Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Redes Sociais na Internet

No description
by

Gerson Felippi Junior

on 10 October 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Redes Sociais na Internet

Redes Sociais na Internet
Raquel Recuero

Rede social é a união de dois fatores
1. Atores: (pessoas, instituições ou grupos são os nós das redes) atores são representações performáticas dos indivíduos.


2. Conexões: (laços sociais e interações) É a troca de informações e a interatividade que acontece entre os atores


Assim sendo, a rede é a metáfora
utilizada para observar determinados
padrões de conexão de um grupo
social, a partir de diversas conexões.

Elementos
das
Redes Sociais.

ATORES
Em redes sociais: o ator pode criar
conexões por um weblog, fotolog,
twitter ou perfil de facebook. (Pode
ser único ou de várias pessoas)

CONEXÕES

Sibilia (2003) chama de “imperativo da visibilidade”, da nossa sociedade atual, essa necessidade de exposição pessoal.

“É PRECISO SER VISTO PARA EXISTIR
NO CIBERESPAÇO”
São as interações,um comentário em blog por exemplo.

“A ação de um depende da reação do outro, e há orientação com relação as expectativas.” Para alguns autores está condicionada a sempre uma reciprocidade entre os envolvidos.

Mas como pensar a ação mediada por computadores, e distante do ator social original?
Ela pode ser síncrona (simula tempo real, online, chat, no mesmo momento temporal) ou assíncrona (como o e-mail ou fóruns, onde a mensagem fica armazenada e demora mais pra responder)
Mas a ação dos atores podem transformar as características das ferramentas, tornando síncrona ou assíncrona dependendo do uso.
Na internet as relações tendem a ser mais variadas, pois há troca de diferentes tipos de informação em diferentes sistemas, como por exemplo, trocas relacionadas ao trabalho, à esfera social e outros assuntos. Assim um mesmo grupo pode interagir por vários sistemas para falar de assuntos diferentes. Pode usar um blog para interações acadêmicas, um perfil no Orkut para encontrar amigos e um fotolog para interações mais pessoais.

O laço é a efetiva conexão entre os atores que estão envolvidos nas interações. Ele resulta da sedimentação das relações estabelecidas entre agentes.
Wellman (2001, p7) define-os: Laços consistem em uma ou mais relações específicas, tais como proximidade, contato frequente, fluxos de informação, conflito ou suporte emocional. A interconexão destes laços canaliza recursos para localizações especificas na estrutura dos sistemas socias. Os padrões destas relações – a estrutura da rede social – organiza os sistemas de troca, controle, dependência, cooperação e conflito.
São 2 tipos de laços
Laço associativo = Interação reativa Ex: Decidir ser amigo de alguém no Facebook, trocar links com alguém no fotolog.
Laço dialógico = Interação mútua
Conversar no Msn, trocar recados no
bate-papo do Facebook.
Capital Social: refere a um valor constituído a partir das interações entre os atores sociais. ( uma espécie de poupança de relações e informações trocadas) Um conjunto de recursos de um grupo determinado.
O Capital Social pode ser segmentado
por 3 itens, divididos em 2 níveis.

1º Nível
Individuais
a- relacional (entre usuários)

b – normativo (normas de comportamento e valores do grupo)

c – cognitivo (soma do conhecimento e informações a disposição do grupo)
2º Nível
Coletivos
d – confiança no ambiente social (confiança no local)

e – institucional (instituições que fazem parte da estrutura geral dos grupos, onde existe maior nível de cooperação)
TOPOLOGIA DAS REDES SOCIAIS NA INTERNET
diagrama das redes de Paul Baran
Centralizada = um nó centraliza a maior parte das conexões
Descentralizada = possui vários centros
Distribuída = todos os nós possuem o mesmo ou aproximado número de conexões.
2.1 Redes igualitárias

É uma rede onde todos os nós tem aproximadamente o mesmo número de conexões ( ou possibilidade de links) e nessa rede os nós dada uma quantidade de conexões tem a probabilidade de acabar com uma quantidade mais ou menos igual de conexões. Assim sendo, é uma rede mais harmônica e sem conglomerados, pois não há nós que existem com uma grande quantidade de conexões.

2.2 Redes Mundos Pequenos

O sociólogo Mark Granovetter é citado pela autora para explicar esse fenômeno nas redes sociais. Essas redes, falam dos laços fracos. Mas por incrível que pareça eles são mais importantes que os laços fortes criados pela convivência e intimidade, pois são eles que ligam vários grupos sociais. Amigos distantes, pessoas de outras regiões, laços pontuais. Para essa rede bastam apenas alguns nós aleatoriamente conectados para reduzir a distância de qualquer um. Podemos ver que estamos ligados com o mundo todo em algum grau.
2.3 Redes sem escalas

Criticou o modelo de Granovetter dizendo que as redes seguiam um padrão de ordem dinâmica. Isso ficou conhecido “rich get richer” ricos ficam mais ricos. Ou seja aqui vale o fato de quanto mais conexões um nó tem maiores as chances de ele ter mais novas conexões. O que posteriormente ficou denominado como preferencial attachment ou conexão preferencial: um novo nó tende a se conectar com um preexistente.

PROPRIED
ADES DA
S REDES
A) Grau de conexão = a quantidade de conexões que um determinado nó possui.

Ex. Quanto mais amigos você tem no Facebook maior é o seu grau de conexão, consequentemente o seu nó na rede é mais central. (popular)
B) Densidade = densidade é a medida que descreve o grau de conexão de uma determinada rede. Ela é a proporção do numero de conexões que uma rede possui.

Ex. Blogs que estão linkados entre si formam uma rede densa. Fluxo de interação.

C) Centralidade = A centralidade mede a popularidade do seu nó. Esta associada ao quão central é ele é para uma determinada rede. Isso se mede a partir da importância do nó para a rede.
D) Centralização = é quando se observa uma rede inteira partindo de um determinado nó. É uma medida do grafo
total de informações.
E)Multiplexidade = refere-se a medida dos diferentes tipos de relação social que existem em determinada rede. Pode ser por meio de várias plataformas.

Ex. um ator A que se comunica com o B. Através de Facebook, Twitter e Google Talk.
Conclusão sobre os tipos de redes = Com elas podemos medir as conexões, porém elas não são estruturas estáticas e podem mudar com o tempo.
A dinâmica de rede é consequência direta das interações
Cooperação = Faça parte da minha comunidade,
seja meu amigo.
Competição = Eu tenho mais amigos que você,
minha comunidade é a maior.
Conflito = Para de me mandar solicitações de jogos
ou vou te excluir
Tipos de Redes Sociais na Internet
4.1 Redes Sociais Emergentes

São aquelas expressas a partir da interação entre os atores sociais. (users) E que são construídas e reconstruídas através de trocas sociais.

Um exemplo são comentários em blogs e fotologs. Essa redes são mais visíveis em recados do facebook, conversas e etc.

Geralmente são redes pequenas e que precisam de tempo disponível para realização de trocas sociais. São mantidas pelo interesse dos atores em fazer amigos e dividir suporte social.
Essas redes são mais específicas pois tendem a ser mais conectadas onde existem maior interatividade entre os atores. (online)

4.2 Redes Sociais de Filiação ou Associativas.

Watts (2003) (p.118) "A rede de filiação é, uma estrutura de grupo que não parte de laços sociais entre seus membros, mas que permite que eles interajam e que sejam construídos." (conceito geral)

As redes sociais de filiação são aquelas cujas conexões foram forjadas através de mecanismos de associação ou de filiação dos sites das redes sociais. Um exemplo são as listas de seguidores no Twitter, ou de listas de amigos no Orkut. São mais estáticas, apesar de não haver tanta interação, o individuo só sairá daquele local caso você ou ele desejarem. Ao contrário das emergentes, não é necessário que a interação para manter a conexão. Geralmente são maiores, exemplo alguém com 5000 amigos no Facebook. Mesmo off-line ele persiste.

5. Sites de Redes Sociais

SRS = são todas ferramentas utilizadas de modo que permita que se expressem redes sociais suportadas por ela.

1- Pode se criar uma pessoa através de um perfil.

2- existe interação por comentários

3- pode-se expor a rede social de cada ator.

Boyd e Ellison (2007)

Existem dois tipos de sites de Redes Sociais
Os estruturados que são aqueles onde o foco é a exposição pública das redes conectadas. Caso de Orkut, Facebook, Linkedin e outros.

Apropriados são aqueles que os sistemas não foram criados originalmente para mostrar redes sociais. Um blog por exemplo pode ser construído de forma a se tornar um espaço pessoal e ligar redes assim o ator esta se apropriando de um sistema.

VALORES RELACIONADOS A REDES SOCIAIS.
5.3.1 Visibilidade = Se busca isso para aumentar as redes e aumentar o capital social.
5.3.2 Reputação = Ela é compreendida como a percepção de alguém pelos demais atores. E tem 3 elementos o “eu” o “outro” e a relação entre ambos. Esse conceito implica em informações sobre quem somos e o que pensamos, que auxiliam outros a construir, impressões sobre nós.

5.3.3 Popularidade = Valor relacionado a audiência de uma rede. Medido pelo número de comentários em um blog, visitas em um perfil, ou seguidores de um twitter. A popularidade está diretamente relacionada a posição estrutural do nó na rede. Popularidade pode ser boa ou ruim.

5.3.4 Autoridade = Está relacionado a influência de um nó na rede social. Não é a simples posição de destaque do nó na rede, ela engloba reputação mas é muito mais. São usuários que buscam reconhecimento por tratar de um assunto específico. Geralmente são aqueles que buscam além de intimidade, buscam a audiência dos outros.
As informações difundidas na internet são relacionadas ao capital social e as pessoas não publicam de forma aleatória, mas sim baseadas na percepção de valor contida na informação que será divulgada. Essas informações podem espalhar-se de diferentes formas na rede. Sendo assim a percepção social de um ator influência na propagação do meme (informações) e seu próprio impacto na rede. Essa informações são trocadas em todos os níveis desde um bate papo privado com um amigo até a uma notícia que roda o mundo.
6 Comunidades em Redes Sociais
Elas se formam a partir de discussões públicas; tempo; sentimento.
Interesses homogêneos dos participantes de uma comunidade podem aumentar consideravelmente a empatia, compreensão e suporte mútuo nesses grupos. Ou seja quanto mais parecidos e interesses tiverem em comum os atores sociais, maior a possibilidade de formar grupos coesos, com características de comunidade.
Nas comunidades virtuais o interesse comum ultrapassa os limites da localidade.

Diagrama da Comunidade Virtual
MUITO OBRIGADO PELA ATENÇÃO E LEMBREM O MELHOR DA VIDA A GENTE FAZ OFF-LINE.
Full transcript