Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Acidentes com radiações não ionizantes

No description
by

Talitha Lobo

on 13 November 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Acidentes com radiações não ionizantes

Quais são?
Ondas de rádio e microondas
Infravermelho
Luz Visível
Ultravioleta*
Laser
*parte das faixas de frequência da radiação ultravioleta são ionizantes e parte não ionizantes
O que podem causar?

- Alterações no SNC ( Sist. Nervoso Central)
- Alterações no Sistema Cardiovascular e Endócrino
- Aumento da pressão sanguínea seguido de hipotensão
- Distúrbios Menstruais
O que são?
São as radiações que não removem elétrons dos átomos.
Radiações eletromagnéticas com energia inferior A 12 E V (em torno de 100 Nm), que portanto não são capazes de produzir ionização em sistemas biológicos.
Acidentes com radiações não ionizantes
Eliezer Souza
Talitha Lobo
Thiago Fernando

Infravermelho
Ocorrência:
-solda elétrica a arco
- fabricação e transformação do vidro
-forjas e operações com metais quentes
-secagem e cozimento de tintas e vernizes

Efeitos:
- Térmico (queimaduras)
-Catarata
-Lesões na retina
Microondas:
Ultravioleta:
- UVA :320-400 nm
10-20% dos efeitos danosos da radiação solar
- UVB:290-320 nm
queimaduras, foto-envelhecimento e câncer de pele
-UVC:100-290 nm
totalmente absorvida pela camada de Ozônio
Ocorrências de UV
Controle de qualidade (luz negra)
Solda Elétrica (maçaricos)
Fosforecentes (discotecas)
Revelação Fotograqafica
Esterilização Odontológica
Exposição excessiva ao UV
Bibliografia
http://www.revistapesquisamedica.com.br/portal/textos.asp?codigo=11623 acessado em: 11 de
novembro, 2014, às: 15:50.

www.segurancaetrabalho.com.br, acessado em: 12 de
novembro, 2014, às: 18:00.

http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/lab_virtual/riscos_fisicos.html, acessado em: 12 de novembro, 2014, às: 20:35.

http://portal.mte.gov.br/legislacao/norma regulamentadora-n-15-1.htm, acessado em: 12 de
novembro, 2014, às: 23:00.

http://segurancadotrabalhonwn.com/radiacoes-nao-ionizantes/, acessado em: 13 de
novembro, 2014, às: 15:50.



Laser
- classe I: não emitem níveis de radiação
perigosos.
- classe II: potência baixa com risco escasso. Podem provocar lesão na retina a longos períodos de exposição.
- classe III a: potência moderada. Pode causar dano se a energia for transmitida
ao olho.
classe III b: provoca lesões ao olhar diretamente para o laser.
- classe IV: São o de maior risco. Causa lesões pelo raio direto ou pelo reflexo.

O que diz a Legislação ?
A NR 15, anexo n.º 7, considera apenas a
radiação ultravioleta como Radiações Não
Ionizantes (RNI) insalubre.

Segundo a Portaria nº 3214/78 do MET.
Processo de soldagem MIG/MAG: luz muito brilhante. Ao olhar diretamente para a luz corremos o risco de sofrer queimaduras na córnea.
O Maior emissor de Radiação UV
MIG/MAG
Full transcript