Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Sistema circulatorio

No description
by

Fabio Pinhão

on 20 September 2016

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Sistema circulatorio

62
ECG
bpm
Sistema Circulatório
Plamas
Componentes
EraçãoCelular
Fibras Musculares
Cardiacas
O Coração
Fibras musculares excitatórias e condutoras, só se contraem de modo mais fraco, pois contêm poucas
O músculo estriado cardíaco é o tipo de tecido muscular que forma a camada muscular do coração, conhecida por miocárdio. Também é chamado tecido muscular estriado cardíaco.
O coração é formado por três tipos principais de músculos:
Ventricular, contrai de forma parecida com o músculo estriado, mas a duração de contração é maior.
Atrial, contrai de forma parecida com o músculo estriado, mas a duração de contração é maior.
fibrilas contráteis; ao contrário,
apresentam ritmicidade e velocidade de condução variáveis, formando um sistema excitatório para o coração.
O coração humano é o órgão responsável pelo percurso do sangue bombeado através de todo o organismo, que é feito em aproximadamente 45 segundos em repouso. Bate cerca de 109.440 a 110.880 vezes por dia, bombeando aproximadamente 5 L de sangue.
Neste tempo o órgão bombeia sangue suficiente a uma pressão razoável, para percorrer todo o corpo nos sentidos de ida e volta, transportando assim, oxigênio e nutrientes necessários às células que sustentam as atividades orgânicas.
O Coração
Sistema
Vascular

Sangue
90% Água


Uma diferença entre as artérias e as veias está relacionada à dimensão da camada intermediária (músculo liso e fibras elásticas): mais espessura nas artérias e mais delgada nas veias, em razão da capacidade de pressão em virtude das contrações sistólicas do coração. Além da presença de válvulas nas veias, que não permitem o refluxo sanguíneo quando o sangue retorna ao coração.


Sendo o sangue conduzido por meio de um sistema (circulatório) intercomunicado através dos vasos sanguíneos, estes necessitam de uma resistente coesão entre as células que os formam, para que possam transportar com eficiência o fluido sanguíneo que percorre toda a dimensão corpórea, levando ou recolhendo substâncias.
Contudo, sendo um sistema permeável, conferindo propriedades que permitem absorção e difusão de elementos (soluto: íons, moléculas orgânicas e inorgânicas) e até mesmo micro-organismos parasitas (protozoários, bactérias e vírus) ou algumas formas de invertebrados (larvas de nematódeos).
Neste sentido, o revestimento dos vasos confere importante funcionamento do organismo, seja na distribuição de elementos que proporcionam as reações dinâmicas da homeostase, ou mesmo conferindo proteção por meio do simples impedimento físico que dificulta contaminações e processos infecciosos.
Dessa forma, a parede dos vasos (artérias, veias e capilares) é formada por camadas de células e matriz intracelular, apresentando características particulares em função da resistência e esforço sobre a superfície de suas estruturas.
Estrutura das Artérias e Veias:
As artérias e as veias possuem três camadas de tecidos distintos: internamente são constituídas por células pavimentosas (achatadas) unidas por junções intercelulares. Adjacente a esta camada, envolvendo as células, forma-se uma camada de fibras elásticas e musculares (músculo liso). E mais externamente, o tecido conjuntivo (rico em fibras colágenas) forma uma terceira camada responsável pela manutenção e nutrição das células.
Hemácias
Substâncias Inorgânicas
Hormônios
Lipídios
Glicose
Vitaminas
Proteínas
Imunoglobulinas
Albumina
Fibrinogênio
Oxigênio
Gás Carbônico
Íons
Substâncias Orgânicas
Plaquetas
e
Leucócitos
Leucócitos
Valvulas Cardiacas
Origem do
Sangue
As plaquetas, ou trombócitos, são um dos elementos que fazem parte do sangue e têm um papel muito importante no processo de coagulação. Assim, a alteração dos níveis pode ter consequências graves na nossa saúde.

As plaquetas participam na formação da rolha hemostática, são ativadas por exposição ao colágeno. Depois que ocorre a ativação, elas se aderem ao subendotélio lesado, ali se acumulam e se ligam entre si formando um trombo que é posteriormente estabilizado.
A plaqueta circula no sangue durante 10 dias, em média. Depois disso, ela é retirada pelo baço e destruída pelo mesmo. Quando o baço está com sua função afetada ou quando uma pessoa retirou o baço (paciente esplenectomizado) ocorre um aumento do número de plaquetas.
Circulação
Plaquetas
Função
Também conhecidos por
glóbulos brancos
, são um grupo de células diferenciadas a partir de
células-tronco pluripotenciais
oriundas da medula óssea e presentes no sangue, linfa, órgãos linfoides e vários tecidos conjuntivos.
As citadas células-tronco também dão origem aos chamados glóbulos vermelhos (hemácia ou eritrócito) e às plaquetas (trombócitos), que, junto com os leucócitos, integram os chamados elementos figurados do sangue.
Um adulto normal possui entre 3.800 e 9.800 mil leucócitos por microlitro (milímetro cúbico) de sangue.
Hemacias
Unidades morfológicas da série vermelha do sangue, também designadas por eritrócitos ou glóbulos vermelhos, que estão presentes no sangue em número de cerca de 4,5 a 6,0 x 106/mm³,1 em condições normais.

Estas células não possuem núcleo e o seu citoplasma é rico em
hemoglobina
, que é responsável pela cor vermelha do sangue.

São constituídas basicamente por
globulina
e
hemoglobina
e a sua função é transportar o oxigênio (principalmente) e o gás carbônico (em menor quantidade) aos tecidos. Os eritrócitos vivem por aproximadamente 120 dias.2 3
Nos mamíferos, os eritrócitos são discos bicôncavos que não têm núcleo e medem 0,007 mm de diâmetro; em outros vertebrados são ovais
(também conhecida por hematopoese, hemopoese e hemopoiese), é o processo de formação, desenvolvimento e maturação dos elementos figurados do sangue (eritrócitos, leucócitos e plaquetas) a partir de um precursor celular comum e indiferenciado conhecido como célula
hematopoiética pluripotente
,
célula-tronco ou stem-cell.

As células-tronco, que no adulto encontram-se na medula óssea, são as responsáveis por formar todas as células e derivados celulares que circulam no sangue.
Hematopoiese
Celulas Pluripotentes
ou Hematopoiéticas
Vasos Sanguíneos
Tecido Hematopoiético
Full transcript