Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Assertividade

Assertividade
by

Ana Sofia Cavaco

on 20 December 2012

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Assertividade

Assertividade Yara Nuñez ELEMENTOS DA COMUNICAÇÃO FIM ESCLARECIMENTO Almoço OBRIGADA!
Yara Nuñez – Consultora de RH dib Human Capital
www.dibconsulting.com
yara.nunez@dibconsulting.com
Tlf: 219575110
Telm: 934118655 RELEMBRANDO Vídeo O REFORÇO DA QUALIDADE DA COMUNICAÇÃO Assim, existem quatro comportamentos essenciais para a comunicação assertiva:

PONTUAR A AUDIÇÃO COM EXPRESSÕES VERBAIS DE EMPATIA
Ex: Hum, hum!; Ah, sim; Com certeza; Continue...
UTILIZAR EXPRESSÕES FÍSICAS DE EMPATIA
Ex: Rosto aberto, olhar o interlocutor com atenção sem fixação excessiva, adoptar a mesma posição física (em espelho).
PARAFRASEAR O QUE ESTÁ A SER DITO
Ex: Se bem entendi...; O que disse foi...; Estou a compreender, você...
UTILIZAR PERGUNTAS ABERTAS
Ex: Colocar questões a começar por COMO, PORQUÊ, QUAL A SUA
OPINIÃO que permitam ao outro expressar os seus pontos de vista. O REFORÇO DA QUALIDADE DA COMUNICAÇÃO A eficácia da comunicação assertiva reside em dois comportamentos essenciais:

enfatizar verbalmente e fisicamente
ajudar ao esclarecimento da mensagem A TÉCNICA DO “EDREDÃO” Exemplo:
B – O seu local de trabalho está cheio de papéis!
M – É verdade.
B – Está uma grande confusão!
M – É possível.
B – Mas não acha que está exageradamente desarrumada?
M – É possível. É uma questão de opinião.
B – Não podia arrumá-lo de vez em quando?
M – Sim, é verdade, podia, se quisesse.
B – Então, de que é que está à espera?
M – Não acho que isso seja, de momento, extremamente necessário. A TÉCNICA DO “EDREDÃO” A ideia do “edredão” deve-se ao psicólogo M. Smith e é muito simples.
Consiste em responder a cada frase com “É verdade” sempre que se trata de um facto indiscutível, ou com “É possível” sempre que é emitida uma simples opinião.
A técnica do “edredão” é particularmente eficaz face às críticas mal intencionadas e não argumentadas (justificadas), podendo ajudar as pessoas “hipersensíveis” a adquirir um mínimo de segurança face às críticas de má fé. A TÉCNICA DO DISCO RISCADO Exemplo:
N – Porque não arruma o seu local de trabalho todas as semanas?
R – Porque não me apetece arrumá-lo.
N – Mas olhe que ele teria melhor apresentação!
R – Talvez, mas não me apetece arrumá-lo.
N – Porque não experimenta amanhã?
R – Porque não me apetece.
N – Você não tem espírito de equipa.
R – É possível que tenha razão, mas eu acho que o meu local de trabalho está bem assim.
N – Mas porque é que o incomoda tanto arrumá-lo?
R – Não me incomoda nada, simplesmente não me apetece.
N – Mas porque é que não lhe apetece?
R – Porque não me apetece. A TÉCNICA DO DISCO RISCADO O “disco riscado” consiste simplesmente em repetir a nossa resposta tantas vezes quantas forem necessárias para vencer a pressão exercida pelo interlocutor. Nesta comunicação é importante que sejamos capazes de resistir à tentação de nos justificarmos ou de contra atacarmos as “acusações” do nosso interlocutor. É geralmente eficaz quando lidamos com pessoas manipuladoras. A TÉCNICA DE AUTO-AFIRMAÇÃO O “DESC” Esta técnica consiste em quatro etapas:
D – DESCREVE – O Sr. A descreve o comportamento do Sr. B de uma forma tão precisa e objectiva quanto possível.
E – EXPRESSA – O Sr. A transmite ao Sr. B o que sente e pensa em 20 relação ao seu comportamento (sentimentos, preocupações, desacordos ou críticas).
S – ESPECÍFICA (do inglês specify) – O Sr. A propõe de forma específica ao Sr. B uma forma realista de modificar o seu comportamento.
C – CONSEQUÊNCIAS – O Sr. A tenta interessar o Sr. B pela solução proposta, indicando-lhe as possíveis consequências benéficas que a nova atitude lhe traria.
Exemplo:
Ontem, quando foi procurar uns papéis na minha secretária fiquei muito aborrecido porque me desorganizou o meu trabalho. Gostaria que daqui para a frente me pedisse o que precisar em vez de remexer as minhas coisas. Assim perde menos tempo e garante que recebe o que precisa. A TÉCNICA DE AUTO-AFIRMAÇÃO O “DESC” Ser assertivo pressupõe ser-se afirmativo e um comunicador eficaz. Para tentar fazer corresponder estas duas características, utilize a técnica de auto-afirmação “DESC”, que tem como finalidade exercitar a capacidade de auto-afirmação de forma construtiva, permitindo a antecipação das situações e dos comportamentos. ATITUDES DE BASE À COMUNICAÇÃO ASSERTIVA Auto controlo
É a nossa capacidade de controlar os nossos sentimentos e emoções negativas, de modo a que estes não interfiram na relação com o outro.

Tolerância a Frustração
Diz respeito à nossa resistência a aspectos mais negativos na nossa vida. Caracteriza-se pela capacidade de gerir tensões e conflitos, nas relações interpessoais.

Sociabilidade
Um comunicador ATITUDES DE BASE À COMUNICAÇÃO ASSERTIVA Determinação
Surge como resultado da nossa força de vontade para levar a cabo os nossos objectivos.

Empatia
Consiste na capacidade de nos colocarmos no lugar do outro, de forma a compreendê-lo pressupondo uma boa capacidade de escuta, bem como, de concentração da nossa parte.

Adaptabilidade
Pressupõe que o comunicador assertivo é aquele que é capaz de se adaptar a qualquer interlocutor. Por exemplo: se estamos a falar com crianças, ou com adultos; com um familiar ou com um desconhecido. ATITUDES DE BASE À COMUNICAÇÃO ASSERTIVA Existem algumas características pessoais que propiciam a comunicação assertiva:

Auto-Estima
Tendo em conta que a assertividade pressupõe a auto-afirmação do indivíduo e que os outros podem ser entendidos como uma espécie de “espelho” da nossa imagem, é importante aprender a aceitar as nossas características para que possamos desenvolver a nossa auto-estima, sem pessimismos, auto-complacências ou presunções. ESCOLHA AS PALAVRAS
COM CUIDADO Use perdidos ou directivas (ordens) claras e directas quando quiser que os outros façam qualquer coisa, em vez de insinuar, ser indirecto ou fazer suposições.
Compare:
Preciso de cinco cópias destas para a minha reunião. (Pressupõe que o outro há de fazer as cópias ao verbalizar a necessidade, não é directivo nem pede nada).
Fazes cinco cópias destas para a reunião, por favor? (Assertivo)
Por favor faz cinco cópias destas para a minha reunião. (Directiva assertiva) ESCOLHA AS PALAVRAS
COM CUIDADO Use perdidos ou directivas (ordens) claras e directas quando quiser que os outros façam qualquer coisa, em vez de insinuar, ser indirecto ou fazer suposições.
Compare:
Importa-se de levar isto ao João? (Indirecto, só questiona acerca da vontade de levar…)
Leva isto ao João, se faz favor? (Assertivo)
Porque não paras pelo caminho e trazes leite? (Indirecto, pede ao outro que pense em não fazê-lo)
Trazes leite quando voltares para casa, se fazes favor? (Assertivo)
Por favor traz o leite quando voltares para casa. (Directiva assertiva) ESCOLHA AS PALAVRAS
COM CUIDADO Exprima pensamentos, sentimentos e opiniões assumindo a sua responsabilidade por eles.
Compare:
Ele zanga-me! (Nega responsabilidade pelos sentimentos)
Zango-me quando ele não cumpre as suas promessas! (Assertivo e responsável pelos sentimentos)
A única política consequente é igualar a concorrência. (Afirma a opinião como se fosse um facto; agressivo e controlador)
Acredito que igualar a concorrência é a melhor política. (Assume responsabilidade pela opinião; assertivo)
Não acha que deveríamos deixar isto por agora? (Passivo, indirecto, nega responsabilidade)
Acho que se arrumássemos esta questão dar-nos-ia tempo para reunir mais dados. (responsável pelo pensamento) ESCOLHA AS PALAVRAS
COM CUIDADO Utilize descrições factuais em vez de juízos ou exageros.
Compare:
Este trabalho é uma porcaria. (Agressivo)
A pontuação do teu relatório precisa de ser mais trabalhada. Além disso os títulos estão espaçados de forma inconsistente. (Assertivo)
Se não mudas de atitude vais ter grandes problemas. (Agressivo)
Se continuas a chegar depois das 8:00 h, terei de te dispensar dois dias sem pagamento. (Assertivo) ESCOLHA AS PALAVRAS
COM CUIDADO Use enunciados “Eu” em vez de enunciados “ Tu”
Compare:
Tu estás sempre a interromper as minhas histórias! (agressivo)
Eu gostaria de contar a história sem ser interrompido. (assertivo)
Tu embaraçaste-me diante de toda a gente. (agressivo)
Eu senti-me embaraçado quando disseste aquilo diante de toda a gente. (assertivo) IMPORTÂNCIA DO
COMPORTAMENTO ASSERTIVO

Agimos de forma autêntica e consciente.
DINÂMICA ACTIVIDADE SINAIS DE STOP…
Quando for dizer “deverias”, “ precisas” ou “tens que”…

Quando utilizar palavras exageradas “obviamente”,”absolutamente”, “nunca”, “impossível”… ESTILO
ASSERTIVO Componente verbal
Voz sonora, firme, agradável, suave, fluente, eloquência fácil, risos só associados a humor, tons de voz mantendo-se mesmo durante uma afirmação.
Componente não-verbal
Postura, mas descontraído, ombros direitos, poucos movimentos, confortável cabeça erguida ou levemente inclinada.
Movimentos casuais com as mãos, mãos descontraídas, mãos abertas palmas para fora, inclinações de cabeça ocasionais. ASSERTIVIDADE Podemos definir três aspectos essenciais da assertividade:

A capacidade de controlar e gerir as próprias emoções;
A capacidade de realizar uma análise adequada da situação;
A capacidade de colocar ou não em prática comportamentos assertivos. ASSERTIVIDADE QUESTIONÁRIO: Actividade nº 9
É Isto que eu Quero ACTIVIDADE AMEAÇA Comunicação que informa as outras pessoas das consequências se não alterar os seus comportamentos.

Exemplo:
Se isto voltar a acontecer não tenho alternativa senão aplicar o procedimento disciplinar. Preferia não ter de fazer. SENTIMENTOS NEGATIVOS Comunicação que chama a atenção do outro para efeitos indesejáveis do seu comportamento

Exemplo: Ao devolver-me o processo agora, obriga-me a trabalhar no fim de semana. Sinto-me aborrecido com isso.

Gostaria que no futuro isso não voltasse a aconteçer. DISCREPÂNCIA Comunicação que aponta a diferença entre o que fora previamente acordado, e o que está a acontecer actualmente.

Exemplo: Tal como o entendi, concordámos que o projecto A tinha máxima prioridade.
Agora está a pedir-me mais tempo para o projecto B. Gostaria que esclarecesse se há alteração nas prioridades. EMPÁTICA Comportamento de empatia bem como uma expressão das suas necessidades e desejos.

Exemplo:
Sei que está ocupado neste momento mas gostaria de lhe fazer um pedido BÁSICA Comunicação que exprime os seus direitos e clarifica as suas necessidades, desejos, crenças e sentimentos.

Exemplos:
“…preciso de me ausentar pelas 18 horas”.
“…estou muito satisfeito com a forma como o problema foi resolvido”. TIPOS DE
ASSERTIVIDADE
Básica
Empática
Discrepância
Sentimentos Negativos
Ameaça
Esclarecimento São um conjunto de princípios que orientam a comunicação assertiva:
Possuir e Expressar Sentimentos
Possuir e Expressar Opiniões
Dizer “Não Sei”
Ser Escutado
Cometer Erros
Não Ser Perfeito
Ser Responsável Pelas Minhas Atitudes
Fazer e Solicitar Pedidos
Dizer Não
Não Ser Assertivo OS DIREITOS DA ASSERTIVIDADE Actividade nº 38
A Colagem Dinâmica Condicionantes Sociais - Impõe medo, vergonha e culpa.

Sociedade – Impõe como eu devo ser. MUDANÇA Condicionantes Sociais - Impõe medo, vergonha e culpa.

Sociedade – Impõe como eu devo ser. MUDANÇA TESTE DE ASSERTIVIDADE Valor total (Soma dos 15 números)
Se o seu total é 60 ou mais, tem uma filosofia assertiva consistente e provavelmente gere a maioria das situações satisfatoriamente. Pode receber algumas ideias desta formação para posteriormente desenvolver as suas capacidades e a sua eficiência.
Se o seu total é 45-59, dá uma imagem bastante assertiva. Em algumas situações é naturalmente assertivo, a formação ajudá-lo-á a aumentar a sua assertividade através da prática.
Se o seu total é 30-44, parece ser assertivo em algumas situações mas a sua resposta natural é passiva ou agressiva. Usar as sugestões desta formação para modificar algumas percepções e praticar novos comportamentos permitir-lhe-á lidar com situações de forma mais assertiva no futuro.
Se o seu total é 15-29, tem uma certa dificuldade em ser assertivo. Se praticar e se der tempo para crescer e mudar, pode vir a estar mais à vontade em situações onde afirmar-se é importante. Como você se comporta / Comportamento Bossa Nova Exercícios SITUAÇÃO 4
Está num bar na companhia do seu chefe, onde se deslocou no carro deste último. Ele tem estado a beber bastante e você também. São horas de saírem e verifica que nenhum dos dois se encontra em estado de conduzir com segurança. O seu chefe insiste em dizer que está bem e quer levá-lo a casa. Você diz:
A. Obrigado, é muita amabilidade sua. (__________);
B. Não seja ridículo! Bebeu demais! Quer matar-me? (__________);
C. Prefiro ir a pé. Preciso de exercício. (__________);
D. Acho que ambos bebemos demais para podermos conduzir. Vou chamar um táxi e iremos juntos. Amanhã de manhã virá buscar o carro. (___________). EXERCÍCIOS SITUAÇÃO 3
Está há meia hora numa fila de espera para ser atendido num balcão de um banco. Um indivíduo tenta passar à sua frente no momento em que ia ser atendido. Diz-lhe:
A. Oiça lá, está armado em “Chico esperto”? Não vê que estou à sua frente? (__________);
B. Ignora o sucedido e não diz nada, afinal mais um, menos um, não faz grande diferença. (__________);
C. O senhor estava atrás de mim. Agora é a minha vez de ser atendido, se não se importa espera a sua vez. (__________);
D. Não sei se reparou, mas eu já cá estava, veja lá bem. (__________). EXERCÍCIOS SITUAÇÃO 2
Está aborrecido com o seu amigo que acabou de chegar com uma hora de atraso para jantar consigo. Não lhe telefonou a avisá-lo da demora. Diz-lhe:
A. Vamos lá. O jantar está na mesa. (__________);
B. Detesto comida fria. Podias ter-me avisado do atraso. (__________);
C. Muito obrigado por me teres avisado da demora. O petisco requentado ainda sabe melhor. Queres jantar já? (__________);
D. Espero-te há uma hora. Gostaria que tivesses avisado. Vamos ao jantar que a comida fria não tem graça. (__________) EXERCÍCIOS SITUAÇÃO 1
Comprou uma camisa. Quando chegou a casa reparou que tinha um pequeno defeito. Voltou à loja. O vendedor diz-lhe que o defeito não se nota.
Responde-lhe:
A. Dê-me o meu dinheiro. Não tenho tempo a perder! (__________);
B. Acha mesmo que não se nota? (__________);
C. A camisa tem realmente um defeito, por isso não a quero. Gostaria de a devolver ou de a trocar por uma sem defeito. (__________);
D. De facto não se nota muito, mas pensando bem, não era exactamente isto que eu pretendia. (__________). EXERCÍCIOS


Todas as pessoas têm diversos estilos disponíveis para utilizar consoante as situações, embora haja um que prevalece sempre; cada estilo é eficaz em função da situação onde se aplica. NÃO SE ESQUEÇA QUE… ESTILO
ASSERTIVO Caracteriza-se por:
Elevada transparência da linguagem;
Afirmação e aceitação do interlocutor;
Elevado respeito pelo outro.

Sinais associados:
Tom de voz neutro;
Auto-controlo
Gestos tensos e altivos;
Olhar atento. ESTILO
ASSERTIVO Elementos chave do Comportamento Assertivo:
Expressar sentimentos (dar e receber elogios, fazer pedidos, iniciar conversações, uso do “feedback”);
Auto-afirmação (expressar direitos e opiniões pessoais);
Lidar com reacções desfavoráveis (iniciar examinando primeiramente o seu comportamento);
Lutar pelos direitos legítimos, saber fazê-lo sem sentir culpa;
Recusar pedidos;
Saber expressar sentimentos negativos (não humilhar, não usar termos pejorativos). ESTILO
ASSERTIVO A pessoa de comportamento assertivo:
Olha nos olhos quando fala;
É comedida;
É segura;
Tem expressão corporal condizente com as suas palavras;
Fala com elegância e naturalidade;
Controla as suas emoções;
Expressa calma, e objetividade;
Defende os seus direitos de ser respeitada, de expressar os seus pensamentos, opiniões e sentimentos, de dizer não, de dizer sim (quando lhe convém), de dizer “não percebi”, de concordar, de discordar, de aceitar ou não as ideias e opiniões de outras pessoas. ESTILO
PASSIVO Componente verbal
Evitar expressar opiniões, vontades e sentimentos próprios, submetendo-se aos dos outros;
Sentimentos de auto-desvalorização;
Quando o comportamento passivo chega ao limite, é frequente existirem momentos de explosão intensa.
Componente não-verbal
Riso nervoso e forçado;
Ombros descaídos;
Mexer constante dos pés e das mãos. ESTILO
MANIPULATIVO Componente verbal
Utiliza a linguagem como disfarce, habitualmente ao serviço de interesses próprios e em detrimento dos alheios;
Não se afirma diretamente;
Componente não-verbal
Como é um comportamento dissimulado, não existem gestos nem sinais físicos próprias do comportamento manipulador. ESTILO
AGRESSIVO Componente verbal
Defender os seus direitos à custa dos direitos dos outros
Fazer exigências
Menosprezar as capacidades dos outros
Componente não-verbal
Rosto tenso
Sobrancelhas carregadas
Olhos muito abertos ou semi-cerrados
Gestisculação exagerada Vídeo Vídeo COMPORTAMENTO ASSERTIVO E NÃO ASSERTIVO Influência dos Processos Cognitivos no Comportamento Assertivo
Analise, por exemplo:
Quantas vezes disse “sim” com a vontade de dizer “não”.
Quantas vezes, fez o trabalho que em princípio deveria ser realizado por outra pessoa?
Quantas vezes, numa discussão ou num debate não teve a coragem de posicionar-se da forma que gostaria?
Quantas vezes sentiu-se desconfortável em pedir ajuda a alguém? Fazer uma crítica? Expressar uma opinião diferente do seu interlocutor? Dizer a alguém que ficou ofendido com um comentário? COMPORTAMENTO ASSERTIVO A assertividade “é o estilo mais equilibrado de comunicar”...
A comunicação assertiva é aprendida.
MAS...
A comunicação assertiva também tem limites:
Não serve para toda e qualquer situação, nem para obter tudo o que se quer;
A aprendizagem, por si só, não garante a qualidade do relacionamento interpessoal. COMPORTAMENTO ASSERTIVO Para adquirir competências sociais, perante as suas relações interpessoais, o indivíduo tem que ser capaz de:

Perceber como as pessoas se relacionam em diferentes contextos e as complexidades da comunicação verbal e não verbal inerentes à relação;
Integrar a informação de forma a perceber o que se passa e o que tem de fazer;
Responder de forma a atingir os objectivos desejados e provocar mudanças no sentido previsto. ASSERTIVIDADE

“Não é apenas aquilo que dizemos, mas também como nos apresentamos ao dizê-lo, que torna as outras pessoas interessadas na nossa mensagem.” ASSERTIVIDADE

“Tipo de comportamento em que o indivíduo expressa de forma directa e honesta, tanto verbal como não verbal, o que quer, sente e pensa, sem que para isso viole os direitos dos outros, ou seja, dando-lhes também espaço de afirmação.” Pretende-se que no final deste módulo os participantes sejam capazes de:

Conhecer os processos de comunicação e o seu impacto no relacionamento humano;

Utilizar as técnicas de assertividade para promover um clima de trabalho produtivo;

Lidar com comportamentos dificultadores da comunicação e do entendimento;

Saber afirmar-se tranquilamente numa situação de conflito;

Utilizar a negociação quotidiana e o compromisso realista para gerir conflitos. OBJECTIVOS ACTIVIDADE

EXERCÍCIO
O Poder do Corpo GARANTA UMA MUDANÇA
BEM SUCEDIDA 3. PERMISSÃO: Busque apoio das pessoas significativas em sua vida.
Diga a cada pessoa o que pretende fazer e o porquê.
Pergunte a essas pessoas “Isto está bem para ti?”

4. PRÁTICA: Torna a pessoa hábil.
Decida o que praticar e a melhor forma de o fazer
Planeie uma lista de práticas.
Seja específico acerca de quando,
com que frequência e onde.
Permita-se erros. GARANTA UMA MUDANÇA
BEM SUCEDIDA Comece a mudança no ambiente onde esteja mais seguro.
Mude uma coisa de cada vez – devagar se vai ao longe.
Quando se sentir pouco seguro ou ansioso responda às seguintes perguntas:
O que é o pior que pode acontecer?
Qual é a probabilidade de que aconteça o pior?
Que posso fazer para prevenir ou minorar a probabilidade de acontecer? GARANTA UMA MUDANÇA
BEM SUCEDIDA GARANTA UMA MUDANÇA
BEM SUCEDIDA
Um dos motivos pelo qual não mudamos, mesmo quando queremos de verdade, é o medo, que frequentemente é vago e não identificado. Por que é que não mudamos? MUDANÇA Exercícios/Vídeo ESTILO
PASSIVO Negação de
si próprio Caracteriza-se por:
Assumir atitude de submissão perante os outros;
Comportamento de fuga e de auto-desvalorização;
Dificuldade de se afirmar e fazer valer as suas opiniões.
Sinais associados:
Voz tremula e sumida;
Nervosismo revelado em gestos constantes;
Olhar tímido. Uma pessoa assertiva é aquela que é capaz de exprimir o mais diretamente possível o que pensa, o que deseja e que faz valer os seus direitos, escolhendo um conjunto de comportamentos e atitudes adequados a cada situação, de acordo com o local e o momento. COMUNICAÇÃO ASSERTIVA Exercício
Desfazer Mitos… COMUNICAÇÃO ASSERTIVA A comunicação assertiva é pois simples, directa, expressiva e centrada na auto-afirmação. A comunicação assertiva resulta da fusão
de 3 fatores:

A transparência da linguagem usada;
A capacidade de auto-afirmação;
O poder de negociação na resolução de problemas. COMPORTAMENTO ASSERTIVO E NÃO ASSERTIVO Influência dos Processos Cognitivos no Comportamento Assertivo Mudança Gradual e Sistemática




Prática de novos padrões de comportamento MUDANÇA Sociedade em constante mudança
Mudança de valores
Sensação de insegurança e instabilidade

Como o ser humano vê o ser humano?
O que significa ter sucesso?
O que é realização pessoal?

Olhar para dentro de si MUDANÇA ESTILO
MANIPULATIVO FALTA DE
IMPLICAÇÃO Caracteriza-se por:
Ser um “ator” nas relações interpessoais;
Pouca transparência de linguagem;
Linguagem pouco diretiva.

Sinais associados:
Recorre a insinuações;
“Utiliza” terceiros para atingir os seus fins;
Utiliza a “Chantagem Emocional” para alcançar;
seus objectivos. ESTILO
AGRESSIVO
IMPOSIÇÃO Caracteriza-se por:
Comportamentos agressivos;
Submissão e humilhação dos outros;
Demasiado crítico e controlador.

Sinais associados:
Tom de voz elevado;
Interrupção sistemática do outro;
Gestos tensos e altivos;
Olhar intenso. ASSERTIVO MANIPULATIVO AGRESSIVO PASSIVO ESTILOS COMUNICACIONAIS GARANTA UMA MUDANÇA
BEM SUCEDIDA 5. PROVA: Reforço que encoraja a repetir a experiência.

PENSAR assertivamente
SENTIR-SE confiante
COMPORTAR-SE positivamente 1. Respostas ao Meio/Reação 2. Melhor Interação Social Influência na Adaptação Social Habilidades Sociais Direitos Contexto Social COMPORTAMENTO ASSERTIVO A Assertividade é um Comportamento Social.
Full transcript