Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Alimentação: por uma nova abordagem midiática

This research intends to provide suggestions on how to communicate about food and strenght citizenship.
by

Tatiana Aoki

on 23 November 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Alimentação: por uma nova abordagem midiática

Considerações - Revisão e avaliação dos conteúdos e estratégias dos programas informativos, com novas propostas para:

promoção da saúde;
revisão de conceitos;
transformações de relações;
mudanças institucionais. - Alimentação: processo educativo e cultural;

- Necessário ampliar o debate da alimentação para além das esferas da saúde individual: A pesquisa pretende fornecer sugestões na abordagem da alimentação em prol do fortalecimento da democracia enquanto
espaço de transformação social. Introdução Por quê a pesquisa? Alimentação: impressões da abordagem midiática Alimentação: por uma nova abordagem midiática Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação
PPGCOM - (ECA-USP)

Área de concentração: Estudos dos Meios e da Produção Mediática
Linha de pesquisa: Informação e Mediações nas Práticas Sociais
Discente: Tatiana Aoki (tati.aoki@gmail.com)
Orientadora: Alice Mitika Koshiyama XIV JORNADA MULTIDISCIPLINAR 2012
Unesp - Bauru

- Experiência profissional:
produção de conteúdo sobre dieta e nutrição: Rede TV!, Boa Forma, Men's Health, Contigo!, Goodlight, Rádio Globo, Nutrir +;

- Experiência pessoal:
Japão e suas políticas públicas para
promoção da saúde. Palavras-chave: cidadania, comunicação, alimentação, saúde coletiva - problemas de saúde advindos da alimentação: responsabilidade individual;

- omissão de conceitos como:
segurança alimentar e nutricional;
condições político-sociais;
características culturais dos
hábitos alimentares.

- pautas sobre dieta e nutrição:
baseadas em regras e diretrizes mutáveis. Objeto de estudo - Material didático: Projeto Educando com a Horta Escolar (PEHE):

- surgiu em 2005;

- realizado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO);



- O material aponta alternativas para a alimentação e suas implicações por meio da horta;

- Laboratório de discussão intersetorial e de ideias de políticas públicas em segurança alimentar e nutricional. Procedimentos metodológicos 1) Pesquisa qualitativa documental (MINAYO, 1992).

Temáticas:
- alimentação;
- cidadania;
- comunicação;
- saúde coletiva.

2) Em seguida a pesquisa documental:
apreciação crítica do PEHE. 3) Elaboração de diretrizes sobre alimentação:
divisão por núcleos temáticos (MINAYO, 1992). Cidadania e comunicação
- Cidadania: um conceito inacabado, em movimento, com interpretações distintas de teóricos como T.H. Marshall, (1963), Norberto Bobbio (1992), Albert Hirschman (1992);

- Brasil: cidadania de cima pra baixo e de maneira privada (CARVALHO, 1996);

- Comunicação e cidadania: informação é um direito-meio para o exercício de outros direitos (GENTILLI, 2005);

- Cultura política: na sociedade contemporânea,
a mediação da cultura política se dá pela informação (MARTÍN-BARBERO, 2009). -Pontos principais: acesso a alimentos em quantidade e qualidade suficientes;

- Princípios da SAN: elaborados para que se efetive o Direito Humano à Alimentação Adequada (DHAA) e a Soberania Alimentar;

- Brasil e o paradoxo alimentar:
49% da população adulta (20 anos ou mais) encontra-se com excesso de peso (IBGE, 2010);
29% da população que sofre de carência nutricional (FAO.ORG). Segurança Alimentar e Nutricional (SAN) - Não é somente saúde: intersetorial (COSTA, 2011);

- Nutricionismo: alimentos vistos somente
a partir de seus nutrientes (POLLAN, 2008);

- Situação nutricional: responsabilização individual x social;

- Mídia: baseia-se em modismos e
regras alimentares (POLLAN, 2008). Alimentação e comunicação BOBBIO N. A era dos direitos. Rio de Janeiro: Campus; 1992.

BUENO, Wilson da Costa. Comunicação para a saúde: uma experiência brasileira. São Paulo: Plêiade; Amparo: Unimed/Amparo, 1996.

COSTA, Christiane Gasparini Araújo. Segurança Alimentar e Nutricional: significados e apropriações. São Paulo: Annablume; Fapesp, 2011.

GENTILLI, Victor. Democracia de Massas: jornalismo e cidadania. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2005.

HELLER, Agnes. O Cotidiano e a História. 8. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2008. 158 p.

HIRSCHMAN, Albert. A retórica da intransigência: perversidade, futilidade, ameaça. São Paulo: Companhia das Letras, 1992.

MARSHALL, T.H. Cidadania, Classe Social e Status. Rio de Janeiro: Zahar, 1963.

MARTÍN-BARBERO, Jesús. Dos meios às mediações: comunicação, cultura e hegemonia. Tradução Ronald Polito; Sérgio Alcides. 6. ed. Rio de Janeiro: UFRJ, 2009.

POLLAN, Michael. Em defesa da comida: um manifesto. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2008.

POLLAN, Michael. O Dilema do Onívoro. Rio de Janeiro: Intrínseca, 2007. Referências bibliográficas - PEHE: estratégia em segurança alimentar e nutricional. PEHE: material didático intersetorialidade. Obrigada!
Full transcript