Loading presentation...

Present Remotely

Send the link below via email or IM

Copy

Present to your audience

Start remote presentation

  • Invited audience members will follow you as you navigate and present
  • People invited to a presentation do not need a Prezi account
  • This link expires 10 minutes after you close the presentation
  • A maximum of 30 users can follow your presentation
  • Learn more about this feature in our knowledge base article

Do you really want to delete this prezi?

Neither you, nor the coeditors you shared it with will be able to recover it again.

DeleteCancel

Make your likes visible on Facebook?

Connect your Facebook account to Prezi and let your likes appear on your timeline.
You can change this under Settings & Account at any time.

No, thanks

Untitled Prezi

No description
by

DANI DAMASCENO

on 2 September 2013

Comments (0)

Please log in to add your comment.

Report abuse

Transcript of Untitled Prezi

Nunca toque em um equipamentos, botões ou interruptores que você não ou pintados de vermelho ou tarjados de amarelo e preto.
CUIDADOS NO ABASTECIMENTO DE NITROGÊNIO
OBS: A partir de 1987 um Acordo Internacional tornou obrigatório, no mundo todo, o uso de nitrogênio nos pneus aeronáuticos traseiros, onde se localiza o sistema de freio.

Quimicamente o nitrogênio não possui água na sua composição, ele é “puro e seco”, apresentando-se dentre os gases sob pressão, baixíssimas probabilidades de combustão.
As gaiolas de manutenção são montadas quando existe a necessidade de manutenção e monitoramento de pressão das rodas recém montadas. (conjunto de pneus e cubos).

Sua construção deve ser sempre junto a uma parede, para proteção em caso explosões de pneus superinflados.
Em armazéns de suprimento com temperatura e luminosidade controladas não usar lâmpadas fluorescentes, pois o gás gerado com o funcionamento, bem como a luz ultravioleta, deterioram produtos a base de petróleo.

Deve-se evitar o empilhamento dos pneus acima do permitido, pois o peso danifica os talões, ou seja as laterais, causando amassamento.
O nitrogênio é utilizado nas inspeções de rotina (Nitrogen Purge) a fim de eliminar partículas de hidrogênio, que "contaminam" certos equipamentos a grandes altitudes e que poderiam prejudicar o imageamento ou danificar o sensor OIS (Optical Infrared System), caso não fossem expurgadas após o voo em solo.
Bem como nas pás das rotores pricipais de certos helicópteros para indicação de danos nas longarinas, em cao de colisões durante operações de "área retrita " por exemplo.
Querosene combustível para turbinas tem ponto de fulgor mais alto e um ponto de congelamento mais baixo, do que a maioria dos querosenes.
Pressão de vapor muito baixa, de forma que existe pouca perda de combustível por vaporização ou ebulição em grande altitude.
(civil ou comercial)
Contém maior energia térmica por galão do que o JET-B ou JP-4.

SHELL DETECTOR

Cápsula contendo um disco de papel filtrante embebido em reagente químico que é adaptado ao bico de uma seringa hipodérmica de 5 cm³.
CUIDADOS NO ABASTECIMENTO
z
Os tipos de abastecimento podem ser por sistema de pressão em algumas aeronaves e por gravidade em outras. (Aviões e helicópteros)

Ao usar bomba manual, para abastecimento por gravidade, não colocar os equipamentos sobre as asas,a fim de evitar risco sobre a pintura ou danos estruturasi que possam dar início a procesos corrosivos.
O objetivo é o estabelecimento de requisitos para "ensaio de detecção química de água" em suspensão no JET-A1 e NÃO para GAV.
A gasolina de aviação possui ...
Justificativa é a prevenção da Corrosão microbiológica e apagamento do motor em voo.
HIDROKIT

Tubo de vidro hermeticamente fechado contendo substância química branca hidro-sensível que muda de cor na presença de água.

Combustível contaminado com água é detectado na cor rosa.
É proibido fumar numa área de 15m de raio do abastecimento, bem como os equipamentos eletro-eletrônicos desnecessários devem estar desligados.
Ligação do fio-massa evita surgimento de faíscas, decorrentes do descarregamento da eletricidade estática do caminhão e aeronave. Consequentemente, em contato com gases ou vapores combustíveis poderia iniciar-se um princípio de incêndio;
Deverá ser realizada em uma parte metálica da aeronave e obrigatoriamente sem tinta, pois esta peclícula pode agir como isolante no descarregamento eletrostático, tornand-o inefieciente.
Sugestão: trem de pouso.
Somente ligar equipamentos elétricos essencialmente necessários para operação do abastecimento.

Não permitir nenhum tipo de atividade na aeronave enquanto o abastecedor estiver operando.

Não abastecer dentro de hangares ou com a frente do veículo abastecedor direcionado para locais sem possibilidade de manobrabilidade por parte do abastecedor.
A documentação relacionada ao abastecimento deve estar legível. Atentar para o Vale de Combustível.
CUIDADOS
NO
CARREGAMENTO
DE
AERONAVES
O operador (comandante da aeronave e em conjunto com o load-master e engenheiro de bordo) respondem pela aceitação e conferência d manifesto de carga e relação de passageiros, bem como por todos procedimentos, ações e cálculos que antecedem o voo.
Realize os cálculos de peso e balanceamento, centro de gravidade e fiscalize o acondicionamento e amarração da carga nas respectivas zonas distribuídas nas estações, conforme manual do fabricante.
Inclusive peso e balanceamento com responsabilidade sobre a carga embarcada, dados de origem, natureza do produto, químico? bélico? radioativo? sob pressão ou combustíves? destino, cubagem e peso da carga.
Certificar-se que o operador da empilhadeira possui treinamento e habilitação válidos. Observar a periodicidade das manutenções. Cumprimento do Código Nacional de Trânsito e conforme art 65:
Obrigatório o uso do cinto de segurança.
Respeitar limites de velocidade, não trafegar em inclinações, com uma das mãossomente, com as mãos para fora da "gaiola". Não dar carona.

SIPAER.
SISTEMA DE INVESTIGAÇÃO E PREVENÇÃO DE ACIDENTES AERONÁUTICOS

Conjunto de órgãos e elementos relacionados entre si por finalidade específica, ou por interesse de coordenação, orientação técnica e normativa, não implicando em subordinação hierárquica e sua função é aumentar a capacidade operacional e diminuir a frequencia e gravidade dos acidentes.

Código Brasileiro de Aeronáutica. Lei 7.565/1986 – Art. 25, §2º
Evite subir ou acessar a cabine portando canetas, óculos, ou pequenos objetos nos bolsos que possam ser extraviados .
Caso acesse, antes de ajustar a altura do assento-ejetável pelo mecanismo elétrico, verifique se existem objetos embaixo da estrutura que possam causar danos ao piso.
SEGURANÇA
NA MANUTENÇÃO
DE
AERONAVES

Nunca transporte ferramentas ou materiais em bolsos abertos.
Atenção deve ser dada quanto a extravio de materiais na cabine, os quais podem gerar FOD ou danos estruturais como perfurações, rachaduras.
Caso da restritora das pernas.
ANNEX 18 ICAO - “The Safe Transport of D.G by Air”
OC. 9284-NA/905 ICAO - “Technical Instructions”DOC. 9284-NA/928 ICAO - “The Emergency Response Guide”IATA - “Dangerous Good Regulations (DGR)”

F.O.D: Foreign Object Damage
Ingestão de objetos estranhos, pela ação da sucção nas entradas de ar dos motores ou qualquer dano ocasionado a aeronave por este, como furos em pneus, danos estruturais...

F.O.D: Foreign Objecto Debris
é o objeto responsável ou potencial para causa de um dano na aeronave ou partes desta.
CUIDADOS COM MOTORES À REAÇÃO
CUIDADOS EM OPERAÇÕES COM RADAR
Durante os testes com radares a aeronave deverá estar aproada para um local desabitado, de modo que a sua operação que não reflita em instalações, construções metálicas, pessoas ou animais.
Ao efetuar abastecimento de combustível manter uma distância de, pelo menos 20 metros de outra aeronave que esteja efetuando teste de radar.
O sopro do fluxo do escapamento de um motor a reação, turboélice ou turboeixo é capaz de fazer um veículo por exemplo, voar pelos ares e causar sérias queimaduras ao pessoal envolvido nesta ocorrência.
As áreas de admissão de ar dos motores a reação devem ser mantidas isentas de sujidades pois na sua operação, objetos estranhos podem ser succionados, os quais danificariam áreas do compressor e turbinas.
Por este motivo são realizados os “cata-FOD” nas pistas e pátios de estacionamento de aeronaves. COLETE TUDO QUE ENCONTRAR...e esteja atento às pontas des eus sapatos.
ATENÇÃO
JATO DE AR QUENTE
CAUTION
HOT AIR BLAST
Não permaneça desnecessária nas proximidades da área da turbina, O funcionamento em alta rotação está sujeito, em caso de falha no motor, de uma desintegração do conjunto de palhetas do compressor, lançando-as a uma grande velocidade, em linha perpendicular com o plano de rotação da roda da turbina (despalhetamento).
Atentar para o posicionamento correto das hélices e amarrá-las a afim de evitar seu movimeto pela ação do vento, colisões .
Conjunto Quatro pás de helices devem estar, se possível, em posição "cruz para pernoite, a fim do escoamento da umidade devido a condensação, pelo "spinner.
Evita acúmulo na raiz da pá.
Observar os avisos inscritos na fuselagem de PERIGO HÉLICE.
Evite permanecer na linha perpendicular do giro das hélices a fim de evitar objetos lançados em sua direção
Cuidados com hélices
Realize o bloqueio previsto para pernoite da aeronave, a fim de evitar que a hélice gire pela ação de ventos ou seja causa de colisões com viaturas ou pessoas.
Cuidado no deslocamento com viaturas ou durante desembarque de passageiros, bem como evite o parte de escapamento dos gases do motor (risco de queimaduras).
Nas operações de pouso e decolagem, todos os passageiros e pessoal não envolvido na missão deve ser mantido afastado da área de giro dos rotores.
Não aproximar-se de um helicóptero com os rotores funcionando, caso necessário, aguarde o OK do tripulante.
Faça-o de preferência a 45º de frente para o piloto poder avistá-lo no caso do H-1H.
A aproximação deverá ser a a 90º no caso do H-60L.
Nunca se aproxime de um helicóptero em operação, pela parte detrás devido ao risco de colisão com o rotor de cauda, que girando torna-se invisível
 
Na área que antecede o rotor de cauda está a inscrição “PERIGO” pintada na fuselagem.
 
Evitar o trânsito na área de escapamentos do motor e APU
Certifique-se da posição de encaixe, do cabo de Força ao receptáculo da aeronave.

Antes de dar partida na UFT, conectar primeiro o cabos de energia ou a mangueira de ar para a partida no receptáculo adequado.
Após a partida dos motores da aeronave, aguardar o sinal padrão do piloto, feito com a mão, para “desconectar fonte”, e em seguida corte a alimentação da fonte de força para a aeronave através de uma chave no painel de operação, desconecte o cabo ou mangueira de ar do receptáculo da aeronave e posicione-os enrrolados na lateral da UFT.
CUIDADOS NA PARTIDA DE AERONAVES
A UFT deve permanecer posicionada ao lado da aeronave a uma distância segura e distante da ponta das asas, preferencialmente perpendicular à aeronave.

Usar toda a extensão do cabo de força ou mangueira de ar a fim de suprir a aeronave com ar comprimido ou energia elétrica(Certifique-se da tensão correta.
Atentar para o transporte de cabos de energia elétrica ou mangueiras de ar das UFT a fim de evitar “partes” sendo arrastadas ao chão durante reboques. UFT AM32-60A
Em caso de dúvidas quanto a posição da UFT solicite auxilio ao mecânico.
Inspeção geral no trator.

Seleção de pessoas para visualização das pontas das asas, parte traseira e na cabine para frenagem.
Atentar para inspeção visual do garfo de reboque e verificar a abertura de portas de hangar.
Verificar a desconexão de bielas ou tesouras do trem de pouso se for o caso (pinos de cisalhamento).
O reboque destes equipamentos durante a aproximação e afastamento do trator e fonte, deve ser feito com a velocidade mais moderada possível. (similar a uma pessoa caminhando) .
Atentar para a velocidade durante o tratoramento a fim de evitar colisão do trator com aeronave.
Verificar o local para deslocamento de maneira que seja acertado o
percurso para o tratoramento.(sinais visuais e sonoros “apitos” devem ser usados)
Código Brasileiro de Aeronáutica.
DCAR 709 – “Autorização para Transporte de Explosivos e Material Bélico em Aeronaves Civis”.
Portaria 957/GM5 19/DEZ/89 - “Condições gerais de Transporte”
RBHA 121.401/RBAC.
IAC1604 – “Norma Transporte de Produtos Controlados em Aeronaves Civis”
NOSER IAC 1603-0498 07/ABR/98 - “Cargas Perigosas”

OBJETIVO
Identificar os Procedimentos de Segurança na Manutenção de Aeronaves de asas fixas e rotativas, nas oficinas e no manuseio de equipamentos aeronáuticos a fim de uso como ferramenta na diminuição de índices de acidentes e incidentes aeronáuticos no Brasil.(Cn)

Medidas de prevenção NR5.
Noções de Prevenção de Acidentes Aeronáuticos SIPAER.
Vocábulos NSCA 3-1
Procedimentos de segurança no hangar.
Procedimentos de segurança na manutenção
Acesso a nacele e carregamento de aeronaves
“Bogus Parts”.
Abastecimento de QAV-1, O2 e N.
OBOGS
Hélices e rotores.
Motores a Reação.
Cata-FOD
Tanques, pilones e Pinagem.
Tratoramento ou reboque e UFT.
Armamentos, Assento Ejetável e pinagem.
Alijamento de canopis

A letra durante o preenchimento do "vale de combustível" tem que ser legível
Full transcript