Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Copy of Reprodução e Nutrição Animal

Nutrição de Animais de Produção - Sistema digestivo de Monogástricos e Poligástricos
by

Mariana Gil

on 28 January 2014

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Copy of Reprodução e Nutrição Animal

Poligástricos
Objectivos
classificar os animais de acordo com a sua alimentação;
identificar os principais componentes do sistema digestivo;
enunciar as principais funções do sistema digestivo;
caracterizar sistema digestivo do suíno, do coelho e do equino, salientando as principais diferenças;
caracterizar sistema digestivo dos ruminantes adultos e em amamentação.
Classificação dos animais de acordo com a sua alimentação
Resumindo
os animais de acordo com a sua alimentação podem ser omníveros, carníveros ou herbíveros;
os principais componentes do sistema digestivo são a boca, os dentes, a língua, a faringe, o esófago, o estômago, os intestinos e o ânus. Tem ainda como orgãos acessórios o figado, o pâncreas e as glândulas salivares;
as principais funções do sistema digestivo são a digestão, a absorção e a excrecção;...
Principais componentes do sistema digestivo

Estômago;
Intestinos;
Ânus.

Dúvidas?...
mmcdias@sapo.pt
Reprodução e Nutrição
Nutrição em Animais de Produção
Sistema Digestivo
Monogástricos
mmcdias@sapo.pt
2013
Manuela Dias Pimenta
animais cuja alimentação é de origem animal ( o cão e o gato são carnívoros por excelência).
animais cuja alimentação é de origem vegetal ( os cavalos, os bovinos, os ovinos, os caprinos e os coelhos).
colocados em posição intermediária, pois a sua alimentação pode ser tanto de origem vegetal como de origem animal (o homem e o suíno são considerados os representantes desta classe).
Boca;
Dentes;
Língua;
Faringe;
Esófago;

É um espaço delimitado pelos lábios e pela faringe.

FUNÇÃO:
Apreensão;
Salivação;
Mastigação;
Discreta digestão enzimática.
BOCA
Dentes
reduzem o tamanho das partículas e promovem aumento da superfície de contacto do alimento para a degradação química e microbiológica.
Língua
Via comum para alimentos e passagem do ar.
Faringe
Tubo muscular;
Estende-se da faringe até o estômago;
Transporte do alimento.
Esófago
Estômago
Armazenamento de alimentos;
Porção dilatada do tubo digestivo;
Internamente forrado por uma camada denominada por mucosa gástrica;
Intestino Delgado:
Duodeno
Jejuno
Íleo
Intestino Grosso
Intestinos
Produtos finais da digestão:
Quimo (substâncias mais simples)
Principal Função:
reabsorção de água;
Constituído por Ceco e Cólon;
Fermentação.
Pâncreas;
Fígado;
Glândulas Salivares.
Órgãos Acessórios
serosas (secreção aquosa e clara);
mucosas (terial viscoso e firme; atua como cobertura de protecção ao longo do trato digestivo);
mistas.
Glândulas Salivares
sempre próximo ao duodeno;
glândula alongada e nódulos agregados, ligeiramente ligados entre si.
Pâncreas
Órgão de múltiplas funções:
Actua na produção de Ácidos Biliares;
Recebe sangue arterial e venoso;
Remove materiais estranhos que entram no sangue a partir do estômago e intestinos (o sangue é purificado).
Fígado
Monogástricos
O Sistema Digestivo dos animais e os seus orgãos acessórios tem três funções fundamentais, nas quais os alimentos são transformadas em substâncias simples:
DIGESTÃO – consiste na fraccionamento dos alimentos para que possam ser aproveitados pelo animal;
ABSORÇÃO – após fraccionados os alimentos são absorvidos pela parede intestinal;
EXCREÇÃO - os resíduos não aproveitados são eliminados.
De acordo com sistema digestivo os animais podem ser considerados como:
monogástricos ou poligástricos (ruminantes).
Sistema digestivo dos animais
Poligástricos
Animais que mastigam e regurgitam o alimento ingerido:
bovinos, ovinos e caprinos;
veado, alce, rena, antílope, girafa...
Apresentam um estômago simples (mono=1; gástrico= digestão), com uma capacidade de armazenamento pequena e portanto o fornecimento de alimentos deve ser constante.
cão e o gato;
coelho e o cavalo;
aves e os suínos.
Suíno
Aves
Apesar de também serem monogástricos, as aves apresentam uma série de diferenças anatómicas de sistema digestivo em relação aos suínos:
possuem bico o que modifica o hábito alimentar;
no esôfago das aves aparece o papo ou inglúvio que tem a função de armazenamento, já que o estômago tem pequena capacidade de reter alimentos;
diferente dos demais monogástricos, apresentam dois estômagos:
proventrículo ou estômago glandular que produz ácido clorídrico e faz a digestão química;
moela ou estômago mecânico que tem a função de triturar os alimentos uma vez que as aves não possuem dentes;
possuem um ceco bipartido;
o cólon liga-se directamente à cloaca.
Cavalo e coelho
Os cavalos e coelhos são monogástricos herbívoros;
Conseguem fazer uma boa digestão dos alimentos fibrosos como as forragens verdes e as forragens secas;
Essa melhor digestibilidade das fibras é atribuída ao fato destes animais possuírem o intestino grosso desenvolvido o que propicia um maior desenvolvimento da flora microbiana neste órgão (é esta flora que irá actuar sobre as fibras alimentares tornando-as compostos nutricionais disponíveis aos animais);
Os coelhos apresentam o ceco bem desenvolvido, enquanto que nos cavalos a porção do intestino grosso mais desenvolvida é o cólon.
Lábios;
Bochechas;
Dentes;
Palatos (duro e mole);
Língua
Lábios
Músculo estriado esquelético;
Textura de acordo com a forma de alimentação;
Estojo córneo nas aves (bico).
Condução do alimento até a cavidade oral;
Músculo estriado esquelético = lábios;
Textura de acordo com tipo de alimentação (papilas cónicas bochecha).
Bochechas
"arruma" os alimentos líquidos e sólidos na boca;
ajuda na mastigação e deglutição;
importante órgão táctil;
percepção de sabores;
limpeza da pele e da camada de pêlos;
manutenção dos filhotes;
termorregulação.
Poligástricos - História
O aparecimento do rúmen é fruto da adaptação evolutiva da espécie:
Nos primórdios os ruminantes eram presas fáceis (predadores);
Alimentavam-se de pastagens nos campos;
Necessidade de consumo “rápido” e em grande quantidade para evitar ataques de predadores em sítios descampados.
4 CÂMARAS (Ocupa ¾ da cavidade abdominal)
PRÉ-ESTÔMAGOS:
Rumen;
Retículo;
Omaso.
ESTÔMAGO GLANDULAR:
Abamoso.
Estômago Pluricavitário
Saco que contém cerca de 100 a 120 kg de material vegetal em processo digestivo;
As partículas fibrosas permanecem no rúmen de 20 a 48 horas (a fermentação das fibras pelas bactérias é um processo relativamente demorado);
Partículas digeridas mais rapidamente tendem a ficar no rúmen por um período mais curto de tempo.
Rúmen
Retículo
“Estrada de passagem” onde as partículas que entram e saem do rúmen são selecionadas. Somente partículas de menor tamanho (<1–2 mm) e com alta densidade (> 1.2 g/ml) vão para o omaso.
Omaso
Tem cerca de 10 litros de volume;
Orgão relativamente pequeno com uma alta capacidade de absorção;
Funciona como um orgão de transição (rúmen e retículo);
Não é um orgão essencial (camelos e lamas não possuem o omaso (pseudoruminantes)).
Abomaso
Parecido com o estômago de monogástricos;
Secreta um ácido forte (HCL) e também outras enzimas digestivas;
Ruminantes em amamentação
Carnívoros
Herbívoros
Omnívoros
Ingestão limitada de forragem;
Leite é o principal alimento;
Goteira Esofágica:
é um sulco reticular (localizado no retículo);
permite que o leite passe directamente do esôfago para o omaso;
“fecha -se” na passagem do leite (formando uma “canula”).

Reflexo iniciado quando são estimulados receptores na boca e faringe. Com a idade o reflexo perde capacidade de resposta.
Animal omnívoro:
alimenta-se tanto de alimentos de origem animal como vegetal;
o seu sistema digestivo é desenvolvido para digerir e absorver nutrientes de ambas as origens;
animal que apresenta uma taxa de crescimento rápida.
O estômago:
tem uma capacidade compreendida entre 6 e 8 litros em animais adultos;
parede tem quatro camadas:
a camada interior é uma mucosa;
tem glândulas que secretam enzimas digestivas e ácidos;
a válvula de entrada para o estômago é chamada piloro.

O intestino delgado:
tem um comprimento de 20 m e uma capacidade de 9 litros.

O intestino grosso:
tem um comprimento total de 5 m;
está dividido em 3 partes:
ceco, cólon e reto;
capacidade de 10 litros.;
tem lugar a absorção dos nutrientes.
Percurso do alimento
Os alimentos:
após deglutidos chegam ao rúmen, onde são armazenados;
passam ao retículo onde são comprimidos
regressam novamente à boca onde são ensalivados e ruminados.
Os alimentos passam pelo esófago, seguindo para o omaso, onde a água é absorvida
seguem para o abomaso, onde o suco gástrico onde vão ser digeridos pelo suco gástrico
a digestão e a absorção são demoradas e, como tal, o seu intestino é muito longo;
a secção inicial do intestino grosso (o ceco) é muito desenvolvida e tem um papel importante na digestão da matéria vegetal.
Intestino
Abomaso
Verdadeiro estômago nos ruminantes
Palato duro e mole
Palato duro: oferece uma certa resistência à língua durante a mastigação e a deglutição.

Palato mole: bloqueia a passagem dos alimentos para as fossas nasais no momento de os engolir.
Instestino grosso
Intestino delgado
Ruminantes
Intestino delgado
Intestino grosso
"O mestre disse a um dos seus alunos:
Tu, queres saber em que consiste o conhecimento? Consiste em ter consciência tanto de conhecer uma coisa quanto de não a conhecer. Este é o conhecimento."

Confúcio

os monogástricos apresentam um estômago simples com uma capacidade de armazenamento pequena. O sistema digestivo coelho e do equino apresenta o intestino grosso mais desenvolvido, o que lhes permite digerir alguns alimentos fibrosos, enquanto que o suíno não consegue dado o tamanho do intestino grosso ser mais curto.
o sistema digestivo dos ruminantes adultos é pluricavitário. Os ruminantes que se encontram ainda em amamentação desenvolvem a "goteira esofágica" que leva o líquido ao abamaso.
Resumindo
abertura que existe no fim do sistema digestivo, pela qual os materiais residuais abandonam o organismo;
é formado em parte pelas camadas superficiais do organismo, incluindo a pele e pelo intestino;
é revestido por uma camada formada pela continuação da pele;
um anel muscular (esfíncter anal) mantém o ânus fechado.
Ânus
Sistema digestivo do cavalo
Sistema digestivo da vaca
Full transcript