Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

A natureza da Igreja - a missão

No description
by

Guilherme Cavalli

on 22 February 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of A natureza da Igreja - a missão

?
Missionariedade, Espiritualidade e Jovialidade
A vida tem seus fins, por vezes, sem explicação. Há apenas a necessidade de nos agarrarmos no Deus da vida e depositar nossa especança nele.
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
32
33
34
35
36
37
38
39
40
41
42
43
44
Qual é, então, a verdadeira origem do impulso missionário universal do Cristianismo?
A Igreja é por sua natureza missionária, pois ela se origina na missão do Filho e do Espírito Santo segundo o projeto do Pai que provém do seu "amor fontal".O próprio Deus se autoenvia pela missão do Filho e do Espírito Santo.
"A primeira novidade está na palavra "natureza", que quer dizer "essência": a Igreja é missionária por sua "essência". Essa essência é própria essência de Deus, por que "este designo brota do 'amor fontal', isto é, da caridade de Deus Pai" (AG 2). Em outras palavras, a missão vem de Deus por que Deus é amor, um amor que não se contém, que transborda, que se comunica, que sai de si já com a criação do mundo" (RASCHIETTI, 2011, p.42).
Natureza e Amor Fontal? Que bixo é esse?
Espiritualidade
O que é?
Normalmente na modernidade quando trata-se de espiritualidade cria-se uma definição, isso caracteriza-se como objetivação e aparece como certa dificuldade, pois ao materializar esse conceito limita sua compreensão. Objetividade é composta etimologicamente por objeto mais idade, significando essa última: força, vigor e energia. Esta é, contemporaneamente, a maneira de compreender os fatos por eles mesmos. Como dois mais dois é igual a quatro, a produtividade passa a ser o desejado.
Mas e ai, o que tem haver com Espiritualidade?
O modo da relação e da convivência que caracteriza o espírito remete a maneira harmoniosa de viver. Esse modo, portanto, é oposto ao modo da coisificação, da objetivação. Portanto, quando falamos do espírito estamos falando do modo de abertura do humano e da maneira que esse se coloca em atitude de disposição.
A palavra________________________ é formada por Spiritus + IDADE
ESPIRITUALIDADE
"spiritus", significa "respiração" ou "sopro", mas também pode estar se referindo a "alma", "coragem", "vigor" .
SPIRITUS:
Espiritualidade é um modo próprio de existir, um modo de vida livre.
A abertura ocorrida pela verdadeira espiritualidade faz o indivíduo compreender sua própria existência, assim se construindo na relação com o outro que também é Deus, ou seja, na alteridade.
NO DOC APARECIDA FICA CLARO QUE:A espiritualidade não é pressuposta como hoje é o saber, ela é vivência, é o não saber. É a maneira de penetrar de forma mais íntima e ingênua todas as realidades, caracterizado na America Latina como Discipulado.
E esse discipulado, onde nos leva?
Nos leva a dar um passo a mais...
à MISSÃO
E como fazer isso em minha
Juventude?
Vamos mais Fundo:
O que é Juventude?
Voltemos à Grécia:
O conceito juventude tem origem no grego que significa jovialidade. Jovial nos diz sobre o divino, Jovis é o deus supremo dos gregos, é a iluminação do dia.
Mais:
Que idade comporta a Juventude?Em que fase sou jovem?
É jovem aquele que tem a força de Deus, já que a juventude não pode ser entendida como uma qualidade de idade ideológica. Antes, devemos entender a palavra Juventude como uma força de Deus. É Jovem não aquele que tem pouca idade, mas aquele que tem a força de Jovis, isto é, a força de Deus. Então Deus é a vitalidade do ser.
Falando "grego"
Emapanti
o que é?
Misisonáriedade, Espiritualidade e Jovialidade:
As três palavras encontram-se relacionadas pela atitude de Emapanti, de esvaziar-se para ir ao encontro. Essa foi a primeira e principal atitude de Deus. Ele veio ao encontro da humanidade, amando-a e assim a permetiu ama-Lo.
Jovialidade
Como posso direcionar essa minha"Força de Deus" na minha missionariedade?
Mas o que é Missão, mesmo?
Responder o que está na página 87 do livro: Ad Gentes.
Indo ao Documento:
Ler página 36 do livro: Ad Gentes
Vamos aos Doc:
Ler : Diretrizes, página 77, ponto 98
Vamos aos Doc:
Ler a página 22, ponto 13 do Ad Gentes epágina 32, ponto 44 do Aparecida
Quem impulsiona a Missão
?
A força da missão não caracteriza-se como propriedade individual. O principal e primeiro agente da ação missionária é a atuação do Espirito Santo que age sobre o Cristão. Esse deve buscar, como ressalta o Documento de Aparecida, ser realmente discípulo missionário de Jesus Cristo.
Então... MISSÃO é...Indivíduo ou Comunidade?
Ao mesmo tempo em que se recoloca a questão da missionariedade sobre o Cristãoe sua formação como experiencia pessoal, a essência do ser discípulo missionário acontece, por completo, no anuncio, portanto, em comunidade. Assim não se encerra na atuação missionária pessoal.
Nessa perspectiva, o Cristão é convocado pelo Batismo a celebrar sua vida em comunhão, assim fazendo-se Igreja.
Missão: Individual ou Comunidade?
?
?
?
?
?
?
GRUPOS
Vamos aos Doc:
Ler ponto 22 da página 28 das Diretrizes.
Nossa vida é nossa Juventude:Louvemos a Deus com o ponto 106do Documento de Aparecida!
VER: Doc Aparecida, 110 p, 64
Onde o amor fontal de Deusse apresenta hoje?
Ver: Doc de Aparecida, ponto 140
A quem a Missão se destina?
Vamos aos Doc:Doc Aparecida, ponto 65 pg 39
Full transcript