessoais;

* Ter valores;

* Viver cada dia melhor.
Bill of Rights cita:

* Mesmo com uma milícia bem organizada, não dispensaria o direito do povo de portar armas.

Sociedade atual:

* Garantia de segurança pessoal de todos é função do Estado, não cabe a uma empresa privada, nem cada cidadão em particular.
A solidariedade
* Complementa e aperfeiçoa a liberdade, a igualdade e a segurança;
Liberdade e Igualdade

Colocam as pessoas umas diante das outras.
Cada um defende o que lhe é próprio, do seu interesse.
Solidariedade

Reune as pessoas.
Defendem o que lhes é comum.
Platão
Aristóteles
- Pior dos males é a desunião;
- Maior dos bens é a união;
- Verdadeira comunidade é aquela que possui diferentes membros ligados uns aos outros;
- Membros tão ligados que quando um é afetado, afeta todo o grupo.
- Cada cidadão ou grupo social forma uma unidade própria e inconfundível
Conclusão
Todos os pontos estudados são complementares
Ética social - Possuir todas as características - útopia

Cultura - Diferenças




* A ideia que os seres humanos são totalmente iguais, independentes das diferenças biológicas e culturais, são como uma utopia.
* Igualdade relativa no mundo antigo. Ex: Atena democrática
* É incorreta a afirmação do Manifesto Comunista que diz “a história de todas as sociedades, até o presente, é a historia da luta de classes”.
Full transcript