Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

AULA: Carmen Miranda, símbolo de brasilidade

---
by

Káritha Macedo

on 5 April 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of AULA: Carmen Miranda, símbolo de brasilidade

Brasil para exportação O Brasil é Carmen Miranda ...
e suas personagens exótico
alegre
colorido
selvagem
sensual Tropicalismo Vogue, Nippon, 2011 2008 2010 2009 Prada, Stella McCartney, Moschino e Yves Saint Laurent 2011 Morumbi Fashion Brasil
primavera-verão 2000|2001
Tropicalidade e sensualidade São Paulo Fashion Week
outono | inverno 2009
Criatividade, diversidade, bom humor e alegria. Portanto, Estas coleções correspondem à difusão de uma identidade construída para o mercado, “pautada pela solidificação de imagens estereotipadas” e internacionalmente reconhecidas.

Estamos em tempo de nos afastarmos dos estereótipos criados por olhos estrangeiros e buscarmos um diferencial na moda que atente para uma identidade visual positiva do Brasil, em que prevaleçam atributos como qualidade, eficiência, requinte, profissionalismo.

Cabe à indústria de moda brasileira posicionar-se criticamente frente aos estereótipos de brasilidade para oferecer um universo que ainda não é conhecido no exterior e, artigos em que os brasileiros se reconheçam positivamente. A identidade está firmada e as marcas se apropriam dessas mensagens que vem do passado e as transformam em produtos de consumo.

Agora o público está convencido desse discurso e quer COMPRAR a brasilidade e a latinidade.

As apropriações de Carmen Miranda, mostram que suas imagens se desdobram em uma identidade brasileira que serve ainda hoje como modelo, tanto na esfera nacional como na internacional. Káritha Bernardo de Macedo
Mestranda PPGH/UDESC Carmen Miranda
Símbolo de Brasilidade Antes da baiana Maria do Carmo Miranda da Cunha, 9 de fevereiro de 1909 em Portugal.

NACIONALISMO - Estado Novo (de Getúlio Vargas).

ÍCONE NACIONAL: símbolo de mulher brasileira e cantora do ritmo nacional.

SAMBA: “branqueamento” do samba e legitimação como canção nacional. Nasce a baiana “Banana da Terra” (1939), “O que é que a baiana tem”, de Dorival Caymmi.

PARTIDA AOS ESTADOS UNIDOS

BRASIL: “Embaixatriz do Samba”, progresso e modernidade.

EUA: Política da Boa Vizinhança (1933 a 1945) e tipos exóticos.

Nos EUA, a carreira de Carmen Miranda e sua imagem ganharam novas conotações. Hollywood e a formação do ícone EM HOLLYWOOD: se tornou uma estrela e transformou sua baiana em ícone.

A BAIANA COMO REPRESENTAÇÃO DA AMÉRICA LATINA: A baiana foi adaptada, remodelada e ressignificada. 1939 Banana da Terra 1940 Down Argentine Way (Serenata Tropical) 1941 That Night in Rio (Uma Noite no Rio) 1941 Week-End in Havana (Aconteceu em Havana) 1942 Springtime in the Rockies (Minha Secretária Brasileira) 1943 The Gang's All Here (Entre a loura e a morena) 1944 Four Jills in a Jeep (Quatro Moças num jeep) 1944 Something for the Boys (Alegria, Rapazes) 1945 Doll Face (Sonhos de Estrela) Carmen Miranda, símbolo de brasilidade IDENTIDADE PARA O MERCADO: busca por uma auto-imagem comerciável.

NEGATIVO ==> POSITIVO: a imagem que antes era rechaçada, foi aceita pelo Brasil.

IDENTIDADE COMO CONSTRUÇÃO: Estado e projeto nacional ==> discurso ligado ao mercado.

A MODA: busca uma identidade que a caracterize como brasileira. Expressões de Carmen Miranda na Moda Brasileira Salinas, primavera verão 2006 Rosa Chá, 2009 Inverno 2004, Alexandre Herchcovitch Verão 2005, Salinas Verão 2000, Rosa Chá Malwe, 2009 Coleção Carmen Miranda por H.Stern, 2005 Carmen Miranda pela moda internacional Percepções internacionais acerca de latinidade e brasilidade Charlotte Olympia spring/summer 2011 Aldo - Spring 2012 PRADA- primavera | verao 2011 O curta alemão Tutti-Frutti, da fotógrafa Ellen Von Unwerth, foi um dos selecionados a ser exibido no festival A Shaded View on Fashion Film (ASVOFF), de Paris, 2011, no Centre Georges Pompidou. A musa inspiradora desta produção de moda, beleza e estilo foi nada mais, nada menos que Carmen Miranda. Uma de suas canções, inclusive, faz parte da trilha sonora. Curta de moda, "Tutti-Frutti", 2011 Obrigada! Analisar como Carmen Miranda, a partir de sua personagem intrínseca a “baiana”, reverbera no século XXI como subsídio de uma identidade voltada para o “mercado”, que ganha um terreno privilegiado no campo da moda. LOCAL X GLOBAL: o específico de cada cultura que se coloca como diferencial de mercado.

A história de Carmen Miranda e suas personagens são REEDITADAS, RESSIGNIFICADAS conforme os discursos contemporâneos, se desdobrando em estampas, cores e formas. criaturas míticas
diferentes do comum
ricas em cores
voltadas para as formas da natureza exuberante “Brazilian Bombshell”, “Tutti-Frutti” , “Banana is my Business” Encerramento das paraolimpíadas 2012 objetivo Carmen Miranda
Símbolo de Brasilidade AMBIENTES E PERSONAGENS: Contraste entre Estados Unidos e América Latina.

PERSONAGENS DE CARMEN MIRANDA: atraso, ignorância, impulsividade, irracionalidade, sensualidade, necessidade de agradar a todos, exuberância e excesso de tudo, que precisavam ser administrados por uma “cultura superior”, racional e avançada.
Filmes e Personagens Representação de si e do Outro IDENTIDADE: as personagens de Carmen agenciaram e mediaram em certo nível comportamentos coletivos, imaginações e gestos, criando a partir da ficção uma “identidade” reconhecida como latino-americana e brasileira.

Como uma “fabricação social” de sentidos, na qual a imagem de latinidade produzida no exterior, filme após filme, é interiorizada pelos brasileiros e contribui para forjar sua auto-imagem, “a identidade regional e (...) remodelar as atitudes políticas” (CORBIN, 1998, p.99). A identidade se vende na diversidade Carmen empresta seus atributos aos produtos de moda. Vogue Brasil: Carmen Miranda Reloaded, 2013 ACEITAÇÃO E REJEIÇÃO: os EUA aceitavam e aplaudiam o espetáculo, pois desconheciam a AL. A AL e o Brasil, rejeitavam as representações equivocadas e ofensivas. Brasil orgulhoso de ser incluído. * 1930's: nacionalismo ligado ao Estado Novo

* 1940's: síntese de América Latina, ligado aos interesses da PBV

* 2000's: identidade cultural voltada ao mercado Carmen Miranda
diferentes apropriações
Full transcript